O ministro Luís Roberto Barroso, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi sorteado para assumir a relatoria do pedido de registro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Barroso é o vice-presidente do TSE. Dois pedidos de impugnação da candidatura de Lula já foram protocolados no TSE. O candidato a deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) entrou nesta quarta-feira, 15, com uma ação na Corte para barrar o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado na Lava Jato. O pedido foi distribuído ao ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto. O pedido de impugnação do registro de candidatura de Lula foi feito logo depois de o PT oficializá-lo na Corte Eleitoral. Frota pede que o TSE declare o petista inelegível, negando-lhe o registro. O candidato a deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), líder do Movimento Brasil Livre (MBL), também entrou com uma ação para barrar o registro de candidatura do ex-presidente.


Com sete postulantes, a campanha pelo comando do governo da Bahia nas eleições 2018 terá sua largada formal na quinta-feira, 16, apontando para a tradicional tendência de polarização entre PT e DEM no Estado. Assim, a corrida tende a ter como protagonistas o petista Rui Costa, que tenta a reeleição, e o ex-prefeito de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, o democrata José Ronaldo.

Com um arco de alianças formado por 14 partidos, Rui Costa desponta como favorito, respaldado em uma administração bem avaliada, acima dos 70%. Entretanto, o coordenador geral da campanha, Jerônimo Rodrigues, afirma que os números não serão levados em conta. “Eleição se ganha nas urnas”, ressalta, antecipando que o governador vai fazer valer o apelido de “Rui Correria” que ganhou devido ao ritmo de trabalho que diz estar imprimindo na administração estadual, e irá cair na estrada.
“Neste momento não nos interessam números de pesquisa. Vamos trabalhar muito, viajar muito, faremos uma média de 15 a 16 municípios por viagem de fim de semana, já a partir dessa sexta-feira, 17. Na quinta, inauguramos o comitê oficial da campanha, o governador participará do debate entre candidatos ao governo na Band e no dia seguinte, cedo, já estaremos na estrada. A partir daí teremos uma maratona de viagens, carreatas, comícios, reuniões e gravações de programas para os programas de rádio e TV”, completa Rodrigues.
Sobre o entendimento de que Rui Costa é um petista que conseguiu descolou a sua administração do desgaste de imagem provocado pela Lava Jato no PT, Rodrigues garante que a figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela operação, estará presente em toda a campanha. “Todo o nosso material trará a imagem e a mensagem de ‘Lula 13 Presidente'”, diz, acrescentando, que o governador viajou a Brasília, nesta quarta-feira, 15, ao lado do candidato ao Senado Jaques Wagner, para participar do ato de registro da candidatura do petista à presidência da República nas eleições 2018.

Desconhecido em grande parte do território baiano, formado por 417 municípios, o candidato do DEM, José Ronaldo, terá como principal desafio reduzir essa diferença do opositor e garante que fará esforço concentrado nesse sentido. Marcelo Neves, que está à frente da campanha, informa que o projeto é percorrer pelo menos 200 municípios em 45 dias, reservando, sempre, três dias na semana para agenda na capital, Salvador. Na pré-campanha, ele visitou cerca de 100 cidades.

“A questão do desconhecimento é uma realidade que se resolverá com o início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV, além das viagens. Ninguém pode negar que quatro anos atrás o hoje governador também era um ilustre desconhecido, até mais que José Ronaldo e, no entanto, ele se elegeu”, compara.

Na terça-feira, 14, a política baiana foi marcada pelo anúncio feito pelo deputado federal e presidente estadual do PSDB, João Gualberto, de que não concorreria mais à reeleição, por desencantamento com o mundo político. Embora se trate de uma liderança expressiva na oposição a Rui Costa, Marcelo Neves não vê no fato um problema a mais na caminhada do Democrata, que entrou em cena com a desistência do prefeito de Salvador, ACM Neto, à corrida estadual. “É só uma questão de acomodação interna do PSDB”, minimizou. *Estadão!


Os candidatos à Presidência da República neste ano declararam à Justiça Eleitoral valor recorde em patrimônio: R$ 833 milhões, somados os bens dos 13 concorrentes à sucessão do presidente Michel Temer. Na última eleição presidencial, a soma dos bens informados pelos 11 candidatos era de R$ 11 milhões (em valores nominais). Esta é a primeira eleição geral em que os candidatos estão proibidos de arrecadar dinheiro de empresas para custear as campanhas. Só pessoas físicas podem realizar doações. No entanto, os próprios candidatos foram autorizados a bancar a totalidade de seus gastos, por meio do chamado autofinanciamento, até o limite para cada cargo em disputa. A regra beneficia candidatos ricos. No caso de presidente, o teto é de R$ 70 milhões no primeiro turno, e de R$ 35 milhões no segundo.

O valor do patrimônio dos presidenciáveis chega perto do orçamento de 2018 do Fundo Partidário (R$ 888 milhões), criado para bancar as despesas de funcionamento das siglas, mas que pode ser aplicado nas campanhas. Além disso, a atual eleição será a primeira a contar com outra fonte de recursos públicos, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, criado no ano passado com remanejamento de R$ 1,7 billhão de outros gastos e renúncias da União.

Dois estreantes na disputa pela Presidência impulsionaram as cifras: o engenheiro João Amoêdo (NOVO), dono de R$ 425 milhões, e o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), cuja fortuna é de R$ 377 milhões. Amoêdo e Meirelles, ambos com carreira profissional desenvolvida em bancos, representam juntos 96% do total de patrimônio – sendo que mais da metade pertence ao fundador do partido Novo. Ambos já manifestaram que pretender aplicar recursos próprios em suas campanhas.

O candidato do NOVO nunca havia feito declaração pública de bens. Ele disse, no Twitter, que suas posses forem conquistadas “com muito estudo, trabalho, dedicação e responsabilidade”. Os bens mais valiosos de Amoêdo são aplicações financeiras, imóveis, objetos colecionáveis (obras de arte e joias), embarcações, automóveis e quotas de empresas e ações. Só de aplicação de renda fixa ele diz ter R$ 217 milhões.

Já Meirelles também foi candidato em 2002, quando se elegeu deputado federal pelo PSDB goiano. Ele, porém, renunciou ao cargo. À época, o ex-ministro informou um total de R$ 45 milhões em bens, a maior parte nos Estados Unidos, onde morava até voltar ao País. Agora, o patrimônio de Meirelles é formado, em sua maior parte (R$ 283 milhões) por ações de empresas negociadas em bolsa no Brasil, segundo a campanha do emedebista. O candidato de Temer possui ainda R$ 58 milhões em fundos de investimento e quatro apartamentos avaliados em R$ 21 milhões, além de R$ 6,8 milhões depositados em conta corrente no exterior.


O PT registrou na tarde desta quarta-feira, 15, último dia do prazo, a candidatura à Presidência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato, com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad de vice. O documento foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por volta das 17h20.

Com a candidatura registrada, o partido agora tem até dia 17 de setembro para troca de candidato, caso o ex-presidente seja impedido de concorrer com base na Lei da Ficha Limpa. Ao TSE, o petista declarou ter patrimônio de R$ 7,988 milhões. Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

 

Depois de integrar a comitiva que entregou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o pedido de registro de candidatura de Lula da Silva à Presidência pelo PT, Fenando Haddad, que por enquanto integra a chapa petista como vice-presidente, começou a ler, do alto de um trio elétrico, uma carta do ex-presidente. Lula cumpre, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, pena de prisão de 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro.

Na carta, o ex-presidente insiste em classificar sua prisão como um “ato político” do juiz Sérgio Moro, a quem acusa de uso de “frake news” para condená-lo e tirá-lo da campanha eleitoral. “Sou vítima de uma caçada judicial que já está registrada na história”, diz Lula.


O Centro Universitário Uninta, em parceria com o Instituto Fátima de Gregorio, oferece novos cursos de graduação na modalidade do Ensino à Distância (EAD) para Itiruçu e região: pedagogia, história, matemática, geografia, educação física, Bacharelado em serviço social, Administração, educação física, Segunda licenciatura, Cursos de teologia em nível de bacharelado.

São oferecidos também cursos Tecnológicos em gestão hospitalar, recursos humanos, gastronomia dentre outros cursos de 18 meses.  As mensalidades são a partir de R$ 149,00. Todos os cursos devidamente certificados pelo MEC. Para obter mais detalhes, anote o número na imagem acima.


O deputado estadual, Marcelo Nilo, ex-presidente do Legislativo baiano por 10 anos consecutivos (2007-2016),  é uma das apostas do PSB para garantir  mas uma vaga na Câmara Federal na próxima Legislatura.  Nilo é uma representação enquadrada dentre os bons articuladores políticos que podem somar significativamente na defesa de demandas consideradas importantes pelo partido. Nilo  levou  sua musculatura eleitoral ao partido. Nas eleições de 2014 Nilo foi o deputado estadual mais votado com 150 mil votos em 104 municípios. Marcelo Nilo agora trabalha com os aliados nos municípios para  manter a candidatura e seguir com uma votação crescente.


Uma parte de uma ponte de Gênova, na Itália, desmoronou na manhã desta terça-feira (14) e deixou, até o momento, 26 mortos, de acordo com o governo da Ligúria, região onde aconteceu o desastre. Há ainda 15 feridos, 9 deles em estado grave. Os trabalhos de resgate continuam. Mais cedo, o governo da Ligúria chegou a citar informações dos bombeiros que indicavam 35 mortos, mas esse balanço foi posteriormente alterado. Entre os mortos há uma jovem menina, informou o vice-ministro de Infraestrutura e Transportes, Edoardo Rixi. A ponte Morandi fica em uma área densamente habitada de Gênova. Por ela, passa a rodovia A10, que liga cidades no Norte da Itália ao Sul da França. O incidente ocorreu por volta das 11h15 (por volta de 7h15 no horário de Brasília) durante uma forte chuva que atingia a região.

As equipes de resgate continuam buscando vítimas, então o número de mortos ainda pode aumentar. O número de sobreviventes não foi divulgado. Cerca de 200 agentes estão envolvidos nas operações de resgate.

A maior parte da estrutura caiu no leito do córrego Polcevera, mas trechos enormes caíram sobre casas, nos galpões e nas ruas abaixo. Luigi D’Angelo, funcionário da Defesa Civil italiana, disse à Reuters que havia cerca de 30 carros e entre 5 a 10 caminhões no trecho da ponte que desabou.  O governo da Liguria informou que 432 pessoas, de 11 prédios, foram obrigadas a ficar fora de casa após a queda da ponte. De acordo com o jornal “La Stampa”, o colapso atingiu o estacionamento da Ansaldo Energia, uma das principais usinas de produção de energia da Itália. Aparentemente, o local estava vazio.

100 metros de altura

A estrutura, que atravessa a cidade portuária de Gênova, tem cerca 100 metros de altura e 1.182 metros de comprimento. Ela foi construída nos anos 1960, e o governo tinha iniciado uma reforma na obra em 2016.

“Não é aceitável que uma ponte tão importante não tenha sido construída para evitar esse tipo de colapso”, disse Rixi.

O ministro do transporte de Itália, Danilo Toninelli, considerou o incidente “uma terrível tragédia”.


Treze motos roubadas foram apreendidas com dois homens na cidade de Barreiras, no oeste da Bahia, na segunda-feira (13). Dez veículos foram encontrados em um imóvel que fica nos fundos de um bar do município. O dono do estabelecimento e um comparsa dele foram presos. Também foram apreendidos uma espingarda calibre 12, munições, um carro e 1,5 kg de cocaína.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a dupla faz parte de um esquema de roubo de motos em Barreiras e foi capturada após ser abordada em uma caminhonete roubada que transportava uma moto, nas proximidades do povoado de Barra do Peixinho.

Durante a abordagem policial, os dois homens, identificados como Alex José da Silva e Antônio Nascimento Junior, de 37 anos, tentaram fugir pelo matagal. Alex Silva foi alcançado pelos policiais, mas Antônio conseguiu fugir.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública, Alex revelou que a dupla vendia as motos roubadas e furtadas e também indicou o local onde estava o comparsa. Os policiais foram até o local e prenderam Antônio, em flagrante, em um bar do qual ele é dono.

Ainda de acordo com a SSP, no bar, os policiais encontraram mais duas motocicletas, roubadas no dia 8 de agosto. A dupla confessou ter mais veículos escondidos e, em um terceiro imóvel, nos fundos do estabelecimento, onde as outras dez motos foram achadas. O 13º veículo foi apreendido na caminhonete onde os suspeitos foram abordados. A dupla foi levada para a Delegacia Territorial (DT) de Barreiras. (G1).


O presidente Michel Temer sancionou na tarde desta terça-feira (14) a lei de proteção de dados pessoais, que regulamenta as situações em que informações publicadas na internet podem ser coletadas tanto por empresas quanto pelo poder público. O presidente vetou a criação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), que teria a função de fiscalizar o que está previsto na lei, além de aplicar sanções e multas para quem desrespeitá-la. A justificativa é que a criação da autarquia criaria mais despesas ao executivo em um momento de crise fiscal e cenário pré-eleitoral.

Aprovada em julho pelo Senado, a lei cria um marco legal para a proteção de informações pessoais de brasileiros, como nome, endereço, e-mail, idade, estado civil e situação patrimonial. A legislação é baseada em leis internacionais de proteção de dados e tem como principal inspiração as regras de privacidade recentemente estabelecidas na União Europeia (GDPR, na sigla em inglês).

A nova lei começa a valer em 18 meses, prazo necessário para governo, empresas e sociedade se adaptarem às mudanças. A empresa que desrespeitar as normas pode ser multada em até 2% de seu faturamento até o limite de 50 milhões de reais.

De forma geral, para uma empresa ter acesso a dados, agora vai precisar do consentimento dos usuários. A legislação também obriga que empresas ou órgãos públicos excluam os dados após o fim da relação com cada cliente.

Além disso, a legislação obriga que empresas digam quais dados pessoais estão em sua posse quando isso for solicitado por brasileiros. Informações de crianças e adolescentes também estão mais protegidas e só podem ser usadas com consentimento dos pais ou de responsáveis legais.


A Associação Budô-kan de Karatê, que conta com apoio da Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Esporte e Lazer, conquistou o 3º Lugar, na soma geral, da I Etapa do XIX Campeonato Baiano de Karatê, realizada pela Federação Baiana de Karatê Estilo Shotokan (FBKES) e a Providência Karatê Club, no último fim de semana, no Ginásio de Esportes Waldemar Pinto de Queiroz, em Santo Antônio de Jesus. Na segunda-feira, dia 13, os atletas que participaram do campeonato, juntamente com o sensei Elielson Vieira e alguns pais dos jovens competidores, estiveram em visita a sede da Secretaria de Esporte e Lazer para apresentar as medalhas e o Troféu de 3º lugar, conquistados no quadro geral de medalhas. Eles foram recebidos pelo diretor de Esportes, José Murilo Moreira, que representou o secretário, Marcelo Pires.

A Associação Budô-kan de Karatê existe há quase 10 anos, sob coordenação do sensei Elielson Vieira, possui cerca de 80 alunos, dos sexos masculino e feminino, atende a crianças, jovens e adultos do município e recebe apoio da Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Esporte e Lazer, com suporte para treinamentos, promoção de competições de karatê em Jequié, bem como disputa para competições em outras cidades.

A competição reuniu atletas dos municípios de Alagoinhas, Dom Macedo Costa, Feira De Santana, Jequié, Maraú, Salvador, Santaluz, Senhor do Bonfim, Ubatã, entre outras. Todos em busca de uma vaga na etapa decisiva que acontecerá em novembro, em Jequié. As duas etapas valem como seletiva para o Campeonato Brasileiro de Karatê 2019.

Ao todo foram 29 medalhas conquistadas pela Associação Budô-kan de Karatê, sendo 10 medalhas de ouro, 13 de prata e 6 de bronze.

As medalhas foram conquistadas pelos atletas:
Emily Andrade – Duas medalhas de ouro;
Brenna Miranda – Duas medalhas de ouro;
Paulo Henrique Paixão – Duas medalha de ouro e uma de prata;
Camile Silva – Uma medalha de ouro e uma de prata;
Andrey Jesus – Uma medalha de ouro e uma de prata;
Isis Karoline – Uma medalha de ouro e uma de prata;
Fernanda Evelyn – Uma medalha de ouro e uma de bronze;
Cristiano Reis – Uma medalha de ouro e uma de bronze;
Erica Barbosa – Duas medalhas de prata.
Taislane Santana – Duas medalhas de prata;
Iasmim Alves – Duas medalhas de prata;
Wellington Junior – Duas medalhas de prata;
Alesson Sena – Uma medalha de prata e uma de bronze;
Ana Paula – Duas medalhas de bronze.

Com destaque para a atleta Emily Andrade, hepta campeã baiana de karatê. A equipe ainda contou com a participação dos atletas Airan Rangel, Izabela Souza, Ana Karla Nascimento e David Araújo.

Os desportistas Paulo Henrique Paixão, Emily Andrade, Erica Barbosa, Beatriz Cavalcante, Taislane Santana, Cristiane Reis e Izabela Souza, juntamente com o sensei Elielson Vieira, irão representar o estado da Bahia no Campeonato Brasileiro de Karatê, nos dias 7, 8 e 9 de setembro, na cidade de Maracanaú, no Ceará, pela Seleção da Federação Baiana de Karatê Estilo Shotokan (FBKES).