Vereador de Jequié é “terror” de coligação montada para eleger Jr. Muniz deputado

Foto: Política Livre/Arquivo

Uma das responsáveis pela implosão do chapão, a coligação que o PHS estrategicamente fez com o PPS, o PSL e o PRTB para disputar as eleições proporcionais com o objetivo claro de garantir a eleição a deputado estadual de Júnior Muniz, presidente do partido, não foi capaz de diminuir a preocupação com seu sucesso eleitoral em outubro. A fonte constante de tensão atende pelo nome de Soldado Gilvan, vereador em Jequié, que deve sair da região com cerca de 17 mil votos.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas