Bandidos levaram celulares, tabletes e dinheiro. Foto/Blog Itiruçu Online.

Final de ano se aproximando e os criminosos que não gostam de trabalhar iniciam o ataque aos trabalhadores. Notícias de furtos e roubos se tornaram comuns nesse período do ano.

O alvo da vez foi a Loja de Celulares Connect X, localizada no Centro de Itiruçu. Dois elementos em uma moto e de posse de arma de fogo,  roubaram o estabelecimento no inicio da tarde desta quarta-feira (02). Um dos elementos ficou do lado de fora enquanto o comparsa adentrou ao estabelecimento apontando um resolver para o proprietário, obrigando  a colocar celulares, tabletes e o dinheiro do caixa dentro de uma bolsa.

Após o assalto os criminosos tomaram rumo ignorado. Informações dão conta que a Polícia já sabe quem são os criminosos e a qualquer momento deve chegar neles. O desejo da sociedade é mais duro  contra os elementos que vivem roubando trabalhadores.


Como neste ano ocorreram as  eleições municipais, apenas prefeitos, presidentes das Câmaras Municipais e gestores de órgãos públicos municipais estão impedidos de nomear, contratar, ou de qualquer forma admitir funcionários. Também é vedado demitir sem justa causa, dificultar o exercício funcional ou exonerar servidor público. Há exceções, como nomeação para cargos do Poder Judiciário, Ministério Público, Tribunais ou Conselhos de Contas e órgãos da Presidência da República.

Mas, em Itiruçu já há demitidos como pratica para fechar as contas anuais. A demissão que mais foi comentada na cidade foi do zelador do Estádio Municipal, Narigueta, que votou na reeleição da prefeita, mas por um de seus filhos postar em rede social que a cidade estava de luto por ter reelegido a prefeita Lorenna, teria sido um dos motivos para retirá-lo da função. Ao Itiruçu Online, Narigueta disse que a notícia de sua demissão se deu sobre não ter feito campanha para permanecer na atividade.

Contratados estão sendo avisados da dispensa e outros na expectativa de permanecerem no mês de dezembro. Os demitidos, no entanto, devem retornarem as funções mediante necessidade do município em 2021. Na educação deve ocorrer reuniões com funcionários para discutir o remanejamento de efetivos, caso a pandemia inicie 2021 sem condições de retomar o ano letivo normalmente.

O assunto, no entanto, é pouco comentado pela concordância e conivências com os atos por acharem ações comuns. Outros não podem comentar por impedimento de conveniências.


Foto Divulgação/ Wilson Novaes.

Nesta terça-feira (01), foi realizada na Câmara Municipal de Vereadores a Cerimônia de Posse dos membros do Conselho Municipal de Educação. O evento contou com a participação da Prefeita Lorenna Di Gregorio e da Secretária de Educação, Ana Paula Santos, dentre outras autoridades municipais.

O Conselho Municipal de Educação faz parte do sistema educacional do município desde 1997, quando teve a Lei de criação aprovada, mas, de lá até hoje, não havia sido empossados Conselheiros pela ausência da regulamentação.  Ele é um órgão de suma importância para as ações normativas, consultivas e deliberativas relacionadas à educação, com papel de acompanhar, observar e fiscalizar o que está acontecendo, a fim de dar legitimidade às ações que estão sendo propostas, garantido que a comunidade tenha, de fato, uma educação de qualidade.

Por não ter o Conselho ativo, o município estaria impedido de gerir o valor de R$ 5.993.749,17 milhões referentes a precatórios do antigo programa Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental, caso o Conselho não fosse regulamentado. Todos os membros passam a ser responsáveis por aprovar e acompanhar os gastos, além de o poder Legislativo de forma natural é outro órgão fiscalizador dos recursos públicos.

Os Conselheiros Municipais foram empossados pela Secretária de Educação, selando o momento que foi um  passo para muitos desafios educacionais, além da busca por transformações no cotidiano escolar, transformações estas orientadas pelo desejo de construção de uma sociedade igualitária e justa. Não houve nenhum representante do Legislativo na composição do Conselho.

São eles: 


A Prefeitura de Itiruçu  publicou no Diário Oficial a homologação da primeira listagem de artistas, trabalhadores da cultura e empresas culturais autodeclarados da cidade inscritos para receber os subsídios da Lei Aldir Blanc, que prevê um pacote de ações emergenciais para o setor cultural que perdeu renda em razão da crise provocada pela pandemia do coronavírus.

A homologação dessa listagem do Cadastro Municipal de Cultura era um dos passos para a viabilização da concessão do subsídio destinado pelo governo federal.

Ainda conforme prevê a Lei, o cadastro nos municípios deverá permanecer aberto como forma de garantir acesso aos que ainda não se inscreveram.  Ao município caberá elaborar editais e distribuir recursos para os subsídios mensais aos espaços culturais. As parcelas previstas pela Lei Aldir Blanc variam de no mínimo R$ 3 mil e máximo de R$ 10 mil.


Itiruçu e região agora tem oficialmente sua primeira mulher Sargento da Polícia Militar. É a Itiruçuense SGT PM Vilma Nadira Santos Brandão. Apesar de constar em sua identidade a naturalidade Jaguaquarense, cidade onde apenas nasceu, desde o segundo dia de vida, Vilma Brandão mora na cidade de Itiruçu.

Na região, Jequié é a cidade mais próxima que já inclue no histórico mulheres SGT PM.

A formação aconteceu no último dia 24, na sede do 9º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação -BEIC, e contou com a presença do TC PM Souza Júnior, comandante da Unidade, do TC PM Berlink, representando o CPRSO, e de outras autoridades militares. Por conta do cenário de pandemia instalado  não houve convidados , mas contou com transmissão via Instagram e YouTube.

Quem é a primeira mulher Sargento da PM de Itiruçu e região?

Prestou Concurso da Polícia Militar em 1996 e ingressou no Curso de Soldado em 2 de junho de 1997, no CFAP, na cidade de Governador Mangabeira, juntamente com as demais Pfems de várias regiões da Bahia. Ao se formar, apresentou-se no 19 Batalhão de Jequié, onde trabalhou durante uma semana no expediente administrativo. Em seguida, apresentou-se na então 3 Cia/PM/Itiruçu, hoje com sede em Jaguaquara. Após 20 anos servindo em sua cidade, foi trabalhar em Lajedo do Tabocal, 3º Pelotão – 93 CIPM, Maracás, onde continua servindo. Ao completar 19 anos de serviço foi promovida a CB PM, curso realizado em 2016, no 19º Batalhão de Jequié, sendo que só havia ela de mulher e no dia 24 deste, formou-se como 1 SGT PM.

Ações durante a carreira policial

 Durante a carreira de policial-militar, Vilma conta que ocorreram diversas situações complicadas e de grandes aprendizagens, porém, em uma dessas marcou grandemente sua carreira. O episódio ocorreu quando estava de serviço e sua guarnição foi solicitada, sendo informada que havia um homem tentando cometer suicídio. Ao deslocar-se à residência do senhor, o mesmo já havia saído. Foram efetuadas buscas e a guarnição o encontrou com cobertor amarrado com arames da cintura até os pés, na fila da Casa Lotérica, a qual estava lotada e todos na praça o olhavam atônitos. De imediato, a 1ª SGT PM BRANDÃO o chamou e começou a conversar e o convenceu a entrar na viatura e seguiram para o hospital local e, em seguida para o HGPV, em Jequié, a fim de que o senhor fosse medicado e evitando assim um suicídio. “Louvo a Deus pela minha profissão e sinto me realizada e muito feliz em servir à comunidade”, diz a primeira mulher Sargento da PM de Itiruçu e região.


A ousadia de uma dupla de bandido chamou atenção no início da noite desta quinta-feira (19), por volta das 18h30,  em Itiruçu, quando, a pé, assaltaram uma das redes do Supermercado Econômico sediada na Avenida Arthur Inácio – Jacutinga.

De acordo com informações, a dupla adentou ao estabelecimento de posse de arma de fogo, aguardando os clientes que estavam no estabelecimento finalizar a compra para levar o dinheiro. Ninguém ficou ferido. Após o assalto, os elementos evadiram do local a pé. Antes, eles ficaram cerca de 15 minutos dentro do Supermercado aguardando o momento para efetuar o assalto.

A Polícia Militar foi acionada momentos depois do assalto e iniciou buscas pelos meliantes.


A maioria do eleitorado Itiruçuense que compareceu às urnas no último dia 15 não votaram por mudanças para o executivo e Legislativo, aprovando o governo Lorenna Di Gregorio nas urnas.  Além de renovar o mandato do executivo, 6 dos atuais vereadores foram reconduzidos a função legislativa, havendo apenas 03 novos eleitos, com observação ao retorno do ex-vereador por 06 mandatos, Val Caetano, que agora exercerá o 7º.

Um levantamento feito pelo Itiruçu Online mostra como a cidade votou em todas as regiões do município.  No total, Itiruçu tem 9.458 eleitores, sendo o comparecimento às urnas de 7.281 eleitores, dos quais 3.845 votaram na renovação do mandato de Lorenna de Gregorio; outros 2.764 votos votaram por mudança pelo candidato Ailton Cezarino; 607 votos não quiserem votar em nenhum dos dois.  2.177 eleitores não compareceram às urnas para declarar apoio a nenhum dos candidatos, sendo registrado como abstenções. Na soma de abstenções e votos nulos ou branco, foram 2.784 votos, com a observação de que os votos de abstenções 68% não residem mais na cidade.

A votação na zona rural seguiu o padrão de comparecimento. No distrito de Upabuçu 535 pessoas foram às urnas, dando vitória a Lorenna Di Gregorio com 286 votos, contra  186 eleitores de Ailton Cezarino. 63 eleitores anularam o voto.  Para o Legislativo, a comunidade escolheu como representante Jairo Ribeiro, que embora não eleito, obteve 78 votos. Também não eleitos, outros candidatos foram votados na comunidade: Helinho com 63 votos, Juliete Serra 58 votos, Helton da Hora 49 votos. Dos eleitos, Ito do Feto obteve 26 votos e Ezequiel Borges 21 votos, representantes legitimados por serem eleitos e votados no distrito.


Foto/Blog Itiruçu Online

A Polícia Militar de Itiruçu informou ao Itiruçu Online na noite deste domingo (15) que a segurança realizada durante as eleições em Itiruçu foi tranquila. No total, um efetivo de 20 policiais na sede e zona rural ajudou a garantir a tranquilidade durante o pleito.

Apenas 03 veículos foram apreendidos por irregularidades e algumas aglomerações e princípio de  tumultos em virtude do uso de bebida alcoólica, controlados pela PM no local.

O Pelotão de Itiruçu teve um bom resultado durante todo pleito, controlando as ações e realizando acordo com as coligações. Em resumo, foi a eleição mais tranquila dos últimos 20 anos na cidade. O resultado positivo foi comemorado pelo comandante da PM em Itiruçu, SubTenente David Gomes.


Lorenna Di Gregorio, do PSD, foi reeleita prefeita de Itiruçu, neste domingo (15). O resultado saiu às 17h40, com 58,18% dos votos. Seu adversário somou 41,82% do eleitorado, havendo 8% de votos inválidos. Na soma, Lorenna obteve 3.845 votos contra 2.764, havendo 672  votos entre nulos ou brancos. 7. 281 eleitores compareceram as urnas. Abstenções foram de 2177 votos.