O Palmeiras conquistou nesta terça-feira seu primeiro título da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Verdão goleou o Santos por 4 a 0, na final disputada no Allianz Parque. O Peixe permanece com três conquistas na maior competição de base do país.

Maior vencedor do principal torneio de base do país, o Corinthians tem dez conquistas, a última delas em 2017. O rival palmeirense tem o dobro de títulos de Internacional e Fluminense, ambos com cinco conquistas. À caça deles estão São Paulo e Flamengo, com quatro conquistas.


A seleção de Itiruçu depois de vários anos voltou a figurar entre as melhores em competição regional. Desta vez, a seleção Sub23, comandada pelo técnico Bita, garantiu vaga na semifinal da Copa Laje de Futebol Sub23. O primeiro jogo foi realizado em Itiruçu, diante da equipe de São Miguel das Matas. O resultado não foi bom, pois a derrota de 1×0 com gol de pênalti obriga que a seleção busque o resultado fora de casa, no próximo domingo, dia 30.

Para reforçar o pedido de apoio aos jogadores e comissão, os vereadores Robertão e Sidimar, assinaram um ofício solicitando o apoio do município no transporte da equipe, que precisarão viajar a cidade de São Miguel das Matas.

Algumas negativas já foram feitas pela Secretaria de Educação, mesmo sendo a pasta a responsável pelo Esporte e Lazer. Alguns jogadores alimentam ideias movidas por boatos de que existem denúncias feitas por vereadores contra a doação de veículos da educação para servir o esporte, o que não é verdade.

No ofício, Sidimar e Roberto justificam a importância do jogo e do momento da equipe. Todas as seleções do Vale Jiquiriçá viajam em ônibus da educação, como forma de incentivar o desenvolvimento do esporte. Itiruçu já cedeu veículos escolares, por exemplo, para equipes da cidade, mas a ação deixou de acontecer há alguns anos, alegando impedimento e observação por vereadores, o que não existe por nenhum dos vereadores atuais.


O escritor  Olavo de Carvalho, morreu na noite desta segunda-feira, 24, na região de Richmond, na Virgínia, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada nas redes sociais pela família. Segundo o comunicado, o escritor de 74 anos estava hospitalizado.

No ano passado, Olavo Luiz Pimentel de Carvalho chegou a ser internado no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (InCor) da FMUSP, em São Paulo, após sofrer um mal súbito durante voo aéreo. Ele já havia sido internado em um hospital na Virgínia por problemas respiratórios e chegou a passar por um cateterismo e por uma cirurgia de emergência na bexiga no Brasil. A causa da nova internação de Olavo e de sua morte não foram divulgadas.

No entanto, no último dia 16, o filósofo tinha anunciado ter se infectado pelo coronavírus e cancelado as aulas online de seu curso de filosofia.

“O professor deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos. A família agradece a todos os amigos as mensagens de solidariedade e pede orações pela alma do professor”, diz nota no perfil oficial do escritor, que recebeu mensagens de críticos e de apoiadores, entre eles os filhos do presidente Jair Bolsonaro. “Que Deus receba o Professor em sua infinita bondade”, escreveu o deputado federal Eduardo Bolsonaro no Twitter. “Ao Professor Olavo a minha eterna gratidão por sua vida dedicada ao conhecimento, que semeou em uma terra arrasada chamada Brasil e fez florescer em muitos de nós um sentimento de esperança, de amor pela verdade e pela liberdade.

Que sua obra ilumine para sempre a nossa história!”, afirmou o vereador Carlos Bolsonaro, também na rede social. “Grande foi a sua influência em nossas vidas, não apenas em política, mas também através de ensinamentos valorosos e inúmeras amizades geradas por convergência de valores”, completou.


Encontra-se abertas as inscrições para 150 cursos EAD gratuitos do Portal de Educação a Distância do Sebrae, que é considerado a maior estrutura EaD gratuita do país.  Com 45 novas capacitações, a plataforma on-line oferece soluções educacionais entre cursos, oficinas, minicursos, jogos, dicas empresariais e vídeos.

Entre as vantagens do Portal EaD estão o acesso imediato, a tutoria personalizada e as vagas ilimitadas. Para os interessados em começar um negócio, estão disponíveis 64 opções de cursos no site do Sebrae (CLIQUE AQUI).

Outras 86 opções são exclusivas para quem já possui Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). A expectativa é que no próximo mês de julho sejam lançadas mais 80 soluções educacionais. Os cursos mais procurados pelos usuários são: Aprender a Empreender, Iniciando um Pequeno Grande Negócio, MEI – Microempreendedor Individual, Análise e Planejamento Financeiro, SEI Controlar Meu Dinheiro, Gestão da Qualidade, e Atendimento ao Cliente.

A procura também é alta por oficinas realizadas por meio de mensagens de celular, voltadas para o Microempreendedor Individual (MEI), cujo negócio fatura até R$ 60 mil por ano.  Desde 2012, quando esse tipo de capacitação começou, 100 mil alunos se matricularam. Assim como os cursos, o usuário também conta com tutoria por SMS. Todas as soluções são exclusivas para CNPJ por tratar de abordagens específicas ao MEI já formalizado.

O passo a passo para inscrição é o seguinte: entrar no Portal EAD Sebrae, escolher a opção Oficinas por Celular nas Soluções; e preencher o cadastro.


Alunos recém-formados em turmas do Senai Maracás estarão ainda mais preparados para buscar uma colocação no mercado de trabalho depois de receberem orientações para a elaboração de currículos. Esta é a proposta do curso gratuito que será oferecido no dia 27 (quinta-feira), das 18h30 às 20h, na sede da instituição. A ação é uma inciativa da Largo Vanádio de Maracás, que segue atuante na parceria com a Prefeitura Municipal de Maracás e o Senai/Sesi para dar suporte às atividades da unidade.

O curso será ministrado pela consultora Vanessa Saunders, da MSA Recursos Humanos, empresa responsável por processos de recrutamento e seleção da Largo. Com 25 anos de experiência, ela conhece bem os principais aspectos avaliados por um profissional de RH na hora da contratação e pretende compartilhar com os alunos algumas dicas para tornar o currículo mais atrativo.

“Vamos abordar os erros mais comuns e orientar as pessoas para ficarem atentas à precisão das informações fornecidas sobre formação e experiência profissional, além do cuidado com a correção ortográfica”, adianta a especialista. Quem quiser levar o currículo para avaliação poderá receber uma consultoria personalizada durante a aula e já sair de lá com uma versão melhorada do documento.

Durante o bate-papo, os participantes também receberão dicas de como se comportar durante uma entrevista de emprego. “A ideia é contribuir para incrementar o potencial de empregabilidade dessas pessoas, que se sentirão mais preparadas para buscar uma colocação em qualquer empresa.

O curso é aberto exclusivamente para pessoas maiores de 18 anos que já passaram por formações profissionalizantes no Senai. A atividade será presencial, com limitação de 30 vagas, em atenção aos protocolos de prevenção à Covid-19. Mais informações: (73) 3047-1091.


O presidente da Câmara Municipal de Embu das Artes (SP), Renato Oliveira (MDB), foi detido e indiciado sob acusação de injúria racial no último domingo (23) após se envolver em uma confusão em uma piscina no Rio de Janeiro.
Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver o vereador sendo contido por três homens dentro da piscina de um condomínio no bairro de Curicica, na zona oeste da cidade. No registro, pessoas observam a cena enquanto Oliveira diz que não fez nada. Os ânimos ficam ainda mais exaltados quando um dos homens aplica uma gravata nele.

Depois de ser retirado da piscina, o vereador foi conduzido por policiais a 32ª DP em meio a aplausos de pessoas que assistiam à cena.

Segundo a Polícia Militar, os agentes foram acionados para verificar uma ocorrência envolvendo um tumulto e, no local, uma pessoa relatou que o vereador teria cometido injúria por preconceito.

De acordo com a Polícia Civil, Oliveira foi indiciado sob acusação de injúria racial e resistência, aos quais responderá em liberdade.

À reportagem, o vereador nega as acusações e se diz arrasado pelo que aconteceu no domingo. Segundo ele, o episódio começou quando pediram para ele desligar a caixa de som que tinha levado para a piscina.

“Conversei amigavelmente me desculpando pelo mal-entendido e, mesmo assim, solicitaram que eu me retirasse da piscina. Eu me neguei”, diz o vereador, acrescentando que decidiram chamar a polícia. Diante da recusa em deixar o local, ele afirmou que um agente entrou na piscina para retirá-lo e encaminhá-lo à delegacia.

“Como não tinham crime algum contra mim, inventaram uma acusação absurda de injúria racial. Eu [nem] sequer dirigi a palavra ao senhor que me acusa. Levei três testemunhas que confirmaram no papel minha versão e os denunciei por denunciação caluniosa e falso testemunho”, diz o vereador. Folhapress


Os preços dos combustíveis continuam subindo nos postos, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Pela segunda semana seguida, a gasolina ficou mais cara, enquanto o óleo diesel mantém a trajetória de alta das semanas anteriores. Os aumentos refletem o reajuste da Petrobras e de impostos, cuja carga sobe toda vez que os preços de refinaria aumentam. No último dia 11, a empresa anunciou um reajuste da gasolina de 4,85% e do óleo diesel de 8%.

Na média do País, a gasolina estava sendo vendida na bomba a R$ 6,664, na semana de 16 a 22 de janeiro, uma alta de 0,85% frente à semana anterior. Em comparação à primeira semana do ano, o reajuste foi de 0,7%. Já o litro do diesel começou o ano custando R$ 5,336 e, na semana passada, estava valendo R$ 5,582, alta de 4,6%. Como esses reajustes ainda estão muito aquém dos anunciados pela Petrobras no último dia 11, é possível que novos aumentos ainda aconteçam nos postos, nos próximos dias.
Os preços dos combustíveis estão no centro do debate político neste ano de eleição. Pressionado pela sua base eleitoral, sobretudo pelos caminhoneiros, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), sinalizou para uma redução temporária dos tributos, tema da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) negociada pelo governo federal com o Congresso.

Até então, o alvo dos ataques de Bolsonaro estavam sendo direcionados à Petrobras, que resiste em ser responsabilizada pela alta dos combustíveis e também por possíveis intervenções do governo na gestão da empresa. Os combustíveis foram um dos itens que mais pesaram sobre a inflação de 2021.

À frente da companhia, Joaquim Silva e Luna afirmou ao Broadcast/Estadão que a empresa não está disposta a fazer política pública e que continuará reajustando os combustíveis quando a cotação do petróleo se valorizar no mercado internacional e também o câmbio. Essa é a política de preço de paridade de importação (PPI), adotada pela estatal em 2016, na qual a empresa equipara os valores dos seus produtos aos de importadores.


 

Ao sancionar o Orçamento de 2022, o presidente Jair Bolsonaro promoveu um corte de 3,2 bilhões de reais nas contas do ano, atingindo principalmente os ministérios de Trabalho e Previdência, Educação, Desenvolvimento Regional e Cidadania.

Entre as áreas afetadas, foram barradas verbas para meio ambiente, assistência social, saúde, direitos humanos e obras públicas.

A maior tesourada de recursos em relação ao Orçamento aprovado pelo Congresso foi feita no Ministério do Trabalho e Previdência, um montante de 1 bilhão de reais. Desse total, 982 milhões dizem respeito a um corte no INSS, em verbas para administração do órgão e serviços de processamento de dados e reconhecimento de direitos de benefícios.

A segunda maior redução foi feita no Ministério da Educação, totalizando 740 milhões de reais. Entre as áreas impactadas, está o programa Educação Básica de Qualidade, com redução de aproximadamente 400 milhões de reais. Também foi travado um repasse de 34,4 milhões de reais para apoio à consolidação, reestruturação e modernização das instituições federais de ensino superior.

Em relação ao funcionamento e gestão de instituições hospitalares federais, vinculadas ao Ministério da Educação, o corte foi de 100 milhões de reais.


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, na noite de hoje (24), que Roberto Jefferson passe a cumprir prisão domiciliar. O político estava preso no Rio de Janeiro desde agosto. A defesa de Jefferson, que ocupava a presidência do PTB, alegou problemas de saúde e risco de morte. O ex-deputado teve um quadro de infecção respiratória semelhante à covid-19 na semana passada. Essa não foi a primeira vez que o político teve complicações de saúde e foi levado, temporariamente, para exames fora do presídio.

No despacho que determina a transição da prisão para regime domiciliar, Alexandre de Moraes citou trechos do Código de Processo Penal, que prevê o benefício para pessoas “extremamente debilitadas por motivo de doença grave.”

Roberto Jefferson, no entanto, deverá usar tornozeleira eletrônica e não poderá receber visitas pessoais, apenas acompanhamento médico.