Polícia investiga se ‘acidente’ que matou pai e quatro filhos foi homicídio

acidente

Um suposto acidente que matou o pai e quatro filhos na BR-070, no estado de Goiás, no último sábado (24) tem sido tratado como crime pela polícia. Uma carta deixada por Marco Aurélio Almeida Santos, 48 anos, depois de buscar os quatro filhos – três meninos e uma menina – na casa da família da ex-mulher, tem colaborado para o registro do caso como sendo quatro homicídios e um suicídio. De acordo com o delegado Renato Sampaio, há indícios de que não se trata de um acidente, “já que a carta tem um tom de despedida”, mas as investigações continuam.

foto

Ainda de acordo com a polícia, o motorista do automóvel se separou há pouco tempo da mãe das crianças. Na carta, de quatro páginas, Marco Aurélio afirmou que ela não veria mais as crianças. “Samara, espero que quando você estiver lendo essa carta eu e os meus filhos já estejam (sic) bem longe”, diz na primeira frase. “Hoje é um grande dia, para mim e meus filhos. Estaremos buscando um lugar de paz onde não exista humilhação e covardia”. O acidente aconteceu minutos depois de a família sair de casa. O carro em que os cinco estavam colidiu frontalmente contra uma carreta. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Santos tentou fazer uma ultrapassagem, mas acabou batendo no veículo de carga. O carro ficou destruído. Todos os ocupantes do veículo morreram no local. As informações são do Bahia Notícias.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas