Itiruçu: JL, o Jotinha, sobe em trio mesmo com proibição da Justiça

363ce84a-6378-491f-a0f5-a7fdb389d75f

No final da tarde de sábado (25), a Justiça eleitoral proibiu a apresentação do humorista do Whatsapp JL, o famoso Jotinha que ganhou fama na rede social com áudios engraçados e recebeu repercussão até na televisão.

A decisão não agradou a coligação Itiruçu Livre da candidata Dra. Lorena Di Gregório, que mesmo de posse, optou por não cumprir e manteve a ordem da programação com a apresentação de JL no trio elétrico.

3141171a-36df-4926-89e3-e6b8e1d36065

O humorista percorreu em carro aberto pelas Ruas da cidade e subiu no trio para animar os eleitores.  A candidata disse no palanque que se precisar pagar a multa de R$ 50 mil reais ela pagaria, pois para isto ela trabalha e não precisaria de dinheiro público.

Desta vez o alvo das críticas em palanque não foi o atual prefeito Wagner Novaes. O criticado foi o ex-prefeito e advogado Dr. Aílton Cezarino, que levou a culpa pela decisão da justiça em não permitir a participação de JL no evento político.

Multa para o PROS

Esta não é a primeira decisão da Justiça na eleição municipal. A primeira foi em desfavor da coligação do Candidato Enzo Tenisi, que foi acionado por uma pintura de muro (embora espontânea de morador) com o número 90 no Bairro do Real. A coligação Uma Boa Política, o Melhor Pra Nossa Gente foi multada em R$ 3 mil; a coligação recorreu da decisão.

Músicas de alusão a ofensas e xingamentos

Outra proibição da Justiça foi com relação às musicas de campanha que fazem ofensas direcionadas ao atual prefeito Wagner Novaes. A campanha do PRB propagava em seus carros de campanha música com alusão a Saruê e a Mala de dinheiro. A decisão proíbe ainda xingamentos a coligação do candidato Enzo com cognomes de: Nojetôes; Saruê e Saruêzinho.  A decisão punirá a coligação Itiruçu Livre, caso descumpra. A multa é de R$ 5 mil. Qualquer veículo, seja de campanha ou de eleitor, flagrado com tais músicas deve ser denunciado.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas