O subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy, Guilherme Lopes da Cruz, de 26 anos, foi assassinado na madrugada desta quarta-feira na Estrada do Gabinal, na Freguesia de Jacarepaguá, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. O crime ocorreu após o 2º Tenente reagir a uma tentativa de assalto. Segundo informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Rio de Janeiro, o policial estava em uma lanchonete quando foi abordado por criminosos, que não tiveram seus nomes divulgados.

Esta é a segunda morte de policial confirmada em dois dias. Na manhã desta terça, o 2º Sargento do Exército Bruno Cazuca, de 35 anos, foi morto em Campo Grande, bairro da Zona Oeste. Ele dirigia seu carro, quando houve uma tentativa de assalto na estrada Rio-SP. O sargento reagiu e foi atingido. No início do mês, o soldado Dejair Jardim do Nascimento, de 29 anos, da UPP da Rocinha, Zona Sul, foi assassinado quando chegava a um supermercado em São Gonçalo, município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.


Na tarde do último dia  (19), a Polícia Rodoviária Federal prendeu, no sudoeste do estado, uma traficante transportando droga de Foz do Iguaçu/PR para João Pessoa/PB. O fato ocorreu por volta das 14 h, no KM 830 da BR 116, trecho do município baiano de Vitória da Conquista.

O flagrante foi registrado quando os PRFs abordaram um ônibus interestadual que fazia a linha São Paulo/SP X Natal/RN. Durante a fiscalização, os policiais encontraram, no bagageiro, em uma mala de cor verde, quatro tabletes de entorpecente, sendo três de crack e um de cocaína. Identificada a proprietária da droga, ela informou à equipe que receberia determinada quantia para o transporte do material. A mulher foi detida e encaminhada à delegacia de polícia judiciária local onde responderá por tráfico de drogas.


Uma moto modelo Honda CG 150,ano 2007, de placa JPX- 9313, licenciada de Itiruçu, foi tomada de assalto nas imediações da Praça da Bíblia na noite desta terça-feira (20), por volta das 20h40.

Proprietário ao lado da moto.

De acordo com informações colhidas pelo Blog Itiruçu Online, dois elementos em uma outra moto de dados ignorados, seguiram o proprietário da moto tomada de assalto, conhecido por Miguel de Pelé e,  após o mesmo ter saído de um culto na Igreja Mundial  ,que fica ao lado dos Box na Praça Gilberto Scaldaferri, seguindo-o até as imediações da Praça da Bíblia, onde  deram ordem de parada e com um revolver de calibre ignorado anunciaram o assalto. Os meliantes só levaram a moto. Ninguém ficou ferido.

A Polícia de toda região fará cercos para tentar chegar aos militantes. Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso.


O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirmou nesta segunda-feira (19),  durante a reunião dos Conselhos da República e de Defesa Nacional que os militares que atuarão na intervenção da segurança do Rio precisam de “garantias” para que não enfrentem “uma nova Comissão da Verdade”. A comissão, que funcionou entre 2012 e 2014, apurou as violações de direitos humanos ocorridas durante a Ditadura de 1964, tendo como foco principal os desaparecidos políticos.

— Os militares precisam ter garantia para não enfrentar daqui a 30 anos uma nova Comissão da Verdade pelo que vamos enfrentar no Rio durante a intervenção — disse, segundo dois dos presentes.

Segundo quem estava na reunião, Villas Bôas mencionou isso ao destacar o risco de enfrentamento das tropas com as quadrilhas armadas da cidade, que pode provocar mortes. O general também solicitou recursos financeiros, equipamentos e até mesmo que o Planalto faça uma campanha publicitária em defesa da ação. O general avaliou que as Forças precisarão do apoio da população em um momento em que as autoridades públicas estão desacreditadas.

Na reunião, os dois conselhos aprovaram, por maioria dos votos, o apoio à intervenção. Os dois conselhos funcionam como órgãos consultivos do presidente da República para o caso e, por isso, não possuíam poder de vetar a medida. Entre os membros do Conselho de Defesa Nacional, a aprovação foi por unanimidade.

PETISTA VÊ FALTA DE DADOS

Já no o Conselho da República dois membros se abstiveram: os líderes da minoria no Senado e na Câmara, senador Humberto Costa (PT-PE) e deputado José Guimarães (PT-CE), opositores ao governo. Eles criticaram a medida e disseram que o governo não apresentou dados sobre a segurança no Rio.

— A deliberação, por maioria, foi de aprovar a intervenção. No entanto, não nos foram dadas as informações necessárias. Por exemplo: não nos deram dados sobre o crescimento da criminalidade no Rio, como é alegado, nem sobre resultados de ações anteriores em que foram utilizadas as Forças Armadas. Não tivemos ainda previsão de gastos e muito menos uma análise de planejamento sobre que resultado se espera a curto e médio prazo — afirmou Humberto Costa.

Participaram da reunião na manhã desta segunda, além do presidente Temer, os presidentes da Câmara e do Senado; os líderes do governo, da maioria e da minoria na Câmara e no Senado; os ministros da Defesa, da Justiça, da Casa Civil, da Secretaria-Geral da Presidência, da Fazenda, do Planejamento, das Relações Exteriores, da Secretaria de Governo e do Gabinete de Segurança Institucional; os comandantes da Aeronáutica, do Exército e da Marinha; além de três representantes da sociedade civil indicados para compor o Conselho da República. Agência O Globo.


Para realizar missões em área rural de difícil acesso o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) iniciou na manhã desta segunda-feira (19), o Curso de Patrulhamento em Ambiente Rural (CPAR), com aula inaugural realizada no auditório do Centro de Operações e Inteligência – 2 de julho. A capacitação, que tem duração de três semanas, vai capacitar 34 policias da unidade especializada. Na ocasião também houve o lançamento da revista comemorativa de três anos do Bope.

É um curso específico para atuação em ambiente rural que vai ser concluído com uma operação em um município baiano para que os nossos militares possam colocar em prática os conhecimentos aprendidos”, contou o comandante do Bope, tenente-coronel Paulo José Coutinho.

O curso tem carga horária de 180 horas. O major Marcos Paccola da PM do Mato Grosso realizou a aula inaugural. “Vamos falar das ações integradas e atividades de inteligência para o enfrentamento das ocorrências contra instituições financeiras. Eu atuei por 10 anos no Batalhão de Operações Especiais do Mato Grosso e agora venho passar meu conhecimento para os policiais baianos”, ressaltou o major.

O soldado Everton Souza está ansioso para o início da capacitação. “Eu espero aprender muito com as aulas, pois é a área que mais gosto de atuar, voltada para combate a roubo a instituições financeiras,” explicou.

Lançamento

Na ocasião, o Bope também lançou a revista comemorativa de três anos de criação da unidade. O tenente-coronel Coutinho apresentou a publicação e falou sobre a importância do informativo. “O objetivo é mostrar um pouco a sociedade a nossa atividade como uma forma de nos aproximar mais de todos. A revista contém 66 páginas e fala da nossa história e áreas que atuamos operando”.

Participaram da solenidade de abertura o subsecretário da Segurança Pública, Ary Pereira de Oliveira, o comandante do Policiamento Especializado (CPE), coronel Humberto Sturaro e o superintendente de Prevenção à Violência (Sprev) da SSP, coronel Lázaro Raimundo Oliveira Monteiro.

Fonte: Ascom/Natália Verena


Suspeito foi preso após médico constatar agressões nas crianças.

Um homem foi preso na noite do último sábado (17), depois de ter levado duas crianças ao Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Jitaúna. As crianças com idades de 2 e 3 anos foram agredidas com tamanha brutalidade que uma delas teve ruptura no fígado sendo encaminhada às pressas ao Hospital Prado Valadares, em Jequié, segundo informou a policia. Marcos Vinicius de Jesus, 25 anos, padastro das crianças, foi preso em flagrante após o médico de plantão constatar que as crianças tinham marcas de agressão, comunicando de imediato os fatos ao Conselho Tutelar que acionou a Polícia Militar conduzindo o suspeito a delegacia da cidade. O acusado reside no Bairro da Primavera. De acordo com informações publicadas pelo blog Jitaúna em Dia, Marcos já vinha agredindo as crianças quando ainda residia no município de Aiquara. Na manhã desta segunda-feira (19), o delegado Ivan Rodrigues Lessa pediu a prisão preventiva do acusado que foi autuado em flagrante por lesão corporal grave. Marcos segue custodiado no complexo Policial de Jequié a disposição das autoridades. *Fonte é blog Jitaúna em Dia.


Durante o período de carnaval a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 249 acidentes graves e 87 óbitos nas rodovias federais desde a última sexta-feira (9). O balanço parcial da Operação Carnaval 2018 foi divulgado nesta quarta feira (14) pelo órgão. Os números são menores que os do ano passado, quando foram registrados 309 acidentes graves e 131 óbitos até a terça-feira de Carnaval. O policiamento segue reforçado em trechos e horários críticos nas rodovias federais, aqueles que registram maior incidência de acidentes e de flagrantes de condutas irregulares. O balanço final da Operação Carnaval será divulgado no final da tarde desta quinta feira (15).

As principais condutas irregulares registradas no período foram as ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, mistura álcool e direção, e falta de equipamentos de segurança. Foram autuados 1.497 motoristas por embriaguez ao volante, número 22% menor do que no mesmo período do ano passado, quando foram flagrados 1.914 motoristas embriagados até a terça-feira(13), de Carnaval. Em nota a PRF informou que o comportamento que mais tem persistido nas rodovias é a ultrapassagem irregular, quer seja em locais proibidos ou em situações que não há possibilidades de ultrapassagem segura.


Uma quadrilha especializada em roubos de motocicletas, na cidade de Jequié, foi desarticulada, na tarde de quinta-feira (15), por equipes do 19° Batalhão de Polícia Militar (BPM). Cinco criminosos foram capturados e com eles recuperados três veículos, além de armas de fogo e drogas.

A prisão do quinteto se iniciou durante patrulha, no centro da cidade. Os militares avistaram Moisés Alef Miranda Campos, suspeito de praticar um homicídio, no último domingo (11 de fevereiro). Com ele foi recuperada uma moto, modelo CG, com restrição de roubo. Em depoimento preliminar ele indicou onde estariam outras motos e seus comparsas.

As equipes seguiram em diligências e localizaram, nos bairros Residencial Campo Belo, Mandacarú e KM 04 mais dois veículos, ambos modelo Bros, da marca Honda, dois revólveres calibre 38, munições de calibre 9mm (uso restrito), 14 pedras de crack e porções de maconha. Nos locais foram presos em flagrante Andrei Medrado Souza, o ‘Corre Nu’, Carlos Eduardo Oliveira Chaves, Antônio Farias Silva Filho e Rafaela dos Santos Costa. “Retiramos das ruas um bando perigoso com participação no tráfico de drogas e com fortes indícios de envolvimentos em homicídios”, declarou o comandante do 19° BPM/Jequié, tenente-coronel Itamar Gondim.


O prefeito do município de Itapitanga, Dernival Dias Ferreira, de 54 anos, foi encontrado morto na manhã dessa quinta-feira (15), dentro de sua residência. A informação foi confirmada ao GIRO pela Polícia Militar. Segundo informou um policial, o corpo foi encontrado por volta das 5h30. A PM foi acionada por vizinhos que ouviram o barulho de tiro na casa do político. Após um funcionário fornecer a chave do imóvel, os policiais tiveram acesso à residência e encontraram o prefeito morto dentro de um quarto. “Aparentemente foi suicídio, mas isso só a perícia pode confirmar”, disse o policial ao GIRO. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus já foi acionado para realizar a perícia no local.  O pecuarista Dernival Dias foi eleito em 2016 prefeito do município de Itapitanga, no sul da Bahia, pela terceira vez.Segundo apurou nossa reportagem, a Justiça Federal, em janeiro deste ano, bloqueou bens do prefeito avaliados em cerca de R$ 2 milhões, referente a Operação Vassoura de Bruxa. (Giro Ipiaú)


A Polícia Civil da Bahia prendeu, nesta quarta-feira (14), em uma churrascaria no KM 19 da Rodovia Presidente Dutra, em Caçapava, São Paulo, quatro pessoas acusadas de participar do sequestro do ex-prefeito de Valença e empresário Ramiro José Campêlo de Queiroz, ocorrido no mês de janeiro. A operação também contou com informações da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública.

Com os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luis Maciel Santos foram encontradas quantias provenientes do pagamento realizado pela família para a libertação da vítima. O valor será divulgado em breve, após conferido.

Comandada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil baiana, a operação também contou com o apoio da Delegacia Antissequestro da PC de São Paulo, para onde o grupo foi encaminhado.

De acordo com o delegado do Draco responsável pelas investigações, Cleandro Pimenta, embora a família não tenha aceitado a participação da polícia na negociação com a quadrilha, a Polícia Civil seguiu com as demais providências de polícia judiciária, chegando à identificação e prisão do grupo.

Márcio e Geraldo tiveram mandado de prisão cumprido. Já Carlos e André foram encaminhados para a adoção das demais medidas. 

Diligências continuam sendo realizadas em outros municípios paulistas com o objetivo de capturar o restante da quadrilha que participou do crime. B. News .