Empresário diagnosticado com coronavírus em Jequié estar curado; cidade agora não tem caso

O município de Jequié anunciou a cura do paciente que foi diagnosticado como caso importado do Covid-19 de São Paulo para a cidade. Os dados de acompanhamento do coronavírus feitos pela Secretaria de Saúde destaca do empresário do ramo gráfico, Juvenal Gonçalves Maia, que foi infectado depois de viajar para São Paulo.

Juvenal retornou no dia 17 de março de uma viagem feita ao estado de São Paulo, quando passou a apresentar sintomas e procurou atendimento através de contato por telefone com autoridades de saúde, sendo diagnosticado com a doença. O empresário chegou de avião pela cidade de Vitória da Conquista, que hoje registra 07 casos. Os sintomas segundo Juvenal foram leves. “É uma benção de Deus, é uma obra divina de Deus. Saímos todos ilesos, sem problema nenhum”, relatou Juvenal ao comemorar sua saída da quarentena para voltar as atividades normais.

Os dados em Jequié

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde e das demais secretarias, departamentos e órgãos municipais e estaduais, seguindo novas orientações do Ministério da Saúde, passa a informar, também, todos os casos de síndromes gripais, uma vez que os sintomas da covid-19 são semelhantes, a princípio, com os sintomas da gripe.

Esses são os dados atualizados, até às 18h desta segunda-feira, dia 6, referente ao Boletim Epidemiológico do Coronavírus em Jequié:

– Um caso confirmado de coronavírus;

– 50 casos foram notificados;

– 41 casos foram descartados;

– 8 casos suspeitos seguem aguardando resultados;

– 234 pessoas estão em monitoramento e isolamento social;

– 442 pessoas com sintomas de síndrome gripal foram atendidas pelo Disque Covid (73 988662779 e 73 988662164);

Um caso de coronavírus recuperado.

De acordo com novas orientações do Ministério da Saúde, máscaras caseiras, feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que desenhadas e higienizadas corretamente, funcionam como barreiras na propagação da doença. O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

As medidas preventivas simples ainda são a melhor maneira de se proteger contra o coronavírus, que ainda não tem vacina. A covid-19 pode ser transmitida de forma semelhante à gripe Influenza ou outros vírus respiratórios, pelas gotículas respiratórias, por tosse e espirros em curta distância ou pelo contato com objetos contaminados pelo vírus.

Todas as orientações de saúde continuam sendo mantidas: Lavar bem as mãos com água e sabão, evitando tocar os olhos, nariz e boca; as pessoas devem ficar em suas casas para que, assim, evitem a disseminação do coronavírus e, principalmente evitem aglomerações e redobrem a atenção com os idosos, pois eles são o principal público de risco da Covid-19.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas