APLB realiza protesto contra a Reforma da Previdência em Itiruçu

A APLB Sindicato realizou nessa quarta-feira (20), em Itiruçu, uma passeata pelas principais ruas da cidade em protesto contra a Reforma da Previdência proposta pelo Governo do Presidente Bolsonaro. A passeata, que contou com pouca participação  da classe de professores saiu da Praça Gilberto Scaldaferri, passeou  pelo centro e culminou frente à sede do INSS, onde pacificamente os docentes gritaram palavras de ordem e exibiram cartazes com frase demostrando a não aceitação com a proposta da Reforma da Previdência.

Alguns aspectos da PEC já estão sendo foram divulgados pela imprensa: a proposta de reforma da Previdência do governo eleva as idades mínimas de aposentadoria de 65 anos para homens e 62 para mulheres e estabelece o mínimo de 20 anos de contribuição. Também acaba com as aposentadorias por tempo de contribuição, após um período de transição. E para ter direito ao benefício integral será preciso contribuir por 40 anos.

Atualmente pode-se aposentar ao alcançar 60 anos, no caso das mulheres, e 65 anos, para homens, com 15 anos de contribuição. E para a aposentadoria por tempo de contribuição, não é requerida idade mínima: as mulheres precisam ter contribuído por 30 anos e os homens por 35 anos.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas