Homem confessa ter matado irmão com golpe de foice em Itiruçu

Edmílson Souza, 34 anos, está preso e confessou ter matado irmão por motivo fútil.

Preso no último mês acusado de ter matado o próprio irmão, crime ocorrido no dia (16) de janeiro deste ano, quando o corpo de Edvan Santana Souza, de 35 anos, foi encontrado com golpe de  foice na nuca.  Inicialmente, a hipótese era de suicídio, mas as investigações apontaram crime de homicídio cometido pelo irmão da vítima, Edmilson Souza, 34, detido após cumprimento de mandado de prisão expedido pela Justiça de Jaguaquara. O suspeito foi encontrado em sua residência, na Rua Rosalino Primo, Centro, em Itiruçu. Relembre aqui.

Prosseguidas com as investigações pela delegada Dra. Maria do Socorro Damásio, delegada titular da Itiruçu, que com o apoio da IPC Inailza Cajaiba e a EPC Dinalva Barbosa Pires, interrogaram o acusado Edmilson Santana Souza e este estando preso no xadrez da delegacia de Itiruçu,  por força de prisão temporária, após o uso de técnicas de interrogatório, cruzamento de informações e depoimentos,  acusado Edmilson Santana Souza confessou o crime de homicídio ocorrido contra o seu irmão Edvan Santana Souza em 16/01/2018.

Edmílson confessou que antes de matar Edvan brigou com seu irmão e de posse de uma foice pequena desferiu um golpe no pescoço de Edvan quando esse caiu sobre a cama, Edmílson admitiu que Ele e o irmão brigavam muito quando bebiam.  Ainda de acordo com a Polícia Civil, após o crime Edmílson jogou a foice pequena numa fossa existente  na residência. O crime se deu por motivo fútil. A autoridade policial após colher a confissão do acusado concluiu seu relatório com pedido da conversão da prisão temporária em preventiva. Edmílson Santana Souza após ser ouvido e ter confessado o crime contra seu irmão Edvan Santana de Souza foi recolhido ao xadrez da delegacia de Itiruçu onde aguarda julgamento, de acordo com nota técnica da delegacia de Polícia Civil de Itiruçu.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas