Itiruçu e Lajedo voltam a conviver com a crise no abastecimento de água

Manancial seco com vazão mínima, torneiras vazias, reservatórios com níveis baixos e água fornecida com cor. Esses são os efeitos que apareceram no sistema de abastecimento de Itiruçu e Lajedo do Tabocal.

O que não muda são os discursos de que tudo vai melhorar e as promessas de investimentos trazendo água da Barragem Bandeira de Mello, do Paraguaçu, mas, no entanto, basta às chuvas caírem que some toda esperança de investimentos até que as dificuldades sejam novamente à realidade.

O reservatório na cidade de Itiruçu, localizado no Bairro Santo Antonio, recebeu nos últimos dias abastecimento através de carros pipas, para melhorar o abastecimento. Lajedo, Itiruçu, Maracás e Irajuba são os municípios que diariamente apresentam reclamações pela falta do abastecimento continuo no sistema da Embasa.

As dificuldades de Itiruçu e Lajedo do Tabocal são as mesmas, por serem abastecidas pelo mesmo sistema. Itiruçu ainda conta com uma vantagem, pois conta com Poços tubulares auxiliares a vazão recebida diariamente do Sistema de Abastecimento.

Zona Rural

As reclamações se estendem ainda ao abastecimento através de carros pipas na zona rural, cada vez menos assistida pelo município.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas