Idosa itiruçuense é estuprada e morta dentro de casa em São Paulo; assista vídeo

Uma idosa foi encontrada morta, com sinais de asfixia e de ter sofrido violência sexual, dentro de um banheiro da casa de uma outra idosa, de 85 anos, onde morava e trabalhava, na região da Saúde, Zona Sul de São Paulo, na manhã da última quinta-feira, dia 11.

Solteira e sem filhos, Maria da Conceição Souza, 75 anos, cuidava da idosa, que sofre do mal de Alzheimer desde os 55 anos, havia cerca de 30 anos. De acordo com as informações policiais, apenas as duas mulheres moravam ali.

Para a polícia, o principal suspeito do crime é um morador de rua, que tem cerca de 35 anos. Maria tinha o hábito de alimentá-lo diariamente no café da manhã e, segundo os vizinhos, há cerca de um mês ele dormia próximo da casa onde aconteceu o crime.

idosaitirucuense

Informações chegada à redação do Itiruçu Online neste sábado (13), de que a idosa seria da cidade de Itiruçu. Várias ligações foram feitas pelo Itiruçu Online a moradores do Distrito de Upabuçu no sentido de confirmar a identidade itiruçuense da idosa. Informações colhidas pelo Itiruçu Online via contato telefônico com fontes do Distrito de Upabuçu confirmaram a história: Maria da Conceição Souza, 75 anos era de fato itiruçuense.

De acordo com os relatos de moradores, Maria da Conceição Souza passou a morar em São Paulo em 1957, aos 17 anos de idade para trabalhar como faxineira, até que passou a trabalhar como cuidadora de uma idosa, trabalho que exercia há cerca de 30 anos. Em Upabuçu era conhecida por Maria de Eleotério ( Eleotério  era o pai da idosa).


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas