A prefeitura de Itaquara apresentou a programação oficial dos festejos de São João 2018 no município.   Com a proposta de manter a tradição e valorizar também os artistas da região, com um São João que conta com a tradicional Vila Junina, entre os dias 20 e 21 de junho. Os principais shows dos festejos acontecem de 22 a 24 de junho.

Com o apoio da Bahiatursa, Itaquara escalou sua seleção dos artistas com a dupla Edu e Maraial, Zefa di Zeca, Lé kum Cré, Sandro Lúcio, Gasparzinho e muitas outras atrações, além dos artistas locais!

“Vamos, novamente, curtir nossa maior festa com paz, harmonia e muita diversão. Estão todos convidados, mas não custa lembrar, venham na paz e se beber, não dirijam”, convida à equipe do São João.


A Petrobras anunciou hoje (21) redução de 1,1% no preço da gasolina em suas refinarias. A partir de amanhã (22), o litro do combustível será vendido pela estatal por R$ 1,8634, 2 centavos a menos do que o R$ 1,8841 cobrado hoje. Desde o dia 9 de junho, quando foi anunciado o último aumento no preço, a Petrobras tem mantido ou feito reduções no valor do combustível. No mês, a gasolina acumula queda de 5,27%, ou seja, de 10 centavos.


O prefeito de Itaquara, Marco Aurélio (PSB), assinou, na última terça-feira, 19, em Salvador,  um convênio com a  Secretaria de Saúde da Bahia, voltado para a Reforma do Hospital Municipal do município. Os recursos foram  viabilizados através do Deputado Victor Bonfim, no valor de R$ 250 mil reais. “Estive em Salvador assinando um convênio no valor de R$ 250 mil reais para reforma do CAMOI, nosso hospital municipal com o apoio do deputado estadual Vítor Bonfim. O governador Rui Costa atendeu a  nosso pedido e essa importante se tornará uma  realidade. Sabemos o quanto   a saúde é, sobretudo,  a prioridade das prioridades e,  por isso,  não vamos medir esforços para melhorar cada vez mais os serviços que são  prestados para a nossa população. Contem comigo para ir atrás de recursos onde eles estiverem. O objetivo é melhorar a vida das pessoas, em todos os cantos de nossa Itaquara, mantendo  atenção para quem mais precisa”, disse o gestor.


Nelson Jr./SCO/STF Fux: Justiça pode anular eleição se resultado for fruto de ‘fake news’

O presidente de TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luiz Fux, afirmou nesta quinta-feira (21) que a legislação brasileira prevê a possibilidade de anulação de eleições se o resultado for influenciado pela difusão de informações falsas – as chamadas fake news. O ministro entende que o Código Eleitoral traz essa definição. Um dos dispositivos da lei prevê a anulação da eleição que for “viciada de falsidade”.

“O artigo 222 do Código Eleitoral prevê que, se o resultado de uma eleição qualquer for fruto de uma fake news difundida de forma massiva e influente no resultado, prevê inclusive a anulação”, disse. O ministro ressaltou que essa possibilidade só poderá ser efetivada após análise de um acervo de provas e depende de um conhecimento profundo do efeito provocado no pleito pela informação falsa. Candidatos que se sentirem penalizados terão que acionar o Poder Judiciário.

“Quem entender que a eleição deva ser anulada com base nesse dispositivo vai provocar a Justiça, vai ter a sua fase probatória, vai ter intervenção do Ministério Público. Cada parte vai trazer a sua verdade e o juiz, no final, quando ele decidir, traz a verdade do estado jurídico”, explicou. Divergência Em seminário que debateu o tema das fake news, o presidente do TSE divergiu do ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes, sobre a possibilidade de se combater a disseminação de notícias falsas.

“Eu tenho a impressão que é praticamente nula a possibilidade de se acabar com esse tipo de conteúdo”, afirmou Aloysio durante discurso. Minutos depois, Fux usou a palavra e, sem citar nomes, disse que não acredita ser impossível combater as fake news e que tem trabalhado para isso. “Discursos derrotistas passam do outro lado da rua. Aqui não. Aqui, temos a certeza que vamos combater com eficiência as denominadas fake news. […] Que desânimo é esse? Parece um desânimo limítrofe à leniência”, disse. Com informações da Folhapress.


A prevenção é o cuidado mais importante em relação às queimaduras, especialmente com a chegada das festas juninas, quando a tradição das fogueiras e dos fogos de artifício toma conta de todo o estado. Na Bahia, dois hospitais são referência no atendimento de queimaduras. O Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, é unidade de referência e um dos poucos equipamentos no país dotados de centro cirúrgico e UTI próprios, e, no interior, a especialidade é encontrada no Hospital Regional, em Santo Antônio de Jesus.

A unidade em Salvador vem se preparando para o período. A equipe está desde o mês de abril se atualizando sobre os métodos de atendimento. Segundo o diretor-geral do HGE, André Luciano Andrade, é preciso atenção especial com as crianças. “Os pais precisam estar presentes, não deixar essas crianças manusearem fogos de artifício mais potentes e, mesmo com os de baixo risco, é preciso atenção, para que elas não se queimem”. Andrade explica que as partes do corpo mais afetadas pelos acidentes com fogos de artifício são as mãos. “Mas uma explosão de bomba pode afetar a visão, ou provocar queimaduras em outras partes do corpo”, acrescentou.

O diretor informa que o HGE possui o maior centro de queimados da Bahia, inaugurado em 2016. “O HGE não tem uma preparação específica para esta época do ano, mas tem uma estrutura e uma equipe multidisciplinar preparadas no dia a dia para qualquer situação. Nós somos também referência no setor de cirurgia de mãos, que podem ser atingidas especialmente por acidentes com bombas”.

Em 2017, o Hospital Geral do Estado, realizou 53 atendimentos entre os dias 23 e 25 de junho, sendo 24 de queimaduras por fogos e 29 por explosão de bomba. O hospital é referência no estado e um dos poucos serviços no país dotados de centro cirúrgico e UTI próprios, o Centro de Tratamento de Queimados do HGE, possui 28 leitos de internamento e mais quatro de UTI.

No interior do estado, devido ao número de casos relacionados à queimadura no período do São João, o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus promoveu um simpósio visando conscientizar os profissionais de saúde sobre a importância da prevenção, do tratamento e terapia curativa aos pacientes vítimas de queimaduras.

As equipes assistenciais do município estão participando de atualizações em técnicas avançadas na terapia curativa e tratamento aos pacientes vítimas de queimaduras por fogos de artifício. No período festivo, o quadro de profissionais médicos e assistenciais recebe reforço em plantões estratégicos.

Primeiros Cuidados

Em caso de queimadura, não devem ser usadas pomadas nem soluções caseiras. A região afetada deve ser lavada com água corrente e protegida com uma compressa úmida. Em seguida, o paciente deve buscar atendimento em uma unidade de saúde.

Estudo divulgado pela Associação Brasileira de Cirurgia da Mão (ABMC) mostrou que ao menos 50% das mãos mutiladas no Brasil poderiam ser preservadas, caso o primeiro atendimento fosse especializado. No período de festas juninas, cerca de 90% dos acidentes graves, relacionados à explosão de bombas, resultam em amputações.


O processo de divórcio muitas vezes pode se tornar algo conflituosamente estressante e traumático para todos os membros da família, em especial para as crianças e adolescentes. É sempre bom lembrar aos pais para evitarem discussões e brigas na frente dos filhos, pois a ruptura conjugal por si só já traz grandes mudanças, e as eventuais brigas e discussões em frente aos filhos lhes proporcionarão lembranças emocionais prejudiciais ao desenvolvimento dos mesmos.

A separação do núcleo familiar pode ser agravada com a disputa da guarda dos filhos, questões financeiras e patrimoniais e sentimentos pessoais por parte dos envolvidos. Esse é o momento para os pais pensarem com calma ao tomarem novas decisões a fim de buscarem os meios de adaptação necessários tanto para os filhos quanto para si mesmos, principalmente por também estarem em um processo de transição de nova formatação de vida e convivência familiar.

A forma como os pais lidam com essas questões influenciam diretamente como os filhos se adaptarão a nova realidade familiar.

Evitar envolver a prole nas disputas do casal é a melhor maneira de não prejudicar lhes psicologicamente, em especial ao desenvolvimento dos mesmos. Especialistas da psicologia ressaltam que o despreparo dos pais em situações como essa, principalmente se tratando de alienação parental, provoca graves consequências na formação emocional e social dos filhos.

A alienação parental encontra-se prevista na Lei n.º 12.318/2010, e descrito as formas de tal prática no parágrafo único do art. 2º, bem como, no caput do mesmo artigo considerada o ato de alienação parental como qualquer interferência na formação psicológica da criança ou adolescente promovida por um dos seus genitores, avós ou pelos que tenham sua guarda.

O comportamento dos pais durante e após o divórcio, pode vir a trazer a total demolição do instituto família, influenciando na criação de uma nova programação psicológica nas crianças.

Estudos comprovam que as inquietações e insatisfações dos genitores acabam se projetando sobre os filhos, o que já se considera alienação parental.

Os pais devem se conscientizar que a parentalidade deve superar a ruptura conjugal. Seguindo este pensamento, o Brasil adotou a Oficina de Pais e Filhos, coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), visando aperfeiçoar o trabalho do sistema judiciário. Em 2014, o órgão, recomendou aos Tribunais de Justiça dos Estados a adoção destas oficinais como política pública e prevenção de conflitos familiares, disponibilizando vídeos e apresentações no portal do CNJ.

As oficinas acontecem uma ou duas vezes ao mês, com duração de quatro a seis horas, composta por profissionais voluntários capacitados para atuar nas modalidades: pai, mãe, adolescentes e crianças, a fim de promover a reflexão acerca do divórcio e parentalidade aos participantes, explanando as mudanças da família.

Nossos legisladores também buscam a saúde psicológica e o desenvolvimento de filhos de pais separados, vindo a ser publicada a lei 13.058/2014, incluindo a guarda compartilhada como sendo o meio de convivência entre filhos e cônjuges, especialmente quando os pais não tenham consenso sobre a guarda dos filhos e ambos estão aptos a exerce-la.

Em 2010, entrou em vigor a Lei 12.318 – Alienação Parental – com o seguinte fundamento: “Inibir a alienação parental e atos que dificultem o convívio entre a criança e seus genitores”.

Assim, concluímos que, os pais devem antes de mais nada, pensarem em seus filhos, pois o nosso ordenamento jurídico assim o faz, ou seja, o principio da proteção da criança e do adolescente para conviverem com ambos os genitores de maneira equilibrada. A ruptura conjugal não é sinônimo de ruptura parental.


O Atlas Solar Bahia foi lançado internacionalmente durante a Intersolar Europe, principal exposição do mundo para a indústria solar, que acontece até sexta-feira (22), em Munique, na Alemanha. As oportunidades de investimentos do setor solar fotovoltaico também foram apresentadas pela secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). O evento é considerado a mais importante plataforma industrial para fabricantes, fornecedores, distribuidores, provedores de serviços e parceiros da indústria solar.

O Projeto do atlas inclui o mapeamento, identificação e detalhamento das áreas promissoras para o aproveitamento solar, assim como a apresentação de áreas de interseção entre as fontes de geração eólica e solar do Estado onde favorece a instalação de parques híbridos que façam uso de novas tecnologias atualmente em desenvolvimento. A proximidade das usinas permite ainda otimizar o uso de subestações e a rede de transmissão.

A Bahia é destaque no setor solar fotovoltaico no país. O estado possui um alto potencial de geração com excelentes níveis de radiação solar, além de ter uma ampla área para a instalação de usinas na região do semiárido. “A secretaria veio prospectar novos negócios e expor as potencialidades energéticas do estado, com objetivo de atrair novos investimentos, gerar empregos, qualificar a mão de obra, aquecer a economia local e gerar o crescimento sustentável da Bahia”, afirma o superintendente da SDE, Paulo Guimarães.

Líder na comercialização de projetos de energia solar fotovoltaica, com uma participação de 25% no total geral dos leilões, a Bahia possui 27 projetos, de acordo com dados da Aneel. Em operação, já são 18 (446 MW), quatro estão em construção (95 MW) e cinco (149 MW) terão a construção finalizada até 2018, respeitando a data de entrega da energia a ser gerada, com investimento total de R$ 3,2 bilhões.

O Estado ainda não apresenta uma cadeia de fabricantes, mas possui um grande potencial para atrair as indústrias de equipamentos, sobretudo pela existência da matéria prima na mina de sílica de Santa Maria Eterna, no Sul do estado (município de Belmonte), necessária para fabricação de vidro grau solar, e do quartzo de Brotas de Macaúbas, matéria prima do wafer componente responsável pela conversão da radiação em energia elétrica.


Zé Cocá cogitado a uma cadeira na AL pelo PP. Foto/Blog Itiruçu Online

Partido Progressista (PP) espera eleger pelo menos cinco deputados federais e até 10 estaduais, segundo estimativa de membros da sigla. Para a Câmara Federal, figuram os nomes de Cacá Leão, Ronaldo Carletto, Cláudio Cajado e Mário Negromonte Júnior, ambos com mandatos, e também do ex-deputado federal Marcos Medrado, principal representante do partido em Salvador.

“Essa informação é um incentivo e ao mesmo tempo, deixa a gente feliz. Mas vamos continuar trabalhando com os pés no chão e com muita dedicação. Essa semana, por exemplo, eu vou em algumas cidades na região do Baixo Sul e também do Sisal, onde temos base eleitoral. Também vamos prestigiar o São João do Subúrbio, que vai ter até Marília Mendonça. Então, vamos brincar um pouco nas festas, mas também dialogar com a população e ouvir as demandas”, pontuou Medrado.

Já para a Assembléia Legislativa da Bahia (ALBa), os favoritos são os atuais parlamentares: Aderbal Caldas, Antônio Henrique Júnior, Eduardo Salles, Luiz Augusto e Nelson Leal. Completam a lista Cacá Colchões, de Ilhéus; Niltinho, de Madre de Deus; Dernival Oliveira, ex-dirigente da Bahiapesca; e Zé Cocá, ex-prefeito de Lafaiete Coutinho. Outro que também está na briga é o deputado federal Roberto Brito, que optou por disputar uma vaga para deputado estadual na eleições de outubro, dia 7.


Aliou Cissé perdeu 11 familiares em um naufrágio na África em 2002 (Foto: AFP)

Dentre os 32 comandantes desta Copa do Mundo de 2018, o senegalês Aliou Cissé foi quem mais chamou atenção nesta 1ª rodada do Mundial. Dreads, gestos que já viraram memes e uma história de superação que o coloca num importante papel de representatividade em um meio que ainda possui uma enorme soberania branca.

De todas as 32 seleções desta Copa, somente Senegal é comandando por um negro. O ex-capitão da seleção senegalesa que fez história na Coréia e no Japão em 2002, também possui o menor salário dentre os técnicos deste mundial. Segundo publicação do jornal inglês `The Guardian`, o técnico de Senegal ganha 175 mil libras por ano, o que daria cerca de R$ 900 mil, menos que qualquer técnico da Série A do Brasileirão.

Em nível de comparação, o técnico Tite da Seleção Brasileira, terceiro maior salário da Copa, recebe 16 vezes mais que o comandante da seleção de Sadio Mané. Cissé defendeu Senegal até 2005 dentro de campo e após ser auxiliar técnico em 2013, comandou o Sub-23 de Senegal por 2 anos, até receber o convite para comandar a seleção principal do seu país. Aos 42 anos, o técnico mais jovem da Copa entende a dificuldade dos países africanos em bater de frente com as potências europeias e sul-americanas, mas acredita que o primeiro passo para o fortalecimento do futebol no continente, é a consolidação dos jovens técnicos africanos.

“Estou certo de que um dia um país africano vencerá a Copa do Mundo. Há cerca de 25 anos atrás, os países africanos vinham regularmente para fazer parte da Copa do Mundo. Eu acho que as coisas se desenvolveram, mas é mais complicado em nosso continente – temos realidades que não são evidentes em outros continentes. Confiamos no nosso futebol, não temos complexos, temos grandes jogadores, agora precisamos de treinadores africanos para o nosso futebol ir em frente’’, afirmou o técnico em entrevista coletiva na Rússia.


É São João na Bahia e o Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa), estará em todo o estado comemorando as datas festivas do mês. Ao todo, são mais de 160 cidades, distribuídas por diferentes zonas, que contarão com o apoio do governo estadual.  Itiruçu, Maracás, Planaltino, Lafaiete, Itaquara e Jaguaquara são as cidades regionais inclusas no apoio do governo.

Festa no Interior – Este ano o Governo do Estado vai apoiar o dobro de cidades dos anos anteriores. Para os festejos, 163 cidades vão receber apoio por meio da Bahiatursa. De acordo com o superintendente Diogo Medrado, as festas juninas movimentam a maioria dos municípios baianos durante todo o mês de junho, em todas as zonas turísticas. O apoio às manifestações típicas do período contribui não apenas para o estímulo à economia de cada cidade, gerando emprego e renda, mas incrementa o fluxo turístico na Bahia durante o período.

As cidades contempladas são: Alagoinhas, Alcobaça, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Andorinhas, Anguera, Antas, Antonio Cardoso, Aramari, Baianópolis, Banzaê, Barra da Estiva, Barra do Mendes, Barrocas, Belo Campo, Bom Jesus da Lapa, Boquira, Botuporã, Brotas de Macaúbas, Brumado, Buritirama, Caetanos, Cafarnaum, Cairu, Caetité, Caldeirão Grande, Campo Alegre Lourdes, Candeias, Candiba, Cansanção, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Castro Alves, Catolândia, Catu, Central, Cipó, Cocos, Conceição de Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Crisópolis, Dias D’ Ávila, Dom Macedo Costa, Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Gandu, Gavião, Governador Mangabeira, Guajerú, Heliópolis, Iaçu, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibirapuã, Ipecaetá, Ipiaú, Ipupiara, Iraquara, Irará, Irecê, Itaberaba, Itaitê, Itaju da Colônia, Itajuípe, Itanhém, Itaquara, Itatim, Itiruçu, Itiúba, Ituaçu, Iuiu, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jandaíra, Jiquiriçá, Jitaúna, Jussara, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Laje, Lapão, Lençóis, Livramento de Nossa Senhora, Luiz Eduardo Magalhães, Macaúbas, Madre Deus, Mairi, Malhada de Pedras, Maracás, Miguel Calmon, Milagres, Mirante, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Moquém Do São Francisco, Mulungu do Morro, Muniz Ferreira, Nordestina, Nova  Fátima, Nova Soure, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Paramirim, Paripiranga, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedrão, Piatã, Piripá, Planaltino, Planalto, Pojuca, Prado, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Quijingue, Retirolândia, Riachão das Neves, Ribeira do Amparo, Rio de Contas, Rio do Antônio, Salinas das Margaridas, Santa Barbara, Santa Brígida, Santa Maria da Vitória, Sertanópolis, Santo Antonio de Jesus, Santo Estevão, São Domingos, São Felix do Coribe, São Gabriel, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, São Sebastião do Passé, Seabra, Serra do Ramalho, Serrolândia, Souto Soares, Tanque Novo, Tanquinho, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teolândia, Uauá, Ubaíra, Utinga e Valente. Clique e confira na fonte da informação.