Bolsonaro admite não ir a debates com Haddad por “estratégia”

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), admitiu, em conversa com a imprensa nesta quinta-feira (11), que está considerando a possibilidade e não participar de debates com opositor Fernando Haddad (PT). “Existe a possibilidade sim estratégica (de não ir a debate)”, disse.

Nesta quinta, o petista convocou Bolsonaro para os debates que estavam programados nesta quinta, na TV Bandeirantes, no domingo, na TV Gazeta, e na segunda, no SBT. Todos esses foram cancelados pelos organizadores. “Deputado Bolsonaro, vem contar para o povo brasileiro o que você fez durante 28 anos no Congresso Nacional. Vem pro debate“, convidou Haddad.

Em resposta, o capitão da reserva ironizou a possibilidade de participar dos debates e provocou o opositor. “O Haddad fica me desafiando: quero que você diga o que fez por 28 anos no Parlamento. Vou responder agora: não roubei ninguém, Haddad. Como presidente, você aceitaria que o crime organizado continuasse sendo comandado de dentro dos presídios? (…) Não adianta debater com alguém que não é quem vai indicar os ministros. Não adianta debater com um ventríloquo do Lula. Qual é a autenticidade do Haddad?”, questionou.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas