Saiba quem são os políticos acusados de envolvimento no escândalo da Operação Lava Jato

lavajato

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou nesta sexta-feira (06.03) a abertura de 28 inquéritos para investigar 54 políticos suspeitos de envolvimento  no esquema de desvios na Petrobras, desmantelado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal.

Na lista, que era aguardada desde o início da semana, estão congressistas, senadores e deputados, supostamente envolvidos com o recebimento de propina da estatal.

 A relação, como já se esperava, é integrada pelos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Zavascki também aceitou o arquivamento de sete investigações preliminares envolvendo personalidades contra as quais o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sustenta que não há indícios que justifiquem a abertura de inquérito.

A partir de agora, Zavascki, relator da Lava Jato, centraliza as investigações, que serão tocadas pelo Ministério Público Federal – uma força tarefa com cerca de 30 procuradores – e pela Polícia Federal, que reforçou a Diretoria de Combate ao Crime Organizado para atender às novas diligências.

A Polícia Federal será requisitada para a realização de buscas, apreensão de documentos, cumprir eventuais mandados de prisão ou monitorar grampos telefônicos e quebra de sigilos bancário e fiscal.

Confira os primeiros nomes da lista de investigados na Lava Jato:

— Renan Calheiros

— Eduardo Cunha

— Fernando Collor de Mello

— Lindberg Farias

— Cândido Vaccarezza

— Gleisi Hoffmann

— Benedito de Lira

— Arthur Lira

— José Mentor

— Edison Lobão

— Humberto Costa

— José Otávio Germano

— João Alberto Pizzolati

— Roseana Sarney

— Humberto Costa

— Vander Loubet

— Antonio Anastasia

— Aníbal Gomes

— Simão Sessim

Tribuna da Bahia


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas