Itiruçu Online – Aqui Bahia Jornalismo de Qualidade e Responsabilidade Social

Santo Estêvão: Secretário de Educação é achado morto em sua residência

04-04-2016_06_59_53_

Uma notícia chocou os moradores da cidade de Santo Estevão na manhã desta segunda-feira (04). O secretário de Educação José Agnaldo Barreto de Almeida foi encontrado morto dentro de sua residência na manhã desta segunda-feira (4). Foi encontrado morto o secretário da educação, José Agnaldo Barreto de Almeida, em sua residência.

Familiares encontraram o corpo e chamaram a polícia. Informações da PM indicam que José Agnaldo foi vitima de latrocínio. O quarto da vítima foi revirado, o celular não foi encontrado no local, e o carro foi encontrado por volta às 7h nas imediações da Av. Rio Branco.

O delegado titular da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Feira de Santana), João Rodrigues Uzzum, que relatou que estava a caminho da cidade para apurar as circunstâncias do crime.

O crime chocou a cidade, e imediatamente repercutiu na imprensa estadual. O chefe de gabinete da prefeitura de Santo Estêvão, Alexsandro Malaquias, disse  ao G1, que o caso causa comoção entre os moradores. “O crime veio chocar a cidade de modo geral. Era uma excelente pessoa, um homem pacífico”, conta. José Agnaldo morava sozinho e que estava à frente da Secretaria Municipal de Educação desde 2012.

A Secretaria de Educação suspendeu as aulas na Rede Municipal de Ensino.

Onda de violência

A cidade vive uma onda de violência sem precedentes. No mês de março foram registradas doze mortes violentas. A população foi às ruas numa caminhada que reuniu segundo dados da PM mais de 5 mil pessoas. Autoridades políticas, judiciárias e policiais, se reuniram no fórum local afim de tomar medidas urgentes. Uma comissão de moradores entregou às autoridades um abaixo-assinado e uma pauta de reivindicações para o combate à violência.

Reunião com o Secretário de Segurança Pública do Estado

Está agendado para a manhã desta segunda-feira (4), às 11h, em Salvador,  uma reunião com o secretário de segurança pública do estado, Maurício Barbosa. Uma comissão formada por cidadãos e autoridades locais pretende cobrar medidas urgentes contra a violência.


error: Conteúdo protegido !!