Itiruçu: Ezequiel Borges encaminha reeleição para presidência da Câmara em chapa única

Presidente consegue ser chapa única e encaminha releição. Foto/Blog Itiruçu Online.

A chapa única não pegou muita gente de surpresa, inclusive, alguns parlamentares já davam como certa à reeleição do atual presidente da Câmara, Ezequiel Borges (PRB). O que foi surpresa foi à tentativa do Vereador Nino Mota em tentar articular uma segunda chapa para concorrer à presidência, mas não logrou êxito e acabou por não apresentar uma chapa concorrente. Com isso, a única chapa apresentada foi a de Nº1, composta com:  Presidente, Ezequiel Borges; Vice-presidente, Agnaldo Vieira Lopes; 1º Secretário, Helinho Souza; e Duda de Zili na segunda secretaria da câmara.

Nos bastidores para eleição, a chapa chegou à Câmara no limite  do prazo, exatamente pela expectativa de uma segunda formação na disputa. A Chapa composta pelo atual presidente foi formada apenas com vereadores da base da atual prefeita, Lorenna Di Gregorio, que com tranquilidade encarou o processo de disputa, mesmo tendo dois outros, Nino e Jó de Jú, dispostos a disputarem à presidência e abertamente pronunciarem votar contra Ezequiel, mas, é claro, com a inclusão de dois votos de oposição na chapa então ansiada.  Agnaldinho, Helinho e Duda de Zili são aliados caritativos da gestão municipal.

O que impediu uma segunda chapa?

A decisão do vereador Duda de Zili, segundo apurou o Itiruçu Online no final da tarde desta terça-feira (26). Duda era o nome engrossado pelos vereadores para apresentar uma segunda chapa, já que Ito do Feto, Helinho e Agnaldinho são aliados encabeçados de primeira hora da prefeita Lorenna e não desagradaria à base, que melhor é defendida pelo atual presidente, Ezequiel Borges. Já a oposição, sem força na disputa, apenas doaria 02 votos a uma nova chapa.

 

O que levou Ezequiel a conseguir ser o último presidente de Câmara reeleito antes do fim da reeleição?

A postura do presidente vai o eleger novamente. Contar com apoio da base é importante, mas entrar no jogo da política conhecendo as regras e agir com sabedoria, é melhor ainda. Uma jogada de mestre de Ezequiel Borges foi de aprovar uma emenda à Lei orgânica e antecipar o processo e, com ventos favoráveis, ser reeleito, mesmo que membros da casa pestanejem à continuidade do projeto administrativo Borges. Talvez, e ai, seria muita previsibilidade, de que se o processo de eleição seguisse os tramites antigos, Ezequiel não conseguira sua reeleição, o que, claro e evidente: seria novamente favorito na disputa e reeleito.

A eleição para escolha dos membros da Mesa Diretora biênio 2019/2020, será realizada em Sessão Plenária, impreterivelmente a partir das 19h30,  na sede do Legislativo.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas