Itiruçu Online – Aqui Bahia Jornalismo de Qualidade e Responsabilidade Social

Vitória empata com Paraná na Fonte e perde chance de assumir liderança

RTEmagicC_vitoriaparana01.jpg

Com um jogador a menos por quase todo segundo tempo, o Vitória empatou com o Paraná na noite desta sexta-feira (16) na Arena Fonte Nova e perdeu a chance de assumir a liderança da Série B. Com dois jogos a mais, o Leão está no momento com os mesmos 56 pontos do Botafogo, que entra em campo neste sábado para enfrentar o Bragantino. O Vitória abriu 8 pontos para o primeiro time fora do G4, o Paysandu, que também ainda joga na rodada. A próxima partida do rubro-negro é no sábado (24) contra o CRB fora de casa.

O zagueiro Kanu marcou o primeiro gol do Leão ainda no começo da partida. Com apenas 11 minutos de jogo, Diogo Mateus cruzou na medida para Kanu subir e cabecear no cantinho do gol do Paraná. A bola tocou na trave e foi morrer nas redes, para alegria da torcida rubro-negra na Fonte. O Leão saiu na frente mesmo com o Paraná tendo maior posse de bola no início de jogo e não se mostrar intimidado. Com 6 minutos de jogo, Fernandes arriscou de fora da área com chute venenoso, mas Gatito se esticou e mandou para escanteio.

Embora o Paraná continuasse cercando, não conseguia chegar com efetividade e o Vitória administrava bem a partida. No início do segundo tempo, o time visitante teve grande chance de empatar depois de linda jogada de Rafael Carioca, que driblou Diogo Mateus e cruzou. Gatito saiu errado e Éder, sem goleiro, acabou perdendo o gol.

Logo depois, aos 11 minutos, o Leão ficou com um a menos. O lateral Diego Renan, que já tinha amarelo, cobrou pênalti em lance e acabou levando o segundo cartão por simulação, deixando o campo mais cedo. Mesmo com 10, o Vitória tentava ampliar o placar. Aos 15, Kanu mandou bola na trave depois de cruzamento – a jogada já estava parada por impedimento do zagueiro rubro-negro.

O Paraná trocou o ex-Bahia Hélder pelo atacante Lúcio Flávio e tentava pressionar, sem sucesso. Vágner Mancini colocou em campo Jorge Wagner, na vaga de Pedro Ken, e David, na de Elton. Aos 34, a melhor chance do time tricolor. Em sobra de bola, Carlão chutou buscando o cantinho do gol, mas Gatito fez excelente defesa e impediu o empate do Paraná. Na sequência, David avançou pela esquerda sozinho e teve a chance de matar a partida, mas acabou ficando sem ângulo e chutou em cima do goleiro.

A pressão acabou fazendo efeito aos 39 minutos. Nova sobra de bola na entrada da área e Thiaguinho mandou uma bomba, sem chance para Gatito, deixando tudo igual na Fonte, para tristeza dos 20.059 torcedores presentes. Aos 44 o tricolor ainda teve chance de virar, mas primeiro Gatito fez grande defesa em cabeçada de Lúcio Flávio e depois, no rebote, Vitor Feijão não aproveitou o gol vazio e cabeceou para fora. *Com informes do Correio24horas.

 


error: Conteúdo protegido !!