Itiruçu Online – Aqui Bahia Jornalismo de Qualidade e Responsabilidade Social

Vila Cruzeiro: 11 dos 23 mortos não tinham processos criminais

Nesta semana, o Brasil voltou a acompanhar mais uma chacina durante uma operação da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Ação policial aconteceu na Vila Cruzeiro, na zona norte da cidade, e terminou com a morte de 23 pessoas. Anteriormente, a Polícia Civil tinha apontado 26 mortes, mas reduziu para 23. A corporação ainda afirmou que entre os mortos, todos eram criminosos, menos uma dona de casa atingida por bala perdida.  No entanto, segundo pesquisa feita pelo Estadão, onze das 23 vítimas não respondiam a processos criminais. Dos doze que eram ou já foram processados na esfera penal, nove eram acusados de crimes no Estado do Rio. Dois respondiam a processos criminais no Pará. Um era processado no Amazonas.

De acordo com a polícia, os 22 mortos foram atingidos durante confronto na ação da última terça-feira, 23. No entanto, Leonardo dos Santos Mendonça, Emerson Stelman da Silva, Carlos Henrique Pacheco da Silva, Douglas Costa Donato, João Carlos Arruda Ferreira, Ricardo José Cruz Zacarias Junior, Nathan Werneck Borges Lopes, Everton Nunes Pires, João Victor Moraes da Rocha e Luiz Carlos Gonçalves Cordeiro não respondiam a processos criminais.

O Estadão ainda apontou que durante a pesquisa foi usado refinamento na tentativa de excluir homônimos. No entanto, ainda é possível que tenham sido encontradas pessoas com nome idêntico às vítimas, o que aumentaria o número de mortos sem processos criminais na Justiça do Rio.

A operação foi feita pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal (PF) na Vila Cruzeiro, no conjunto de favelas da Penha. A direção do Hospital Getúlio Vargas informou que 28 pessoas foram encaminhadas à unidade. Do total, 21 chegaram mortas e duas morreram após atendimento.

A cabeleleira Gabrielle Ferreira da Cunha, de 41 anos, morreu após ser atingida por uma bala perdida, dentro de casa, na comunidade da Chatuba, vizinha a Vila Cruzeiro.

Ipiaú: Polícia Civil prende homem com drogas, arma e munições em bar

A Polícia Civil prendeu na tarde dessa quinta-feira (26), em um bar na Rua São Roque, centro de Ipiaú, um homem de iniciais R.C.F.M, acusado de tráfico de drogas. No local, segundo informou a Polícia, foram uma arma de fogo do tipo pistola calibre 380 contendo 07 munições intactas, 132 petecas de cocaína, 36 pedras de crack, 39 papelotes de maconha prensada, 1 barra de maconha prensada pesando 500g, um saco plástico com vários pedaços de cocaína pura, um saco plástico menor com cocaína pura, um saco plástico com pedaços de crack, um saco plástico com cocaína misturada com ácido bórico, um saco plástico menor com cocaína misturada com ácido bórico, 1 balança de precisão, 02 aparelhos celulares, caderneta com anotações, sacos plásticos para embalar droga e a quantia de R$ 732,00.

“A equipe do setor de Investigação da Delegacia Territorial de Ipiaú recebeu informação que um bar localizado na Rua São Roque estaria funcionando como ponto de venda de drogas, motivo pelo qual a equipe policial passou aproximadamente 10 dias desenvolvendo trabalho de inteligência com monitoramento do local e campana, a fim de identificar o proprietário do imóvel e verificar como funcionava o armazenamento e venda de drogas. Com base nesse trabalho inteligência policial, os investigadores elaboraram um relatório de investigação com base no qual a Autoridade Policial representou por um Mandado de Busca e Apreensão no imóvel”, explicou o delegado Isaias Neto. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao autor, bem como o material citado foi apresentado na delegacia para que a autoridade policial tomasse as medidas cabíveis. Giro em Ipiaú.

Instituições baianas se unem no combate à desinformação durante o processo eleitoral

A atuação das instituições no combate à desinformação, durante os períodos pré e eleitoral, foi reforçada com o seminário ‘Eleições e Instituições Públicas’, realizado nesta quinta-feira (26), no auditório da sede da Procuradoria Geral do Estado (PGE), em Salvador. O evento faz parte das atividades do Comitê Interinstitucional de Acompanhamento e Controle (Ciac) e do Comitê de Articulação e Monitoramento (Ciam), criados em março deste ano para acompanhar as ações dos agentes públicos, no âmbito do Poder Executivo, durante o período eleitoral.
Participaram do encontro os secretários estaduais da Fazenda, Manoel Vitório, da Comunicação, e também presidente do Ciac, André Curvello, e o presidente do Ciam, o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno. Estiveram presentes ainda, o desembargador eleitoral, Ávio Novaes, e o procurador do Estado, Jorge Salomão. O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Horbach, participou remotamente do evento, que reuniu outras autoridades e servidores de variadas pastas.
Responsável pelo Ciac, Manoel Vitório, destacou o esforço do Governo do Estado no combate à desinformação e na garantia do processo democrático durante as eleições. “Nós criamos grupos de trabalho, já temos um calendário de reuniões em todo o Estado, com a participação de todos aqueles agentes que podem influir na execução na ponta, principalmente na organização, na difusão da informação e no acompanhamento para prevenir problemas”.  Para ele, a principal palavra é “prevenção”, pois nem sempre os atos são dolosos, mas sim falta de conhecimento do agente público.
Vitório explicou que é complexo, tanto no âmbito financeiro-administrativo como no segmento eleitoral, o último ano de governos com eleições. “Por isso o governador Rui Costa exige de todos os servidores o fiel cumprimento dos atos normativos. A dimensão do estado da Bahia implica em uma capilaridade muito grande, há uma complexidade inclusive com relação ao entendimento das normas. E para isso, o comitê está em pleno funcionamento, nós já temos uma pauta de trabalho e essa pauta está sendo cumprida fielmente”.
Conforme o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno, outros eventos estão agendados para garantir o respeito à democracia e as normas da Justiça Eleitoral.  “Então a gente vai ter algo mais segmentado para a área de comunicação, para os assessores de imprensa, outros para quem cuida de contratos e também para quem cuida de orçamento. É importante que todos saibam os seus limites em um processo desses”, pontuou.
Para o desembargador eleitoral Ávio Novais, “a Bahia está dando exemplo concreto, importante e fundamental no papel das instituições governamentais. Estou muito satisfeito com a Bahia por causa disso”. Segundo ele, “o TRE convoca a comunidade a lutar veementemente contra a falta de informação, contra a desinformação e contra as fake news que estão o tempo inteiro ao nosso redor”.
O procurador do Estado, Jorge Salomão, elogiou a atuação do Governo da Bahia para garantir o equilíbrio do processo eleitoral. “Quando há eleição, o Governo da Bahia, já faz alguns anos, edita um decreto orientando todos os agentes públicos estaduais a observarem e cumprirem fielmente a legislação eleitoral. E neste ano, foram criados dois comitês interinstitucionais, e um deles, o Ciam, que cuida justamente de monitorar a defesa institucional do Estado e das instituições democráticas contra à desinformação, as notícias falsas e todo tipo mais de conduta que atinge os serviços públicos, os agentes públicos e as instituições da Administração Pública Estadual”.

Construções das delegacias de Lafaiete Coutinho e Itiruçu estão em fase final

Unidades devem ser entregues à população dos municípios no mês de junho. As construções das delegacias territoriais dos municípios de Lafaiete Coutinho e Itiruçu estão 99% executadas. Os últimos ajustes são realizados para as entregas das novas unidades, que devem acontecer já no mês de junho. As novas sedes, que são fruto do investimento do Governo do Estado, tiveram juntas a aplicação de cerca de R$ 2,3 milhões. As plantas das delegacias são semelhantes e contam com total acessibilidade, design moderno, espaço amplo e total adequação a todas as necessidades estruturais para a atuação dos policiais civis, além de proporcionar conforto, comodidade e discrição para o atendimento ao público.

As construções das novas DTs fazem parte do Programa de Modernização das Estruturas da Segurança Pública, que prevê a entrega de 61 unidades só na primeira fase, em que são investidos mais de R$ 80 milhões. Em todo o programa, dividido em três etapas, serão destinados mais de R$ 230 milhões. “Estamos com grande expectativa para iniciar a entrega dessas unidades, pois a lista é grande e beneficia todas as regiões do estado. Entre construções e reformas de grande porte são mais de 100 obras em andamento”, ressaltou o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino. As unidades de Itiruçu e Lafaiete Coutinho devem ser umas das primeiras a serem entregues da lista de municípios beneficiados na primeira etapa.

Bahia é protagonista das Energias Renováveis

A Bahia é protagonista das Energias Renováveis no país, liderando a geração de energia eólica (32,16%) e solar (30,89%). Em 2022, o estado completa uma década desde que o primeiro complexo eólico, do grupo Statkraft, entrou em operação no município de Brotas de Macaúbas. A fonte eólica correspondia em 2012 a apenas 5% da energia gerado no estado, dez anos depois, corresponde a 65%, com 227 parques em operação. Os números divulgados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) são motivo de comemoração no Dia Mundial da Energia, celebrado em 29 de maio.
Há dez anos a maior parcela da energia gerada no estado era proveniente da fonte hídrica (59%) e a contribuição da energia térmica (36%) era majoritariamente movida a biomassa. Em 2022, além do grande salto do setor de energia eólica, a energia solar, que começou a se estabelecer em 2017, hoje corresponde a 8% da matriz energética do estado, com 41 parques solares em operação. Já a contribuição da térmica foi reduzida a 5% e da hidráulica para 22%.
De acordo com o secretário da pasta, José Nunes, o governo do Estado dedica uma alta prioridade às energias renováveis. “Diversas Secretarias de Estado atuam em articulação com a SDE para garantir as melhores condições para os projetos eólicos, incluindo incentivos fiscais (SEFAZ), licenciamento ambiental célere (SEMA), condições adequadas de transporte dos equipamentos (SEINFRA) e regularização fundiária das áreas dos projetos eólicos (SDR/CDA)”, diz.

(mais…)

Hassan lança pré-candidatura com a participação de ACM Neto, Cacá Leão e demais lideranças estaduais e regionais

Sob a coordenação de Zé Cocá, presidente da UPB e prefeito de Jequié, Hassan Iossef, acelera os preparativos para o lançamento da sua pré-candidatura a Assembleia Legislativa, que acontecerá, nesta sexta-feira, 27, às 18:30, no Jequié Tênis Clube. O ato contará com a participação do pré-candidato a governador da Bahia, ACM Neto, do pré-candidato a senador, Cacá Leão, do pré-candidato a reeleição, o deputado federal Leur Lomanto, além de outras autoridades políticas e lideranças regionais.

O encontro deverá fortalecer ainda mais o nome de Hassan, que vem caminhando firme e angariando apoios em todos os municípios que compõem os territórios do Vale do Jiquiriçá e Médio Rio das Contas, onde tem apresentado uma pauta com foco nas demandas de infraestrutura, seguida pela luta em prol da melhoria do setor agrário da região, tendo como pilar a reestruturação econômica e social dessas cidades.

Para o pré-candidato, que está alinhado com João Leão, Cacá Leão, Leur Lomanto e ACM Neto, este é o momento certo para a escolha de um nome novo para ocupar o espaço deixado por Zé Cocá na Assembleia, quando este teve que se candidatar a prefeito de Jequié.

“O que nos move é o desfaio de trabalhar para a população, buscando resolver as demandas existentes. E, com fé em Deus, daremos continuidade ao excelente trabalho que Zé Cocá começou lá na Assembleia, e iremos ser o porta-voz dos municípios da nossa região. Na sexta-feira estaremos fazendo o lançamento da nossa pré-candidatura, num evento que contará com a participação do nosso próximo governador da Bahia, ACM Neto, do nossos futuro senador, Cacá Leão, e outras lideranças políticas que se somam ao nosso projeto, para fazer o Vale do Jiquiriçá e o Médio Rio das Contas avançar.”, destacou Hassan, pré-candidato a deputado estadual.

Xand Avião é a segunda atração confirmada no São Pedro de Itiruçu

2022 é para não sobrar espaços nem para veículos na cidade de Itiruçu. Depois de confirmar Luan Santana no primeiro dia de festa, em 30 de junho, a prefeita Lorenna Di Gregorio (PSD), confirmou, na noite desta quinta-feira (26), a segunda atração do São Pedro, que vai se apresentar na sexta-feira 01 de julho.  Este ano o São Pedro volta a repetir 04 dias de festa, depois de 20 anos.

Aviões do Forró era a banda de preferência popular para subir no palco do São Pedro. O que se torna realidade. Antes, o artista se apresentava no forró fechado por quase mais de 06 anos, mas o valor da festa sempre ficou fora do orçamento das pessoas humildes, que agora terão a oportunidade de curtir Xand Avião na Praça Gilberto Scaldaferri. Na verdade, o folião voltar a ter o segundo membro da Aviões do Forró, já que, no último São Pedro antes da pandemia, Solange Almeida, já em carreira solo, lotou a Praça do Forró no São Pedro de Itiruçu, também no governo Di Gregorio. As atrações do evento contam com apoio do Governo do Estado, através da Bahiatursa.

Obra do Portal da cidade segue status de inacabada, mas deve ganhar ajustes para receber foliões no São Pedro

Fotos/Blog Itiruçu Online.

Iniciada em novembro de 2013, com previsão renovada para finalizar em 2020, a obra do Portal da cidade segue empacada. No total, o município já recebeu R$ 1.998,750,00 e nada de conclusão. A obra contempla a duplicação da via de acesso com novo asfalto, ciclovia e iluminação. Destes, o calçadão foi feito junto com o Portal de Guarita. O sistema de iluminação foi iniciado, mas ainda não funciona.

Calçadões já recebeu limpeza.

O calçadão em ambos os lados já precisa de restauração em alguns locais. O Novo asfalto com a duplicação das vias ainda não saíram do papel. Agora no período festivo de São Pedro a prefeitura deve fazer uma limpeza na obra para receber os foliões, quem sabe até ativar o sistema de iluminação. Já foi até iniciada a retirada do mato que tomava conta das calçadas.  A Obra é com recursos federais, através da Caixa Econômica e Ministério do Turismo.

Das obras herdadas pelo Governo Lorenna Di Gregorio da gestão Wagner Novaes, iniciadas  ou já conveniadas, foram entregues: o Centro de Artesanato, A Nova Rodoviária, Calçamento da Rua do Café, Academia de Saúde ao Ar Livre, Reforma do Ginásio de Esportes, Reforma do Mercado da Feira Livre e as 100 casas populares dos condomínios D’milano e Nova Itália, além do empréstimo aprovado para pavimentação de ruas na sede. A quadra do Agarradinho e o Portal da cidade, além da Creche de Upabuçu, que é uma herança ainda do governo de Carlinhos Martinelli, estão emperradas sem previsão de conclusão.

Há expectativa também pela construção da Nova Agência do INSS na cidade, mas o interesse parece ter diminuído. O terreno já foi doado ao lado da Creche Edésia Novaes para a previdência social.   O assunto perdeu-se com o passar dos anos.

Economia dá aval a bolsa caminhoneiro e auxílio para taxistas e motoristas de app

Em novas negociações com o Congresso, o Ministério da Economia se posicionou favorável à concessão de uma bolsa caminhoneiro com custo de R$ 1,5 bilhão ainda neste ano, às vésperas da eleição. Também está em discussão a concessão de um auxílio para motoristas de táxis e aplicativos. A avaliação na equipe econômica é de que a concessão desse subsídio para os caminhoneiros arcarem com o custo dos aumentos do diesel anunciados pela Petrobras é “válida”.

Segundo apurou a reportagem, o entendimento na equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, é de que a bolsa caminhoneiro funcionaria como um “seguro barato” para proteger a atividade econômica brasileira de um custo muito maior em caso da deflagração de uma greve dos caminhoneiros, como aconteceu no governo Michel Temer, em 2018. Na época, a greve acabou afetando o abastecimento de produtos, sobretudo de combustíveis com filas gigantes nos postos.

A concessão do subsídio voltou à mesa de negociação nas discussões que cercaram a aprovação ontem do projeto que fixa um teto de 17% do ICMS sobre energia elétrica, combustíveis, gás natural, querosene de aviação, transporte coletivo e telecomunicações.

A inclusão do subsídio no projeto da Câmara chegou a ser discutida pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL). Após a votação do projeto, que teve 403 votos favoráveis, incluindo os da oposição, Lira deu a senha dos próximos passos para conter o impacto da alta dos combustíveis no bolso do consumidor neste ano de eleições em que o presidente Jair Bolsonaro e aliados buscam um novo mandato.

Lira acabou aceitando incluir no projeto uma demanda do Ministério da Economia para tornar impositiva aos Estados o cumprimento da regra de transição do ICMS sobre o diesel que visava garantir a redução de R$ 0,30 do preço na bomba dos postos.

O governo reclamou que os Estados não cumpriram a lei complementar aprovada pelo Congresso em março, que previa uma regra de transição com a fixação da alíquota com base na média dos últimos 60 meses. O caso foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), mas o governo tem pressa para reduzir o preço do diesel e por isso trabalhou nos bastidores para votar um dispositivo de “impositividade” do cumprimento da regra de transição. (mais…)

Governo arrecada R$ 195 bilhões em abril, melhor resultado para o mês em 28 anos

A arrecadação total das Receitas Federais atingiu, em abril, R$ 195 bilhões, um acréscimo real, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 10,94% em relação a abril de 2021. No acumulado de janeiro a abril de 2022, a arrecadação alcançou R$ 743,2 bilhões, representando um acréscimo pelo IPCA de 11,05% em relação ao mesmo período do ano passado. É o melhor desempenho arrecadatório desde o início da série história – em 1995 –, tanto para o mês de abril quanto para o quadrimestre. As informações fazem parte da Análise da Arrecadação das Receitas Federais de abril de 2022, divulgada pela Receita Federal (RFB) em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (26/5).

“Os principais fatores que explicam o recorde na arrecadação são a recuperação da atividade econômica e o desempenho extremamente positivo das commodities, não só minerais, mas também metálicas, e do setor de Serviços”, afirmou o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, o auditor fiscal Claudemir Malaquias.

Em relação às Receitas Administradas pela RFB, o valor arrecadado em abril foi de R$ 172 bilhões, representando um acréscimo real (IPCA) de 7,36% em comparação a abril de 2021. No período acumulado de janeiro a abril de 2022, a arrecadação alcançou R$ 691,3 bilhões, registrando acréscimo real de 8,48%. Esse acréscimo, segundo a Receita Federal, pode ser explicado, principalmente, pelo crescimento dos recolhimentos – sobretudo de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Destaques de abril

Destaques em abril de 2022, o IRPJ e a CSLL totalizaram uma arrecadação de R$ 48,1 bilhões, com crescimento real de 21,53%. Esse desempenho é justificado pelos acréscimos de 36,1% na arrecadação da estimativa mensal, de 12,24% na arrecadação do balanço trimestral, e de 11,39% na arrecadação do lucro presumido. A análise da Receita pontua que houve pagamentos atípicos de, aproximadamente, R$ 3 bilhões, por empresas ligadas ao setor de commodities.

A Receita Previdenciária teve arrecadação de R$ 42,6 bilhões, apresentando acréscimo real de 7,69%. Esse resultado decorre do aumento da massa salarial, por meio da criação de novos postos de trabalho, e pelo bom desempenho da arrecadação do Simples Nacional em relação a abril de 2021. Ocorreu também o crescimento das compensações tributárias com débitos de Receita Previdenciária em razão da Lei nº 13.670/18. O Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) – Rendimentos de Capital teve arrecadação de R$ 5,9 bilhões, com acréscimo real de 61,93%, proveniente dos acréscimos nominais de 390% na arrecadação do item “Fundos de Renda Fixa”, e de 133% na arrecadação do item “Aplicação de Renda Fixa (Pessoa Física e Pessoa Jurídica).

Destaques do quadrimestre (mais…)