Justiça prende eleitor e multa em 12 salários por transporte de eleitores em Itiruçu

Um eleitor foi preso após uma denúncia anônima acusado de realizar transporte de eleitores em um ônibus adesivado de PT. Nilton César Fróis realizava o transporte de eleitores da região do Povoado da Várzea para a sede do município.

O eleitor foi atuado em flagrante e o caso foi comunicado pelo 19 BPM ao Fórum eleitoral da comarca de Maracás como pratica de crime eleitoral. Segundo relatos do eleitor, ele fazia o transporte de passageiros e cobrava passagens.

A Justiça eleitoral definiu parecer para soltura do eleitor em 12 Salários Mínimos. Até o fechamento desta matéria Nilton César Fróis permanecia preso, de onde só deverá sair mediante pagamento da fiança. O caso repercutiu em todo Brasil.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas