Prefeito mente sobre abandono de escola que não recebeu investimentos quando ele era oposição e líder do governo estadual, em Itiruçu

Foto ( I R)

O prefeito de Itiruçu Carlos Roberto (PT), parece ter se esquecido de seu passado na política, quando fazia oposição ferrenha e ilusória em Itiruçu, provida de perseguições as administrações passadas junto ao Governo de Paulo Souto do antigo PFL, naquela época a Bahia vivia para partidos e não para o povo, e os lideres do governo passado não ouvia ninguém que não fosse ligados ao governo, com isso os prefeitos da oposição principalmente os ligados ao deputado Marcelo Nilo, na época líder da oposição ao governo. Durante esta semana, o blog do acessor do acessor de comunicações da prefeitura, divulgou nota onde diz “A reportagem conseguiu manter contato com o prefeito de Itiruçu, Carlos Martinelli o ” Carlinhos do PT ”, que demonstrou indignação com a situação. Carlinhos disse que o que mais lhe chateia, é o fato de os opositores ficarem querendo ser os “donos da verdade” e não lembrarem do passado. De acordo com o mandatário local, a Escola foi desativada há anos atrás, mas os ex-prefeitos de Itiruçu, que foram aliados dos governadores da época, não se sensibilizaram para buscar junto ao Estado, a restauração do prédio.( Vê Nota) ”. Isso configura uma mentira absurda porque na época os prefeitos de Itiruçu, tanto Ailton Cezarino quanto Wagner Novaes, eram oposição ao governo da época e sofriam com as perseguições da oposição liderada pelo hoje prefeito Carlinhos que pleiteio a prefeitura com o apoio do PFL e não fez nenhuma reivindicação aos aliados políticos que pudessem beneficiar a referida escola. A escola Maria Marchhioni, sempre foi de responsabilidade do Governo do Estado e foi abandonada pela Secretaria Estadual de Educação durante o Governo Paulo Souto, e que durante a administração de 2004 a 2008, a Prefeitura não teve nenhum trabalho desenvolvido naquela Unidade escolar, além do fato que do atual e dos dois últimos prefeitos de Itiruçu, o único que teve relação política com o governador que antecedeu a Jaques Wagner, foi o atual prefeito, que em 2006 votou com o 25. Na época numero de Paulo Souto. Hoje o prefeito e maquiado de petista na intenção de receber apoio do governo, o que não tem acontecido, pois o governador diz não fazer política com partidos políticos e sim com as pessoas do partido, diferente do governo anterior na Bahia, que fazia política para as pessoas do partido e não para o povo.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas