PEC das Dondocas: Bancada baiana abre mão de passagens para esposas de deputados

bancadabaiana

Os deputados federais Antonio Imbassahy, Jutahy Magalhães Jr. e João Gualberto (PSDB-BA) abriram mão das passagens aéreas para suas esposas. A liberação de passagens para cônjuges de deputados foi aprovada pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Segundo Jutahy, toda a bancada do PSDB, composta por 56 deputados, foi contrária à medida. O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP), vai dar entrada com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para suspensão do “ato vergonhoso da Câmara que possibilita que parlamentares comprem passagens aéreas para seus cônjuges”.

Para Imbassahy, a medida é uma “excrescência”.  “Considero um despropósito a aprovação do benefício que contempla os cônjuges dos parlamentares com passagens aéreas pagas pelo Congresso, ainda que se restrinjam a viagens do estado de origem do parlamentar a Brasília. De antemão, afirmo que não usarei tal prerrogativa e estou sugerindo a toda a bancada do PSDB que, de igual maneira, abra mão dessa vantagem”, disse Imbassahy na sua página ao Facebook.

“É imoral a aprovação do benefício. Um privilégio que está na contramão dos meus propósitos de trabalho nessa Casa Legislativa, principalmente, nesse momento de crise econômica no país, de ‘arrocho’ para as famílias brasileiras. Infelizmente, esse assunto não entrou em pauta no plenário e, por isso, aproveito esse canal de comunicação para expressar que abro mão desse benefício”, declarou o deputado João Gualberto também em sua página no Facebook.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas