Itiruçu: Após eleição, prefeitura começa a fazer demissões para fechar ano

Como neste ano ocorreram as  eleições municipais, apenas prefeitos, presidentes das Câmaras Municipais e gestores de órgãos públicos municipais estão impedidos de nomear, contratar, ou de qualquer forma admitir funcionários. Também é vedado demitir sem justa causa, dificultar o exercício funcional ou exonerar servidor público. Há exceções, como nomeação para cargos do Poder Judiciário, Ministério Público, Tribunais ou Conselhos de Contas e órgãos da Presidência da República.

Mas, em Itiruçu já há demitidos como pratica para fechar as contas anuais. A demissão que mais foi comentada na cidade foi do zelador do Estádio Municipal, Narigueta, que votou na reeleição da prefeita, mas por um de seus filhos postar em rede social que a cidade estava de luto por ter reelegido a prefeita Lorenna, teria sido um dos motivos para retirá-lo da função. Ao Itiruçu Online, Narigueta disse que a notícia de sua demissão se deu sobre não ter feito campanha para permanecer na atividade.

Contratados estão sendo avisados da dispensa e outros na expectativa de permanecerem no mês de dezembro. Os demitidos, no entanto, devem retornarem as funções mediante necessidade do município em 2021. Na educação deve ocorrer reuniões com funcionários para discutir o remanejamento de efetivos, caso a pandemia inicie 2021 sem condições de retomar o ano letivo normalmente.

O assunto, no entanto, é pouco comentado pela concordância e conivências com os atos por acharem ações comuns. Outros não podem comentar por impedimento de conveniências.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas