Agência ainda está sendo reconstruída e segue sem atendimentos. Foto/Blog Itiruçu Online.

A explosão da Agência do Banco Bradesco em Itiruçu, na madrugada da quinta-feira (08), deixou o prédio do Bradesco destruído. Um Grupo usou explosivos na que derrubou o telhado. Não há detalhes da quantia que o grupo conseguiu levar.

O banco informou que o atendimento na agência está suspenso e que o banco está adotando as providências necessárias para reabertura da unidade, sendo reconstruída a estrutura. Os correntistas estão utilizando os correspondentes, mas o limite de cada estabelecimento excede a demanda. Atendimentos da Agência estão sendo direcionados ao Bradesco no município de Jaguaquara.


Uma moto Honda Biz 125, de Placa QUL-1477, cor vermelha, licenciada de Jaguaquara, foi tomada de assalto na comunidade da Vila Pimentel na tarde desta segunda-feira (12).
De acordo com relatos obtidos pelo Itiruçu Online, o proprietário José Cardoso, morador da Vila Pimentel, conhecido por Zé de Mindú, trafegava na estrada vicinal da comunidade quando dois elementos que estavam em um veículo pararam ao lado e pediram para entregar a moto. O idoso achou que fosse uma brincadeira dos elementos, quando os elementos o agrediram com um tapa o tirando da motocicleta.
Depois de ter a moto tomada de assalto, assustado, o idoso caminhou até a Vila da comunidade, que fica há quase 1,5 km de onde teve a moto roubada.  Quem souber do paradeiro deve acionar a PM de Itiruçu: 73 99119-4942 ou a Policia mais próxima.


Repercussão Nacional teve o caso da explosão do Agencia do Banco Bradesco em Itiruçu, na madrugada desta quinta-feira (08). Um Grupo usou explosivos na unidade e, na fuga, atirou para cima. Este é o terceiro banco atacado em quatro dias, na Bahia. O bando ainda atirou contra o batalhão da PM.

Todos os Jornais e afiliadas a TV Globo repercutiram o caso, mas não exercendo o crédito de autoria na programação ao vivo ao autor. A equipe do Itiruçu Online foi o único veículo de comunicação a cobrir na madrugada, chegando ao local minutos após o ocorrido, quando 5 homens fortemente armados explodiram a agencia bancária.

A TV Bab Bahia também exibiu, com créditos, as mesmas imagens cedidas pelo Itiruçu Online.


Veículo foi encontrado abandonado na Zona Rural de Nova Itarana.

Um veículo modelo Renault Duster foi encontrado pela Polícia na Zona Rural de Nova Itarana na manhã dessa quinta-feira (08). As forças de segurança estão investigando ações que explodiram bancos na Bahia nos últimos dias. O veículo encontrado abandonado após terem ateado fogo, de acordo com fontes do Itiruçu Online, pode ter sido um dos veículos usado pelo bando que explodiu a agencia do Bradesco na madrugada de hoje. Os elementos sairam da cidade justamente pela direção de Lajedo do Tabocal, de onde poderiam  chegar a BR-116 pela BA-026 ou seguir sentido Brumado, destino Chapada.

Uma outra imagem divulgada mostra um homem usando um fuzil modelo 556 na porta da Agência. Antes de fugirem da cidade, os elementos atiraram contra o Batalhão da Polícia Militar e dispararam diversas vezes para o alto, assustando moradores.


Foto/Blog Itiruçu Online.

Os conselheiros e auditores da 2ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios aprovaram, com ressalvas, as contas das câmaras de vereadores de Itiruçu, Mata de São João, Morro do Chapéu e Santa Rita de Cássia, da responsabilidade de João Mota Cardoso Neto, Agnaldo Oliveira Silva, Antônio Júnior da Silva e Ogier Silva Furtado, respectivamente. Todas as contas são referentes ao exercício de 2019. As decisões foram proferidas na sessão realizada nesta quarta-feira (07/04), por meio eletrônico.

Três dos vereadores presidentes – ordenadores de despesa – foram penalizados com multas que variam de R$1 mil a R$3 mil, em razão das ressalvas apontadas nos relatórios técnicos por causa de irregularidades e erros formais. O vereador Antônio Júnior da Silva, de Morro do Chapéu, foi o único a não ser multado pela relatoria.

Na nota técnica não costa detalhes das contas no Portal do Tribunal de Contas.


A Páscoa no Distrito de Upabuçu foi animada por uma ação voluntária do projeto ‘Mão Amiga’, fundado em Julho de 2020 por Juliete Serra. O projeto social tem como componentes: Jeirlane Fontes, Ieda Santos, e Ninha Rodrigues.

A ação fez doações de ovos de páscoa na comunidade, possível apenas através de doações de amigos e apoiadores, permitindo a execução com sucesso das atividades comemorativas ao período de pascoal.

“A entrega dos doces foi feita obedecendo às normas sanitárias em todas as ruas de Upabuçu. Foi uma tarde marcante e emocionante para todos. Já que vivemos um momento complicado no nosso País”, disse Juliete Serra, que ainda agradeceu os envolvidos no apoio e pelas doações.


Itiruçu aumenta número de pessoas com necessidade de internação por Covid-19. Foto/Blog Itiruçu Online.

Enquanto uns discutem o aumento de circulação e exposição de pessoas ao vírus e insistem em remédios precoces, quando o Ministério da Saúde informou que não existe a não ser para pessoas em estados graves, o sistema de saúde vai colapsando até nos municípios com leitos para pessoas que aguardam regulação as UTIs.

Médicos de todo o mundo já avisaram e estão repetindo: a covid-19 não escolhe idade e mata idosos, adultos e jovens.  O alerta vem sendo redobrado com o elevado número de pacientes jovens internados e mortos. Nessa quinta-feira (01), que emitiu alerta para o número alto de pessoas jovens com necessidade de regulação, foi a Secretaria de Saúde de Itiruçu, que apresentou o  boletim epidemiológico teve um número auto de contaminados.

 O número alto do contágio foi divulgado nesta quinta-feira (01). São 46 novos casos confirmados, no total de 544, destes 464 estão recuperados. 55 pessoas ainda aguardam o resultado. Desde o inicio da pandemia foram 08 óbitos. Hospitalizados são 06 pessoas, de acordo com a assessoria de comunicação.

O Espaço reservado para acolhimento de pessoas com Covid no hospital municipal atingiu o limite e os jovens estão inclusos entre os que mais precisam de regulação para Hospitais Regionais que atendem infectados com necessidade de vagas em UTI.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o número de óbitos mensais por covid-19 entre os jovens de 20 a 39 anos teve aumento de 447% na Bahia, no comparativo de março deste ano com novembro de 2020. De acordo com dados, mais de 331 mil pessoas nessa faixa etária contraíram o coronavírus no estado desde o início da pandemia. Na faixa etária de 30 a 39 anos houve um crescimento de 553% no comparativo das mortes ocorridas em novembro de 2020 e março de 2021. Já entre os jovens de 20 a 29 anos o aumento foi de 250% no mesmo período. O secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, afirma que “hoje os jovens já representam mais de metade dos pacientes internados nas UTIs”.

O representante comercial de 38 anos, o itiruçuense Roberto Ney, que precisou ser internado por complicações com a covid-19 não esperava passar pela situação de sintomas graves.   Roberto disse ao Itiruçu Online que foi uma das pessoas que mais subestimou o vírus. “Fui uma das pessoas que mais subestimou o vírus, achei que quando pegasse não iria precisar de internação e nada mais. Hoje digo aos jovens de minha idade para terem o maior cuidado possível, pois o vírus é muito perigoso. Fui contaminado em aglomeração durante uma simples festinha particular. Hoje peço a todos que não cometam o mesmo erro e evitem aglomerações e respeitem distanciamento social, pois o vírus não é brincadeira”, disse.

A professora Silvana Rotandano, que também venceu as complicações da covid após internamento, não espera passar por complicações por ser ativa em exercícios físicos e ter considerado ser de alta imunidade. “Tinha a impressão que minha imunidade era altíssima e que não iria contrair o vírus, mas que se contraísse não iria ter sintomas de risco. Quando senti os sintomas e chegou o momento da internação foi como uma bomba que você recebe e não sabe o que vai acontecer. Hoje convivo ainda com o pós covid, sinto muita dor de cabeça todos os dias e cansaço o como se tivesse feito um treino de academia, além das insônias constantes depois”, disse a professora.


Vereador cobra ação da Embasa para amenizar abastecimento. Foto/Blog Itiruçu Online.

Em tempos de pandemia de coronavírus, cujo combate guarda estreita relação com os bons hábitos de higiene, é essencial que o poder público monitore o fornecimento de água em quantidade e qualidade adequadas às demandas da população e busque que o abastecimento seja garantido de forma continua.

O presidente da Câmara de Itiruçu, Nino Mota, enviou o documento solicitando que o Ministério Público ajude na causa e faça que  a Embasa regularize o abastecimento através de carros-pipas nas localidades mais agravadas pela falta de água. “É uma responsabilidade que a Embasa precisa assumir com urgência, pois os consumidores estão pagando a conta pelo produto que não recebem. O que estou solicitando é apenas uma atitude simples para amenizar o sofrimento de quem precisa do líquido  para fazer suas atividades de higienização e para consumo humano. Em dias dificeis de pandemia, é preciso ser enérgica nas soluções”, disse.


Manancial seco com vazão mínima, torneiras vazias, reservatórios com níveis baixos e água fornecida com cor. Esses são os efeitos que apareceram no sistema de abastecimento de Itiruçu e Lajedo do Tabocal.

O que não muda são os discursos de que tudo vai melhorar e as promessas de investimentos trazendo água da Barragem Bandeira de Mello, do Paraguaçu, mas, no entanto, basta às chuvas caírem que some toda esperança de investimentos até que as dificuldades sejam novamente à realidade.

O reservatório na cidade de Itiruçu, localizado no Bairro Santo Antonio, recebeu nos últimos dias abastecimento através de carros pipas, para melhorar o abastecimento. Lajedo, Itiruçu, Maracás e Irajuba são os municípios que diariamente apresentam reclamações pela falta do abastecimento continuo no sistema da Embasa.

As dificuldades de Itiruçu e Lajedo do Tabocal são as mesmas, por serem abastecidas pelo mesmo sistema. Itiruçu ainda conta com uma vantagem, pois conta com Poços tubulares auxiliares a vazão recebida diariamente do Sistema de Abastecimento.

Zona Rural

As reclamações se estendem ainda ao abastecimento através de carros pipas na zona rural, cada vez menos assistida pelo município.


Bastou à história da Edilene Botelho, de 33 anos, ganhar notoriedade na imprensa e na rede social que todo tipo de ajuda começaram a chegar: orações, mensagens positivas a tentativas de vagas em hospitais.

Animada com a possibilidade de realizar o procedimento cirúrgico para tratar uma à endometriose profunda – que corresponde à forma mais grave da endometriose- Edilene recebeu ligações na última segunda-feira, dia 22, avisando que haviam conseguido uma regulação para o Hospital da Mulher, em Salvador, mesmo sem ter sido avaliada presencialmente pelo médico solicitante, o qual iria atendê-la no dia seguinte no Hospital de Itiruçu para ter um diagnóstico mais preciso e, assim, fazer o pedido de regulação ao procedimento cirúrgico.

Na central de regulação do Estado o motivo da solicitação de transferência foi para uma avaliação Ginecológica e não procedimento cirúrgico.

Nesta quinta-feira (25), após dois dias apenas internada sob observação médica, mas sem realizar todos os tipos de exames como é divulgado em rede social, conforme a enferma, o Hospital da Mulher decidiu e avisou pela alta da paciente, depois te ter feito o que pedia a regulação. As cirurgias estão suspensas nos hospitais públicos. A paciente no entanto ainda segue na unidade médica.

Edilene vinha pedindo ajuda para realizar a cirurgia no sistema privado e busca atingir os custos através da Vakinha Virtual para chegar ao valor de R$ 60.000,00. Depois da frustração do internamento no Hospital da Mulher, agora a Campanha ganha mais importância, pois a enfermidade já consome a funcionalidade de órgãos de seu organismo.

Para realizar o procedimento na Unidade Particular, ela precisará passar por uma nova ressonância e custear os valores dos procedimentos. Se você puder ajudá-la, clique aqui e continua cm qualquer valor.