O subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy, Guilherme Lopes da Cruz, de 26 anos, foi assassinado na madrugada desta quarta-feira na Estrada do Gabinal, na Freguesia de Jacarepaguá, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. O crime ocorreu após o 2º Tenente reagir a uma tentativa de assalto. Segundo informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Rio de Janeiro, o policial estava em uma lanchonete quando foi abordado por criminosos, que não tiveram seus nomes divulgados.

Esta é a segunda morte de policial confirmada em dois dias. Na manhã desta terça, o 2º Sargento do Exército Bruno Cazuca, de 35 anos, foi morto em Campo Grande, bairro da Zona Oeste. Ele dirigia seu carro, quando houve uma tentativa de assalto na estrada Rio-SP. O sargento reagiu e foi atingido. No início do mês, o soldado Dejair Jardim do Nascimento, de 29 anos, da UPP da Rocinha, Zona Sul, foi assassinado quando chegava a um supermercado em São Gonçalo, município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.


Após análise e visando promover maior fluidez do trânsito, no entorno da Praça Luiz Viana Filho, no Centro da cidade, a Prefeitura de Jequié, através da Superintendência Municipal de Trânsito (SUMTRAN), implantará a partir desta quinta-feira, 22, um ponto de parada para ônibus urbano, na Rua Lindolfo Rocha, também no Centro.

A partir desta data, por determinação da SUMTRAN, está proibida a parada de ônibus intermunicipal que funciona no ponto de ônibus da Rua Lindolfo Rocha. A medida visa evitar a parada irregular de ônibus em frente da Igreja Universal do Reino de Deus onde, por conta do desembarque de passageiros, ocasiona transtornos, gerando lentidão naquele perímetro.

Os ônibus intermunicipais continuarão com pontos de desembarque no terminal rodoviário de Jequié, no bairro do Joaquim Romão; no bairro do Mandacaru, após a Policlínica Regional; e no Oásis, no bairro do Jequiezinho.

A SUMTRAN lembra, ainda, aos condutores que é proibido estacionar no espaço de 10 metros antes e 10 metros após o marco de parada de ônibus, conforme versa o artigo 181 inciso XIII do Código de Trânsito Brasileiro, que é a lei que regulamenta o trânsito no país.

“Reconhecemos que a cidade cresceu e a frota de veículos está cada dia maior, por isso a parada desses ônibus intermunicipais naquele trecho da área central da cidade ficou inviável. Procuramos, com essa medida oferecer mais fluidez no trânsito no entorno da Praça Luiz Viana.”, destacou o superintendente da SUMTRAN, Luiz Cruz.
A Prefeitura de Jequié, por meio da SUMTRAN e em conjunto com a Secretaria de Infraestrutura analisa, ainda, outras mudanças a serem implementadas nas proximidades da Praça Luiz Viana Filho, com o objetivo de desafogar o trânsito na área central da cidade.


Na tarde do último dia  (19), a Polícia Rodoviária Federal prendeu, no sudoeste do estado, uma traficante transportando droga de Foz do Iguaçu/PR para João Pessoa/PB. O fato ocorreu por volta das 14 h, no KM 830 da BR 116, trecho do município baiano de Vitória da Conquista.

O flagrante foi registrado quando os PRFs abordaram um ônibus interestadual que fazia a linha São Paulo/SP X Natal/RN. Durante a fiscalização, os policiais encontraram, no bagageiro, em uma mala de cor verde, quatro tabletes de entorpecente, sendo três de crack e um de cocaína. Identificada a proprietária da droga, ela informou à equipe que receberia determinada quantia para o transporte do material. A mulher foi detida e encaminhada à delegacia de polícia judiciária local onde responderá por tráfico de drogas.


O Senado aprovou, por 55 votos a 13 e uma abstenção, o decreto de intervenção federal no Rio de Janeiro para a área da segurança pública. Com a aprovação da medida pelos deputados e, agora, pelos senadores, o governo federal foi autorizado a nomear um interventor no estado devido ao “grave comprometimento da ordem pública”, como solicitado pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (16).

A votação no Senado durou pouco mais de três horas, a metade do tempo utilizado pela Câmara para discutir e aprovar o decreto, por 340 votos a 72, na madrugada de hoje (20). É a primeira vez que a União intervém em um estado desde 1988.

Durante a sessão, cinco oradores discursaram favoravelmente ao decreto, e cinco contra. Além de questões de ordem para que a votação não ocorresse, a oposição solicitou a criação de uma comissão externa temporária para fiscalizar os desdobramentos da intervenção. Após a confirmação dos parlamentares, cabe agora ao presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), publicar um decreto legislativo referendando o decreto e autorizando a nomeação do general Walter Braga Netto.


Diversos moradores da orla de Salvador viram um forte clarão surgir no céu por volta das 22h30 desta terça-feira (20). Há relatos em bairros como Pituba, Brotas, Imbuí e Stiep, além de áreas da Região Metropolitana de Salvador, como Lauro de Freitas e Guarajuba. Até mesmo comentários em Itaberaba, na Chapada Diamantina, e Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, no Vale Jiquiriçá e Jequié, foram identificados.

Não há detalhes sobre o que teria causado o clarão, mas algumas pessoas pensaram se tratar de um trovão, fogos de artifício, um avião pegando fogo e até um meteoro que teria caído no Litoral Norte. “Alguém mais viu um ‘meteoro’ cruzando a Pituba agora?”, questionou um internauta no Facebook. “Eu não sei de foi uma estrela cadente, mas acabei de ver uma bola de fogo caindo do céu com um clarão enorme. Mais alguém de Salvador viu?”, contou outro no Twitter. “Alguém explica esse clarão no céu de Salvador? E esse objeto caindo e pegando fogo? Não sei o que foi, nunca vi nada assim. Não vou mentir ué, na dúvida, eu fiz até pedido. Tô morrendo de curiosidade”, brincou outro. Não há registro sobre barulhos após o clarão. BN.


Uma moto modelo Honda CG 150,ano 2007, de placa JPX- 9313, licenciada de Itiruçu, foi tomada de assalto nas imediações da Praça da Bíblia na noite desta terça-feira (20), por volta das 20h40.

Proprietário ao lado da moto.

De acordo com informações colhidas pelo Blog Itiruçu Online, dois elementos em uma outra moto de dados ignorados, seguiram o proprietário da moto tomada de assalto, conhecido por Miguel de Pelé e,  após o mesmo ter saído de um culto na Igreja Mundial  ,que fica ao lado dos Box na Praça Gilberto Scaldaferri, seguindo-o até as imediações da Praça da Bíblia, onde  deram ordem de parada e com um revolver de calibre ignorado anunciaram o assalto. Os meliantes só levaram a moto. Ninguém ficou ferido.

A Polícia de toda região fará cercos para tentar chegar aos militantes. Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso.


O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirmou nesta segunda-feira (19),  durante a reunião dos Conselhos da República e de Defesa Nacional que os militares que atuarão na intervenção da segurança do Rio precisam de “garantias” para que não enfrentem “uma nova Comissão da Verdade”. A comissão, que funcionou entre 2012 e 2014, apurou as violações de direitos humanos ocorridas durante a Ditadura de 1964, tendo como foco principal os desaparecidos políticos.

— Os militares precisam ter garantia para não enfrentar daqui a 30 anos uma nova Comissão da Verdade pelo que vamos enfrentar no Rio durante a intervenção — disse, segundo dois dos presentes.

Segundo quem estava na reunião, Villas Bôas mencionou isso ao destacar o risco de enfrentamento das tropas com as quadrilhas armadas da cidade, que pode provocar mortes. O general também solicitou recursos financeiros, equipamentos e até mesmo que o Planalto faça uma campanha publicitária em defesa da ação. O general avaliou que as Forças precisarão do apoio da população em um momento em que as autoridades públicas estão desacreditadas.

Na reunião, os dois conselhos aprovaram, por maioria dos votos, o apoio à intervenção. Os dois conselhos funcionam como órgãos consultivos do presidente da República para o caso e, por isso, não possuíam poder de vetar a medida. Entre os membros do Conselho de Defesa Nacional, a aprovação foi por unanimidade.

PETISTA VÊ FALTA DE DADOS

Já no o Conselho da República dois membros se abstiveram: os líderes da minoria no Senado e na Câmara, senador Humberto Costa (PT-PE) e deputado José Guimarães (PT-CE), opositores ao governo. Eles criticaram a medida e disseram que o governo não apresentou dados sobre a segurança no Rio.

— A deliberação, por maioria, foi de aprovar a intervenção. No entanto, não nos foram dadas as informações necessárias. Por exemplo: não nos deram dados sobre o crescimento da criminalidade no Rio, como é alegado, nem sobre resultados de ações anteriores em que foram utilizadas as Forças Armadas. Não tivemos ainda previsão de gastos e muito menos uma análise de planejamento sobre que resultado se espera a curto e médio prazo — afirmou Humberto Costa.

Participaram da reunião na manhã desta segunda, além do presidente Temer, os presidentes da Câmara e do Senado; os líderes do governo, da maioria e da minoria na Câmara e no Senado; os ministros da Defesa, da Justiça, da Casa Civil, da Secretaria-Geral da Presidência, da Fazenda, do Planejamento, das Relações Exteriores, da Secretaria de Governo e do Gabinete de Segurança Institucional; os comandantes da Aeronáutica, do Exército e da Marinha; além de três representantes da sociedade civil indicados para compor o Conselho da República. Agência O Globo.


Divulgação Secom

Ocorreu na manhã desta segunda-feira, 19, no auditório do Sindicato Rural de Jequié, mais uma reunião entre os pequenos produtores rurais do município, a Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, da Prefeitura de Jequié, e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Estiveram presentes o secretário da Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, Adilson Miranda; o técnico do IBGE, Genival Tavares; o presidente do Sindicato Rural de Jequié, Ivo Silva Santos; o engenheiro agrônomo, Renildo Peixoto; o gerente técnico da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADA), André Bispo; o subcoordenador da BAHIATER, Silvio Siqueira; o chefe do escritório local da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC), Edson Jarade; os diretores da Central das Associações Comunitárias (CENASC), Raílson Vieira e Franscisney Bonfim, além de demais representantes rurais dos distritos e pequenos produtores agrícolas.

O encontro teve como pauta a formulação do Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a partir dos dados sobre a produção agrícola relatados pelos produtores rurais e associações.

Em um diálogo aberto entre os produtores rurais dos distritos de Jequié, técnicos do IBGE e demais autoridades, foram coletados os dados sobre o plantio em hectares, que se configuram na Instituição como registros oficiais. Baseados no Censo, conforme a produção regional, serão avaliados os valores dos recursos destinados pelo governo federal e estadual, sendo então, repassados ao município para serem gerenciados pela Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente. “A reunião é importante para gerar visibilidade à produção agrícola da região e cria notoriedade atraindo, assim, mais recursos.”, disse Alexandre


A possibilidade de permutar consultas e exames entre os 28 municípios consorciados da Policlínica Regional em Jequié foi uma das vantagens apontadas por prefeitos e secretários municipais de saúde, durante reunião que avaliou o desempenho da unidade nesta segunda-feira (19). Na oportunidade, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, pontuou que em menos de 60 dias já foram realizados mais de 2 mil atendimentos.

De acordo com o titular da pasta estadual da Saúde, a perspectiva é ampliar ainda mais o número de consultas e exames ofertados nos próximos 30 dias. “Avaliamos que é possível otimizar a rota dos ônibus que buscam os pacientes nos municípios e trazem para a Policlínica, bem como criar um banco de permutas entre os entes consorciados, pois às vezes alguém precisa de mais consultas com neuropediatras do que cardiologistas, e o ideal é manter a agenda da unidade sempre cheia e atendendo a necessidade de todos”, destaca Vilas-Boas.

Novas especialidades como angiologista, mastologista e neurologista serão integradas ao quadro de serviços em breve. Atualmente, a Policlínica Regional oferta consultas com cardiologista, cirurgião geral, endocrinologista, gastroenterologista, ginecologista, otorrinolaringologista, oftalmologista, urologista, ortopedista e pneumologista.

Dentre os exames disponíveis, destaque para ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia, radiografia, ecocardiograma, mapa e endoscopia.

 

Policlínica Regional

As policlínicas regionais são resultado de uma parceria entre o Governo do Estado e os municípios formados pelos Consórcios Públicos de Saúde. Nelas não serão atendidas urgências e emergências e nem qualquer tipo de demanda espontânea. O Governo do Estado investe na construção e aquisições de equipamentos e micro-ônibus, que no caso específico de Jequié foram R$ 22 milhões. Além disso, o Estado é responsável pelo custeio de 40% do gasto mensal e os outros 60% são divididos entre os municípios consorciados de acordo com o número de habitantes. Fonte- Sesab


Conheça o Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara (Cefep), organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no olhar do documentarista baiano Dado Galvão aluno da 7ª turma do curso de pós-graduação em Fé e Política do CEFEP, uma parceria com a PUC/RJ (Pontifica Universidade Católica do Rio de Janeiro). O vídeo-reflexão intitulado: “não se esqueça dos pobres” é inspirado na recomendação do cardeal brasileiro Cláudio Hummes para o Papa Francisco.A 7ª edição do Curso de Formação Política para Cristãos Leigos e Leigas 2018/2019 começou dia 14 de janeiro. A primeira etapa do curso, organizado pelo Centro de Fé e Política Dom Helder Câmara (Cefep), contou com 45 participantes e se estendeu até o dia 27/01.

De acordo com o padre José Ernanne Pinheiro, coordenador do Cefep, o objetivo da formação é fomentar no Brasil um pensamento social cristão à luz do Ensino Social da Igreja e dos valores evangélicos. O Cefep ainda pretende contribuir com a formação de lideranças na política, a partir de uma reflexão bíblica e teológica, das ciências sociais e da filosofia. Ele calcula que mais de 25 vereadores já passaram pela formação oferecida pelo Cefep.