Rui Costa é empossado novo governador da Bahia

ruicosta

O agora governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o vice-governador João Leão (PP), tomaram posse nesta quinta-feira (1°), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), sede do governo em Salvador. Rui chegou junto à esposa e filha, e foi recebido pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), por volta das 9h. Costa sucede Jaques Wagner (PT), nomeado ministro da Defesa e que esteve à frente do governo por dois mandatos consecutivos.

“Não serei um gerente. Levarei a voz dos baianos, dos nordestinos, ao plano nacional. E, para essa missão, quero convidar todos os prefeitos, deputados, em especial, os federais e os senadores”, disse Rui Costa, em discurso de posse no plenário da Alba, após juramento firmado.

governadorbahia

Ele saiu em defesa do maior repasse de verbas federais para os municípios brasileiros “É urgente a revisão do nosso pacto federativo. Os estados e municípios devem ampliar sua capacidade de arrecadação. Não é aceitável o nível de concentração dos recursos no plano federal. Brasília se agiganta a cada dia, a burocracia custa caro e atrasa os investimentos no país”, afirmou.
O senador eleito e atual vice-governador, Otto Alencar, o prefeito de Salvador, ACM Neto, o arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, e políticos como deputados estaduais e federais, além de prefeitos, acompanharam a cerimônia. Jaques Wagner não compareceu à primeira parte do processo de transferência de cargo na Bahia. Ele viaja para Brasília para, à tarde, ser empossado como ministro da Defesa e participar da posse da presidente Dilma Rousseff.

ruileao

Ainda em tom crítico, Rui defendeu “urgência” da reforma tributária. “Não é possível que o ICMS pago no comércio eletrônico pelos baianos e nordestinos seja apropriado apenas pelo estado de São Paulo”, afirmou, sequenciando com a defesa das mudanças na forma de financiamento da saúde pública do país. “Novas fontes de recursos são imprescindíveis para que o Sistema Único de Saúde esteja à altura das exigências da nossa gente”.

Costa se emocionou ao citar o pai, Clovis dos Santos, e a sua mãe, Maria Luzia Costa dos Santos. Durante a fala, Rui Costa afirmou que o “fio condutor” de sua administração será a participação, apontando a construção do seu programa ainda nas eleições. “Foi a primeira vez que um programa de governo foi construído pelas mãos da sociedade, representada por organizações sociais, culturais, políticas, religiosas e econômicas dos 27 territórios de identidade do estado da Bahia”, disse.

novabahia

Em sua primeira entrevista coletiva como governador, Rui disse que vai anunciar os nomes do segundo escalão do governo, como os do comandantes da Polícia Militar e Polícia Civil, na sexta-feira (2). Logo após a posse do secretariado, ele viaja para Brasília para a posse de Dilma.
Rui Costa assume o governo da Bahia após vencer Paulo Souto (DEM) em primeiro turno das eleições, com 54,53% dos votos válidos, ou 3.558.975 votos. A vitória marca a continuidade do PT no governo baiano. Nos últimos oito anos, a Bahia foi governada por Jaques Wagner, do qual Rui Costa foi secretário de estado.

ruis

Perfil

Rui Costa, economista por formação, nasceu no bairro da Liberdade, em Salvador, no dia 18 de janeiro de 1963. Filho de metalúrgico e dona de casa, chegou a concluir o curso de instrumentação da Escola Técnica Federal (hoje IFBA) e a cursar Ciências Sociais antes de migrar para economia, na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

A vida política começou no Polo Petroquímico de Camaçari, na década de 1980, quando passou a frequentar assembleias de trabalhadores em crítica às condições da fábrica. Aos 22 anos, foi um dos líderes da greve que paralisou o Polo. Foi presidente do Sindiquímica e ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2000, foi eleito vereador pela capital baiana e reeleito em 2004. Entrou no governo de Jaques Wagner em 2007 como Secretário de Relações Institucionais. Em 2010, deixou o cargo para ser deputado federal. Dois anos depois assumiu o cargo de Secretário-Chefe da Casa Civil da Bahia, no segundo mandato de Jaques Wagner.

Fotos: Mateus Pereira


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas