A prefeita Maria das Graças, acompanhada da procuradora jurídica do município, esteve na delegacia de Ipiaú no início da tarde dessa quarta-feira (20), para registrar uma queixa de difamação e calunia por parte da vice-prefeita Margarete Chaves, que teria dito numa entrevista no programa de rádio “A Hora da Verdade”, na FM Ipiaú, no último dia 23 de maio, que a prefeitura teria comprado 4 mil sacos de cimentos no mês de fevereiro de 2018.

“O município de Ipiaú nunca comprou, na gestão de dona Maria das Graças, nem tão pouco pagou, uma quantidade de 4 mil sacos de cimento. O que aconteceu foi o seguinte, no início do ano de 2017, a prefeitura fez uma licitação na modalidade de registro de preços, onde o prazo de vigência é de um ano. Durante esses 12 meses, a prefeitura pode comprar os sacos de cimento que forem necessários para a utilização de obras diversas de qualquer secretaria ou órgão do município. Com isso, ao decorrer do ano de 2017, mês a mês foram compradas quantidades variáveis de sacos de cimento… Em 2018, da mesma forma, a licitação ainda está vigente e os sacos de cimentos são comprados e pagos mediante nota fiscal mês a mês, de acordo com a necessidade do município”, disse a procuradora Isabelle Velúcia Dias de Araújo.

Em relação ao mês de fevereiro, denunciado pela vice-prefeita, a procuradora explicou: “No mês de fevereiro, o município emitiu uma nota fiscal porque comprou, utilizou e pagou através de nota fiscal 200 sacos de cimento. Ao todo, jamais sequer foram utilizados 4 mil sacos de cimento, não existe nenhuma nota fiscal contendo essa quantidade. Então a gente percebe que isso foi uma calúnia por parte da vice-prefeita e a tentativa de induzir a população de que a prefeita estaria utilizando sacos de cimento sem até fazer nenhuma obra”, finalizou a procuradora em entrevista coletiva à imprensa na delegacia de Ipiaú. Nossa reportagem manteve contato por telefone com a vice-prefeita Margarete Chaves, mas ela informou que no momento estava em numa ‘festinha’ dos idosos e que não iria comentar a reação da gestora do município. O rompimento da prefeita e da vice se deu logo após a eleição. O motivo ainda é desconhecido.  Com informações do Giro Ipiaú.


Policiais militares do 3º Pelotão da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Jequié  participaram do curso de aperfeiçoamento para utilização de etilômetro (bafômetro), no SEST SENAT, em Itabuna. A ação estará sendo realizada em Blits durante os festejos Juninos nas cidades agregadas, inclusive, com foco no São Pedro de Itiruçu, período que será intensificada abordagem para flagrantear motoristas embriagados ao volante.

Segundo o Tenente Arlindo de Jesus Júnior, Comandante da PRE da região que abrange os municípios  de Ipiaú, Itagibá, Ibirataia, Gandu e entre outros, o curso é “preventivo para inibir a incidência de motoristas que conduzem veículos após ingestão de bebidas alcoólicas ou substâncias proibidas, o que pode causar acidentes”.

O curso foi ministrado pelo Sr. Nicholson Pimentel, instrutor da HS, para orientá-los sobre o uso desse novo modelo de aparelho etilômetro. Alunos como o Tenente Arlindo, Cabo Vanderlei e o Soldado Souza Filho, representantes  da nossa região tiveram aula prática na sexta-feira (15), durante uma blitz educativa.

De acordo com o Comandante Arlindo, o etilômetro será usado em rodovias da área de abrangência do 3º Pelotão, inclusive no período de festejos juninos, quando o número de veículos que trafegam nas BAs aumentam.  ”Vamos estar, agora, no São João e no São Pedro, realizando operações nas vias com o uso do radar móvel e do etilômetro.

Essas operações serão intensificadas nesse período de festas, quando nós iremos convidar e submeter os motoristas para aferição, com o objetivo de constatar a taxa de alcoolemia de quem estiver conduzindo veículos e vamos aplicar as sanções administrativas legais para os que não observarem o cumprimento da lei”, argumenta o Tenente Arlindo.

Lei Seca

Na lei de 12.760/12 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB), denominada de “Nova Lei Seca”, se o motorista for parado em uma blitz e o teste acusar de 0,05 mg/l até 0,33 mg/l, não será dada voz de prisão, mas haverá arbitramento de multa no valor de R$ 2.934,70, bem como o motorista deverá responder a processo administrativo, tendo a suspensão do direito de dirigir pelo período de 12 meses.


Na noite de ontem, segunda-feira, 18, foi realizada a cerimônia que concedeu o “Título de Cidadão Honorário do Município de Itiruçu”, ao SubTenente PM David Souza Gome, em gratidão pelos relevantes serviços prestados ao município de Itiruçu. A proposta foi realizada pelos Vereadores Hélio Souza Filho e Ezequiel Borges, em consequência dos relevantes serviços de segurança pública prestados pelo homenageado em prol da comunidade do município de Itiruçu, sobretudo, no período em que comandou o 2º Batalhão de Polícia Militar.

Major Fábio Rodrigo , comandante da Cipe Central esteve presente na sessão.

A honraria concedida foi aprovada por unanimidade pelos vereadores de Itiruçu, através do Decreto Legislativo 04/2018, e outorgada pelos membros da Câmara na noite de ontem, 18/06/2019. A sessão contou com a participação do comandante da Cipe Central, Major  Fábio Rodrigo .

O trabalho de David Gomes é sempre lembrando pela comunidade, pois no período em que esteve em Itiruçu realizou diversas palestras em escolas na luta contra as drogas. Foi o período que o município viveu o maior número de prisões e casos de furtos e roubos desvendados, inclusive homicídios. Sua primeira atuação, justo no dia que assumiu o comando, três elementos que assaltaram a Casa Lotérica tombaram em confronto com a PM em rápida ação contra a criminalidade. Hoje David Gomes compõe a equipe da Cipe Central, sediada em Jaguaquara e que atua nos municípios do Vale Jiquiriçá.

Gomes e familiares agradeceram a honraria.

“Quero  agradecer e também compartilhar um grande presente recebido. Sei que os momentos de vitórias que aqui conquistei, foi porque Deus permitiu e os amigos contribuíram. E tive a grata noticia de ter recebo o Titulo de Cidadão Itiruçuense, pra mim uma grande honraria”, disse Gomes.


Foi realizado na manhã do sábado (16) o lançamento da Operação São João 2018, uma açao conjunta envolvendo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Departamento de Trânsito do Estado da Bahia (Detran-BA), a Polícia Militar (PM) a Polícia Civil , além de secretarias estaduais e órgãos de trânsito municipais. Lançada hoje, as ações têm o objetivo de fiscalizar condutores e veículos e combater a criminalidade durante os festejos juninos.

Os órgãos envolvidos debateram as ações em reunião ocorrida na semana passada na sede do Detran. Na ocasião, foram traçados alinhamentos entre as instiuições para uma maior efetividade nas ações através de compartilhamento de dados de pontos críticos dentre outras medidas estratégicas.

Através do trabalho preventivo e consistente fiscalização durante os festejos juninos, a PRF na Bahia vem obtendo reduções significativas nos números de ocorrências envolvendo acidentes nos últimos anos.

Buscando continuar essa tendência em 2018, a PRF irá reforçar o efetivo nas ações de policiamento e fiscalização com foco na prevenção e redução dos acidentes de trânsito, bem como aumentar a percepção de segurança nas rodovias federais na Bahia, ao longo dos festejos juninos.


Na tarde da terça-feira  ontem (12), a Polícia Rodoviária Federal prendeu em flagrante dois homens que assaltavam um ônibus intermunicipal que fazia a linha entre Salvador e Madre de Deus. O fato ocorreu por volta das 13 h, no KM 602 da BR 324, trecho do município de Simões Filho, região metropolitana da capital baiana.

A ação foi registrada quando os policiais receberam, na Unidade Operacional PRF de Simões Filho, um usuário informando que havia descido do coletivo, após identificar uma arma de fogo, com um dos três indivíduos que embarcaram em ponto de ônibus, conhecido popularmente como “Brasilgás”.

Os PRFs prontamente seguiram e conseguiram alcançar o ônibus, identificando dois dos suspeitos, que já estavam com os pertences de aproximadamente 30 passageiros. A equipe efetuou a prisão dos indivíduos e apreendeu uma arma de fogo e um simulacro. O terceiro suspeito não foi identificado. Os homens, as armas e os pertences apreendidos foram encaminhados a delegacia de polícia judiciária local.


Nesta última terça-feira (12), no diário oficial da Bahia, foi publicada a exoneração do Major Alexsandro Nascimento Caldas do comando da 93ª CIPM de Maracás. Caldas ficou à frente da Unidade há mais de dois anos. Neste período, inúmeras ações foram desenvolvidas em Maracás e nos municípios abrangente.  Dentre as ações se destacaram o Fortalecimento do PROERD; Criação do PETO (Pelotão de Emprego Tático Operacional);  Fortalecimento de Palestras em escolas públicas da região; Ações Sociais;  Aumento da produtividade Policial Militar na área de abrangência; e a Criação de Canais de interação com a sociedade. Todos os municípios agregados sentiram a Polícia mais perto da sociedade. Maracás, Planaltino, Lagedo do Tabocal, Itiruçu e Lafaiete Coutinho são os municípios da 93ª CIPM.  Caldas, que irá assumir o comando da 47ª CIPM, em Salvador. O Major Horoney Silva Santana vai assumir a 93ª CIPM.


Na da última sexta-feira (08) a Polícia Rodoviária Federal recuperou um veículo roubado, durante fiscalização realizada no município baiano de Irajuba. A ação foi registrada no KM 598 da BR 116. Ao abordar um Ford/KA, os PRFs iniciaram a identificação veicular, e constataram indícios de adulteração nos elementos identificadores do automóvel. Posteriormente, verificaram que este transitava com placas clonadas de um Ford KA semelhante, tendo em vista que suas placas originais, NYU-9393, possuem registro de roubo datado em abril de 2013, em Salvador. Além disso, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) apresentado pelo condutor, também continha indícios de inautenticidade. O motorista foi detido e encaminhado a delegacia de polícia judiciária local onde responderá por receptação e uso de documento falso.


Uma operação da Policia Militar, guarnição do PETO, em rondas e abordagens no Bairro Irmã Dulce, em Maracás, na noite deste domingo (10), prendeu um ex-presidiário após ter  recebido denúncia relatando  que um homem de nome Jonas, vulgo “Cara de Jaca”, já com passagem pelo crime de tráfico de drogas, estaria traficando a “delivery”.

 

A PM se deslocou até a casa citada nas denúncias, onde teve a entrada franqueada pela responsável, irmã do acusado, que mostrou o quarto do suspeito.  Após realizar buscas no quarto do suspeito, os policiais encontraram em cima do guarda-roupa uma sacola com farinha de mandioca, fato que despertou ainda mais a suspeita. Ao revirá-la foram  encontradas  84 “petequinhas” de 01g   de substância análoga a cocaína; Em seguida, foram  encontradas 82 “petequinhas” de 1g de substâncias análoga a crack; uma pedra de 10g de substância análoga a cocaína prensada; 04 cocadas maiores pesando aproximadamente 20g de substâncias análoga a maconha; embalagens de plástico; munição (chumbinho; pólvora e espoletas); uma balança de precisão;02 celulares Samsung; 01 relógio invicta; R $14,00 (quatorze reais em espécie).  Todo material e Jonas foi apresentado na Central de flagrantes na cidade de Jaguaquara.


Policiais Rodoviários Feder

ais prenderam, no início da madrugada de hoje, um jovem de 20 anos, foragido da justiça gaúcha. O fato ocorreu por volta das 2h15, no KM 677 da BR 116, trecho do município de Jequié, região sudoeste da Bahia. O flagrante foi registrado quando os PRFs abordaram um ônibus interestadual que seguia de Santos/SP com destino a Salvador/BA. Durante a fiscalização os policiais verificaram que um passageiro, possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto, expedido em abril/2017 pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, tendo como objeto o delito de tráfico de drogas. A ocorrência foi encaminhada à polícia judiciária local.


Na manhã de hoje (07), o Superintendente da Polícia Rodoviária Federal na Bahia, Inspetor Virgílio de Paula Tourinho, assinou na Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia – (SSP), um protocolo de cooperação técnica entre as Instituições. O acordo visa o combate à criminalidade e facilitará a troca de informações estratégicas entre a PRF e os demais órgãos de segurança pública na Bahia. Ressalta-se que este pacto é de extrema importância para combater a politica de mobilidade do crime, através dos sistemas de inteligência desenvolvidos para apoiar o policiamento ostensivo, bem como expandi-lo de forma especializada, tanto pela PRF como pelo Governo da Bahia. Deste modo, integrando todos os dados dos órgãos afetos a segurança do estado.

Além disso, a adoção da parceria, que utilizará a tecnologia desenvolvida pela PRF, aliada à ferramenta SINAL, sistema que permite a inclusão imediata dos dados de veículos roubados ou furtados, possibilitará o aumento do número de abordagens a veículos suspeitos e envolvidos em delitos. Consequentemente, refletirá no crescimento das prisões, na recuperação de bens, proporcionando uma redução significativa e constante de ocorrências de roubo. A cooperação entre os órgãos vai permitir ainda a gestão de análise de dados de segurança pública do Estado por meio do Programa SPI (Segurança Pública Integrada), que possibilita o mapeamento de condutas delitivas em infinitos cenários, facilitando a gestão eficiente dos recursos de policiamento, investigação e inteligência.

Na oportunidade, além do Superintende da PRF, estiveram presentes no evento o Secretário e o Subsecretário da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, Maurício Barbosa e Ari Pereira respectivamente, o Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Anselmo Alves, o Delegado Geral da Polícia Civil, Bernardino Filho, o Diretor da Polícia Técnica Elson Jeferson, o Comandante do Corpo de Bombeiros, Francisco Teles, e a policial rodoviário federal, Jaqueline Neves.