Duas toneladas de maconha foram apreendidas em um caminhão na BR-116, na Bahia, durante uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Militar, após uma denúncia anônima. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a ação ocorreu na quinta-feira (18). Dois homens que estavam em um carro escoltando o caminhão que levava a droga foram presos. O motorista do veículo onde a maconha estava não foi encontrado.

A Secretaria de Segurança Pública informou que, após serem acionadas pela Polícia Federal, as unidades da Cipe Nordeste e da PRF fizeram uma barreira para o carro pequeno, que tinha placa de Piracicaba (SP), e interceptaram o veículo nas proximidades da cidade de Tucano.

Em seguida, os policiais seguiram até um posto de combustível, na cidade de Teofilândia, onde encontraram o caminhão parado. O motorista não foi encontrado. Os fardos da droga foram achados no baú do veículo, escondidos na carga de farinha.

O caminhão também tinha placa de Piracicaba (SP). Os suspeitos presos no carro que escoltava o caminhão, identificados como José Carlos dos Santos e Paulo Eber dos Santos, ambos do Paraná, foram encaminhados para a PF, em Feira de Santana. G1.


O governador Rui Costa divulgou nas redes sociais, na noite desta sexta-feira (19), uma carta dos governadores do Nordeste sobre recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro. No documento, os gestores da região manifestam “espanto e profunda indignação” em relação aos comentários do presidente “transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional”. Leia a íntegra da carta:

“Carta dos Governadores do Nordeste
19 de Julho de 2019

Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional. Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”.


 

Os territórios do Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá precisam de um aeroporto regional para alavancar seu desenvolvimento econômico e social. É o que afirma o deputado estadual Zé Cocá (PP), membro efetivo da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembléia Legislativa da Bahia (Alba), que encaminhou indicação ao governador Rui Costa reivindicando estudos através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), para implantação de do equipamento.  
No documento encaminhado ao governador Zé Cocá pondera que “a construção do aeroporto trará incontáveis benefícios para os dois territórios de identidade, gerando empregos com a movimentação da economia regional”. Ele diz ainda que os aeroportos são muito mais que infraestruturas para aviação, agregando outros empreendimentos, geradores de desenvolvimento econômico e social.
O deputado avalia que o aeroporto defendido por ele será determinante para acelerar o desenvolvimento dos 16 municípios que formam o Médio Rio de Contas, onde estão localizadas cidades como Jequié, Ipiaú e Manoel Vitorino, e os 20 municípios do Vale do Jiquiriçá, regiões de grande importância para a economia baiana. Para o deputado, o entroncamento de Jaguaquara reúne condições do ponto de vista geográfico e topográfico para implantação do equipamento, também por ser estratégica para atender aos dois territórios de identidade.


Como já havia anunciado ao Blog Itiruçu Online, a prefeita de Itiruçu, Lorenna Di Gregorio, assinou, nesta quinta-feira (18), em Salvador, a ficha de filiação ao PSD, partido do atual vice-prefeito, Júnior Petrúquio. “Hoje demos o primeiro passo para essa nova caminhada que está por vir. Com muita satisfação, através do deputado federal Antonio Brito, me filiei ao PSD, onde fui muito bem recebida pelo Senador Otto Alencar. Dessa forma iremos trilhar com os laços mais estreitos com nosso vice-prefeito Júnior Petrúquio e o vereador Jó de Jú,  que já representam o partido na nossa cidade”, disse a prefeita.

De acordo com informações repassadas ao Itiruçu Online, Gregorio deve assumir a presidência do partido, como já lhe foi oferecido pelo vice-prefeito. Na cidade não é mais novidade a pré-candidatura da médica à reeleição, também em declaração confirmada ao Itiruçu Online, cravando a repetição da Chapa “Lorenna e Petrúquio” na disputa. Lorena era filiado ao PRB, partido então lhe garantido pelo deputado Federal Jorge Solla, que perde cada vez mais espaço no cenário político local pela força de articulação de Antonio Brito nas ações de ajuda ao governo Lorenna.

Mais três prefeitos migraram para o PSD.

Além da prefeita de Itiruçu, o Deputado Antonio Brito conseguiu levar a sigla políticos de outros municípios que exerce liderança política. No total, até aqui, mais três prefeitos na sigla: Lorenna di Gregório (Itiruçu), Silvany Barros (Manoel Vitorino) e Adonias Rocha (Boa Nova).  O PSD, partido que mais cresce no Estado, agora possui 97 prefeitos. A reunião ocorreu na presença de 5 prefeitos, um vice-prefeito, ex-prefeitos, 4 vereadores (sendo dois presidentes da Câmara) e diversas lideranças políticas de Jaguaquara, Itapetinga, Maracás, Irajuba.


Dois elementos tombaram em ação Policial no município de Lajedo do Tabocal. De acordo com informações policiais ao Blog Itiruçu Online, a guarnição da Cipe Central realizava rondas pelo no perímetro rural do município, Povoado do São Pedro, sendo informados que dois indivíduos armados estariam causando terror, promovendo assaltos e realizando intenso tráfico de drogas, buscando refúgio no povoado de São Pedro.

Após contar com apoio de uma Guarnição da 93ª CIPM de Maracás, o efetivo policial deslocou até o Povoado e efetuo cerco contra os denunciados, que, segundo a Polícia, resistiram e  uma tentativa de fuga empregando o uso  de arma de fogo, sendo repelidos de pronto pelos policiais militares. Os elementos tentaram fugir entrando em uma residência na localidade, sendo acompanhados pelos policiais que foram mais uma vez surpreendidos por novos disparos, sendo necessário uma ação mais enérgica e proporcional ao intento da dupla criminosa. Após o cessar fogo, percebeu-se os dois indivíduos caídos ao solo alvejado, e com os mesmos dois revólveres, sendo socorridos ao Hospital Municipal de Lajedo do Tabocal, com vida, todavia o quadro evoluiu para o óbito, atestado pelo médico plantonista.

Juan Paz da Silva, 26 anos e Saulo dos Santos Oliveira foram identificados como os residentes a ação policial. Segundo a polícia, a dupla é acusada de participação em assaltos, tráfico de drogas e roubos e estaria a meses escondida na região praticando crimes. Saulo e Juan eram egresso do Conjunto Penal de Jequié e cumpriam pena em regime aberto.

Com eles foram apreendidos: 01 (um) Revólver, cal. .32, Taurus, numeração 79573 contendo munições de mesmo calibre, sendo 03 deflagradas, 02 picotadas e 01 intacta; 01 (um) Revólver, cal. .32, marca ignorada, numeração suprimida, contendo munições de mesmo calibre, sendo 04 deflagradas, 01 picotada e 01 intacta; Aproximadamente 400g de substância análoga à maconha; e 01 máscara.

O resistente identificado pela alcunha de “JUAN”, já tinha diversas passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo a veículos, bem como troca de tiros com policiais rodoviários federais. O resistente identificado pela alcunha de “SAULO”, já tinha diversas passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo a veículos e assalto a mão armada


Matéria reproduzida na íntegra do Blog Marcos Frahm

Um grave acidente automobilístico ocorrido na noite desta quarta-feira (17/07) deixou uma pessoa morta e três feridas na Rodovia BA-026. Conforme informações preliminares apuradas pelo Blog Marcos Frahm, uma ambulância de uma funerária de Brumado/BA e um caminhão com placa de Uberlândia/MG colidiram frontalmente entre os povoados de Cascalho, município de Iramaia, e Pé de Serra, pertencente a Maracás. Ainda segundo apurou a redação, a vítima fatal estava a bordo da ambulância. Os sobreviventes foram socorridos para hospitais da região. Não há detalhes sobre as circunstâncias do acidente, que deve ser registrado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Identificação da vítima

A vítima fatal do acidente automobilístico ocorrido na noite desta quarta-feira (17/07), na BA-026, era acompanhante de uma paciente transportada em uma ambulância de uma funerária da cidade de Brumado. O homem, que segundo o Instituto Médico Legal de Jequié, para o corpo foi levado não portava documentos e os peritos aguardam familiares para o reconhecimento no IML, conforme informações apuradas pelo Blog Marcos Frahm. Ele era esposo da mulher que era levada no veículo no momento em que a ambulância colidiu frontalmente com um caminhão com placa de Uberlândia/MG.

A mulher e o motorista da ambulância foram socorridos por equipes do Samu de Iramaia e Maracás ao Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié, onde permanecem internados com lesões graves. O condutor d caminhão também ficou ferido e socorrido. O acidente aconteceu entre os povoados de Cascalho E Pé de Serra. Não há informações sobre as causas da colisão. *Informações do Blog Marcos Frahm.


O Ministério da Educação (MEC) apresentou nesta quarta-feira, 17, um programa com previsão de aporte de mais de R$ 100 bilhões para as universidades federais. O Estado separou respostas que detalham o funcionamento da iniciativa planejada.

Como funciona o financiamento das universidades federais hoje?
A autonomia administrativa das faculdades públicas federais é prevista pela Constituição, mas na prática depende de aprovação do Ministério da Educação (MEC) para a execução orçamentária e as verbas são repassadas com rubricas específicas. Os reitores também obedecem às normas de contratações e licitações para órgãos públicos.

O cálculo da verba para cada instituição é feito por uma matriz que considera aspectos como a quantidade de alunos, de graduações e pós, os tipos de cursos, além do número de residências médicas. As universidades também já desenvolvem projetos de captação de recursos na iniciativa privada.

O que é o programa Future-se?
O programa Future-se foi apresentado com a promessa de modernizar a gestão das universidades federais e criar uma alternativa para a crise orçamentária das instituições. São previstos R$ 102,6 bilhões em incentivos para a captação de recursos privados – como doações, parcerias com empresas, aluguel e venda de patrimônio público e “naming rights” – e incentivo à Lei Rouanet. O programa prevê um “fundo soberano do conhecimento” para ser distribuído pelas universidades.

Quais recursos estão previstos?
Os recursos, divididos em cinco eixos, virão principalmente de patrimônio imobiliário cedidos pela União, de R$ 50 bilhões, que podem ser vendidos ou concedidos à iniciativa privada. Outros R$ 33 bilhões são de fundos constitucionais do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Leis de incentivos fiscais e depósitos à vista representarão R$ 17,7 bilhões; e R$ 700 milhões virão de outras fontes, como utilização econômica de espaços públicos e fundos patrimoniais. O Future-se também terá R$ 1,2 bilhão de recursos de cultura (para bibliotecas e museus universitários, por exemplo) captados via Lei Rouanet.

Que outras mudanças poderão ocorrer?
Com o programa, o MEC pretende que as universidades celebrem contratos com empresas para a gestão compartilhada do patrimônio imobiliário da universidade (comodato ou cessão dos imóveis serão liberados), criar fundos patrimoniais (com doação de empresas ou ex-alunos) e ceder os “naming rights” de seus câmpus ou edifícios (como ocorre em estádios e cinemas).

Quais são os próximos passos para implementação das medidas?
Antes de implementar o programa, haverá consulta pública por um mês. “O MEC não vai impor nada”, diz nota da pasta. Na sequência, uma parte da proposta deverá ainda passar pelo Congresso. Mas o ministro Abraham Weintraub disse ter pressa. “Estamos conversando com a Casa Civil para entrar em vigor este ano. Muitas ações têm autorização legal.”

Alguma forma de cobrança de mensalidade nas universidades é mencioada?
O MEC tem destacado que a proposta não prevê a cobrança de mensalidades nas federais.

Qual foi a reação dos reitores?
A Andifes, associação de reitores das federais, afirmou que diversificar fontes de financiamento é importante e uma demanda antiga, mas cobrou detalhes. “Precisamos entender como se dará essa participação, como será o contrato de adesão, quanto tempo e qual parcela de recursos cada instituição receberá e se haverá redução de orçamento”, disse Reinaldo Centoducatte, presidente da Andifes e reitor da federal capixaba. Leia aqui a repercussão entre outros especialistas.


O governo do presidente Jair Bolsonaro decidiu marcar os seus 200 dias com um novo pacote de medidas para tentar acelerar a economia e melhorar a aprovação do presidente, ao virar a curva de meio ano no poder sem ter conseguido ainda a aprovação da reforma da Previdência.  A equipe econômica corria para tentar fechar para a comemoração dos 200 dias as medidas que prevêem a nova liberação de parte do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A medida, que foi confirmada para “esta semana”, pelo presidente, ainda não estaria pronta, mas era apontada por fontes do Planalto como uma das que podem ser apresentadas nesta quinta.

Fontes da equipe econômica ainda não tem certeza se conseguirão anunciar a medida esta semana. De acordo com uma delas, mesmo a operacionalização da operação ainda não estava acertada. Fontes da equipe econômica disseram à Reuters que duas possibilidades serão apresentadas ao presidente ainda na noite desta quinta para que ele tome uma decisão, que pode ocorrer só nesta  quinta-feira. A medida é o foco mais direto para tentar revigorar a economia até o final deste ano e escapar de um crescimento praticamente nulo no primeiro ano de governo Bolsonaro. Na Argentina, o presidente disse que se trata de “uma pequena injeção na economia”.

Na semana passada, o governo cortou a previsão de alta do PIB deste ano de 1,6% para 0,81%. O mesmo número saiu no último boletim Focus, na segunda-feira, com as estimativas de mercado. O pacote de 200 dias inclui ainda mais um “revogaço”, uma lista de revogações de decretos considerados ultrapassados ou sem função. No primeiro deles, foram revogadas mais de 200 medidas.

ARTESANAIS

Uma das medidas de efeito prático mais imediato que serão anunciadas nesta quinta no Planalto é a regulamentação da lei que libera o transporte e a venda de produtos artesanais, como por exemplo, queijos da Serra da Canastra, para outros Estados com menor burocracia. Desde que tenham o chamado Selo Arte, os produtos, que hoje têm sua comercialização praticamente restrita ao município ou Estado onde são fabricados, poderão ser vendidos em todo país. A estimativa do Ministério da Agricultura é que 70 mil produtores de queijos artesanais se beneficiem da medida. Também deverão ser apresentadas medidas na área social, como a criação de um programa para acolhimento e atendimento de idosos, tocado pelo Ministério da Cidadania.

O governo ainda prepara um pacote de medidas econômicas para aquecer a economia que vão além do FGTS. De acordo com fontes ouvidas pela Reuters, no entanto, o pacote –que inicialmente iria ser anunciado apenas depois da reforma da Previdência, mas deve ser antecipado, já que a reforma deve ser finalizada apenas em setembro– ainda não foi fechado.


Os Municípios brasileiros recebem na próxima sexta-feira, 19 de julho, o segundo decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Será creditado nas contas municipais o montante total de R$ 798.960.237,90, já descontado a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 998.700.297,38.

Dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) mostram que o 2º decêndio de julho de 2019, comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou crescimento de 9,14% em termos nominais, ou seja, que não consideram os efeitos da inflação. Já o acumulado do mês, em relação ao mesmo período do ano anterior, teve crescimento de 14,42%.

Quando o valor do repasse leva em conta a inflação do período, comparado ao mesmo período do ano anterior, o crescimento é de 5,93%. Com relação ao acumulado do ano, verifica-se que o valor total do FPM vem apresentando crescimento positivo.

Base de cálculo
No 2º decêndio, a base de cálculo é dos dias 1 a 10 do mês corrente. Esse decêndio geralmente é o menor do mês e representa em torno do 20% do valor esperado para o mês inteiro. A soma do 1º e 2º decêndio mostra que o fundo está em crescimento de 11,06% dentro do mês, se comparado ao mesmo período de 2018, levando-se em conta a inflação do período.

O total repassado aos Municípios no período de janeiro até o 2º decêndio de julho de 2019, apresenta crescimento de 7,51% em termos nominais (sem considerar os efeitos da inflação) em relação ao mesmo período de 2018.

Confira quanto seu Município vai receber.


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) torna público o edital do Processo Seletivo para cursos técnicos, nas formas integrada e subsequente, com ingresso em 2020.

São oferecidas 5.594 vagas, disponíveis em 20 cidades da Bahia: Vitória da Conquista, Barreiras, Brumado, Camaçari, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Seabra, Simões Filho, Ubaitaba e Valença. Metade das vagas será destinada a estudantes que cursaram o ensino fundamental e/ou médio em escolas públicas, e 5% para candidatos com deficiência.

As inscrições já podem ser realizadas e vão até o dia 20 de setembro, exclusivamente pela internet, através da página do Processo Seletivo. Para se inscrever, o candidato deve preencher os dados solicitados e gerar o boleto para pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 35. Caso o candidato tenha cursado todo o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano, antiga 5ª a 8ª série) em escola pública poderá solicitar, até o dia 22 de agosto, a isenção parcial da taxa de inscrição, pagando o valor de R$ 3,50, correspondente a 10% da taxa de inscrição.

O quadro de vagas do Processo Seletivo 2020 é composto por 3.030 vagas para 19 cursos da forma integrada e 2.564 para a forma subseqüente, em 17 cursos. Em Vitória da Conquista serão ofertadas 385 vagas para cursos técnicos de Eletromêcanica, Edificações, Eletrônica, Informática, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente.  

Para ingressar nos cursos técnicos integrados, com formação de três a quatro anos, os candidatos devem ter o ensino fundamental concluído ou estarem em vias de conclusão até a data de matrícula no IFBA. Todas as vagas terão aplicação de prova de questões objetivas (geografia, história, língua portuguesa e matemática).

Já para os cursos técnicos subsequentes, com duração média de dois anos, os candidatos devem ter concluído o ensino médio ou estarem em vias de conclusão até a data de matrícula no IFBA. A seleção é realizada através da aplicação de prova de questões objetivas (atualidades, língua portuguesa e matemática).

As provas do processo seletivo acontecerão no dia 24 de novembro, das 9h às 12h30.

Mais informações pelo e-mail [email protected], nos telefones (71) 2102-0474 e (71) 2102-0470 e na página do Processo Seletivo.