A Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA) divulgou nesta segunda-feira (16) o balanço da operação realizada durante o feriadão de 12 de outubro. De acordo com as informações divulgadas, foram registradas oito mortes em estradas federais da Bahia.

Segundo o levantamento, da madrugada de quinta-feira (12) até às 23h59 deste domingo (15), aconteceram 71 acidentes, sendo 61 deles graves. Ainda de acordo com a PRF, a infração mais notificada foi a de ultrapassagem indevida, problema que causa mais risco de acidentes, sendo a colisão frontal o tipo de acidente com maior incidência de mortes. Foram 1.185 ultrapassagens indevidas do total de 3.938 notificações.

Embriaguez ao volante foi a segunda infração mais percebida, com 72 pessoas flagradas através do teste de alcoolemia. Depois, vem a desobediência ao uso do cinto de segurança, o que inclui cadeiras para crianças. A Operação 12 de Outubro fiscalizou 10.094 pessoas e 9.348 veículos, com 3.867 testes de alcoolemia.

 


Criminosos explodiram um carro-forte no município de Souto Soares, localizado na região da Chapada Diamantina, na Bahia, na tarde desta segunda-feira (16). De acordo com informações passadas pela Polícia Militar, os seguranças do veículo foram rendidos em um trecho da BA-122, por volta das 17h. Não há registro de feridos. A polícia não soube informar se alguma quantia foi roubada. O carro-forte ficou completamente destruído com a explosão. Os suspeitos, que ainda não foram identificados, fugiram após a ação e estão sendo procurados por equipes das polícias Civil e Militar. (G1).


Em operação da Cipe Central apoiada pela Guarnição da PM Unidade 93ª CIPM, na cidade de Itiruçu,  por volta de 17h30min deste último domingo (15), no acesso ao Distrito de Upabuçu,  uma patrulha da CIPE CENTRAL,  ao realizar operação de abordagens a veículos e pessoas, deteve o sr MARCOS ANTÔNIO DA SILVA, de 26 Anos. Com o mesmo foi encontrado um revolver cal 32 carregado, além de munição sobressalente. O mesmo conduzia um veiculo Gol Branco placa do município de Maracas.

Os procedimentos legais foram realizados na Delegacia Territorial de Jaguaquara. Com o apreendido foi encontrado: 01 revólver, marca Taurus, cal 32, com 06 câmaras; 05 cartuchos intactos ponta oca, cal 32 e marca CBC; cartuchos intactos ponta ogival, cal 32 e marca CBC; cartuchos intactos ponta ogival, cal 32 AUTO e marca CBC; 01 veiculo VW Gol 1.0, cor Branco e Placa Policial NYY – 3410.


Policiais Rodoviários Federais prenderam na manhã do último sábado (14), um homem foragido da Justiça durante fiscalização na BR 101 em Itabuna, região sul da Bahia. O Indivíduo conduzia um veículo Vw/Novo Gol, quando foi abordado pelos policiais no KM 504 da rodovia.

Durante a abordagem, foram realizadas consultas na documentação do condutor do Gol, momento em que foi encontrado um mandado de prisão em seu desfavor. De acordo com pesquisa no banco de dados, ele estava foragido da Justiça paranaense desde junho de 2016. O foragido, de 38 anos, foi levado para a delegacia de polícia judiciária local.


O traficante de drogas, assaltante de banco e homicida Sidnei Leal de Araújo, 32 anos, conhecido no ramo do crime pelo apelido de ‘Piá, o Barão do Pó’, foi surpreendido, na noite de ontem (13), por guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Central e do 19° Batalhão da Polícia Militar (Jequié), quando tentou escapar de uma barreira montada na BR-116, próximo da cidade de Jequié.

Quando visualizaram as forças de segurança, Piá, Edvan Alves da Silva, 34, o ‘Didiu’, e Fabrício Félix Silva Ferreira, 30, abandonaram um veículo e se esconderam em um matagal. Durante varredura o trio disparou contra as guarnições e no confronto foi atingido. Os criminosos foram socorridos para o Hospital Geral Prado Valadares, mas não resistiram.

 

Piá, que em 2012 foi apresentado no auditório da Secretaria da Segurança Pública por ter explodido caixas do banco Bradesco em Itatim, liderava uma quadrilha na cidade de Santo Estevão e região.

 

Segundo informações iniciais Sidnei estava escondido fora do país e agia em conjunto com quadrilhas do Sudeste do Brasil em ações de tráfico e explosões de bancos. Com o grupo foram apreendidos uma pistola calibre 9mm de uso restrito das Forças Armadas e Polícia Federal e dois revólveres calibres 38.

“Intensificamos os bloqueios nas principais rodovias da região, principalmente no período noturno, pois é o momento utilizado por criminosos especializados em ataques a instituições financeiras para se locomoverem “, contou o comandante da Cipe Central, major Fábio Rodrigo de Melo Oliveira.

O militar informou ainda que as armas apreendidas foram apresentadas na Delegacia Territorial de Jequié, onde toda a ocorrência foi registrada. “Estamos aqui atentos, com a guarda alta contra as organizações criminosas e seus líderes”, finalizou.


O Ministério Público do Trabalho (MPT) e entidades da sociedade civil, do setor empresarial e de instituições públicas divulgaram nesta terça-feira (10) nota de repúdio à exoneração do chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae) do Ministério do Trabalho, André Esposito Roston. A exoneração foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Confira à integra da nota:

“Nota de repúdio à exoneração do chefe da divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho”

Nós, membros e representantes de entidades da sociedade civil, do setor empresarial e de instituições públicas comprometidas com o combate ao trabalho escravo, manifestamos nossa indignação e repúdio com a exoneração do chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae), André Esposito Roston, publicada no Diário Oficial da União de 10 de outubro de 2017.

Segundo informações veiculadas pelos jornais Folha de S. Paulo e O Globo, além de ter desagradado o Governo Federal ao informar a falta de recursos para o combate ao trabalho escravo em audiência pública realizada no Senado Federal, André Roston foi dispensado justamente durante a negociação de votos na Câmara dos Deputados para barrar a nova denúncia contra o Presidente da República Michel Temer.

No atual cenário de instabilidade política e de retrocessos sociais, o Governo ignora a diretriz de permanente avanço no combate ao trabalho escravo imposta pela sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos (que recentemente condenou o Brasil em um caso de trabalho escravo) e arruína uma política pública até então assumida como prioritária pelo Estado brasileiro.
A fiscalização é a base do sistema de combate a esse crime. E, sem uma fiscalização confiável não há como produzir informação para subsidiar as ações da sociedade civil e do setor empresarial.

Testemunhas do trabalho sério, engajado e transparente realizado pela coordenação do combate ao trabalho escravo, estamos convictos de que a exoneração compromete a erradicação dessa violação aos direitos humanos e revela a inexistência de vontade política e o descompromisso do atual Governo com o enfrentamento do problema.

Brasil, 10 de Outubro de 2017

Assinam:

Coordenação Geral da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo

Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo do Ministério Público do Trabalho

Comissão Pastoral da Terra

Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais

Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social

Instituto Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo

ONG Repórter Brasil

 


Os delegados Cristiano Mangueira e Isaias Neto, conduziram a operação que culminou na prisão do indivíduo acusado de ter atirado no próprio pai. A vítima foi o senhor Sérgio da Cruz dos Santos (48) atingido com um tiro na face, no último  domingo (08),  à noite, deflagrado pelo João da Cruz dos Santos Neto (19).

 

A arma usada no crime: um revólver, cor prata, calibre.32 foi apreendido. Indagado sobre o tiro que atingiu o seu pai, Joãozinho informou que o disparo foi acidental ao tentar tomar a arma de seu Sérgio. O pai confirmou a versão do tiro acidental. João foi apresentado ao plantão da DT de Jequié e flagranteado pela delegada Eliana Castro, pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e lesão corporal culposa. ( Masconte).


A operação Furta Ônus, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia, resultou na prisão de integrantes de uma quadrilha de roubo de cargas com atuação na região sudoeste da Bahia, na BR-116, na divisa com Minas Gerais, e na BR-251, no estado vizinho. Além disso, segundo a PRF, foram recuperados equivalente a R$ 900 mil em mercadorias roubadas, sendo a maioria composta por produtos de fácil revenda, como gêneros alimentícios, cosméticos, eletrônicos e brinquedos.

Também foram recuperados cinco veículos roubados, uma arma e cinco munições foram apreendidas. Seis pessoas envolvidas com os assaltos a caminhoneiros ainda foram detidas. A ação identificou ainda os locais onde os produtos eram armazenados após o crime.

A operação começou no dia 24 de setembro e terminou no sábado (7). O balanço foi divulgado neste domingo (8). A Operação Furta Ônus ainda contou com a participação de policiais do Núcleo de Operações Especiais (NOE/BA) e dos Grupos de Patrulhamento Tático (GPTs) da Regional, sob planejamento do Comando de Operações Especializadas (COE). Resenha Geral.


Um amargosense identificado como João Serra de Andrade, conhecido por “João Foca”, foi encontrado morto em uma estrada vicinal próximo a cidade de Iramaia neste sábado (07). Segundo informações, João Foca teria sido assassinado por estrangulamento com próprio cinto que ele usava. Ainda de acordo com informações o local onde foi encontrado o corpo havia várias marcas pés, o que leva a entender que houve luta corporal.

Ainda não se sabe o que motivou o crime. A Polícia Técnica esteve no local para fazer o levantamento cadavérico. *Recôncavo Noticias.


Na sexta-feira (06), por volta das 11h40min, a guarnição do 2º Pelotão da 93ª CIPM, sede de Itiruçu, ao realizar rondas pela cidade encontrou dois elementos em atitudes suspeitas.  De acordo com informações da PM ao Itiruçu Online, ao efetuar a abordagem foi encontrado de posse dos elementos 15 petecas de erva Cannabis Sativa (maconha).

Os militares deram voz de prisão para os abordados, identificados por Roberto Júnior, de 19 anos, residente em Itiruçu e um menor.

 

Polícia Recupera aparelho celular furtado neste sábado (07).

 

A Polícia Militar recuperou um aparelho celular furtado de um Bar no centro da cidade. De acordo com relatos ao Itiruçu Online, a guarnição da PM realizava rondas nas imediações da Feira Livre quando foi solicitada pela  sra A. R. dos S. , relatado  que estava trabalhando em um bar no centro  e colocou seu celular pra carregar,  quando foi pegar o referido aparelho não o encontrou.  Logo após, o proprietário do bar informou que um elemento conhecido como Joceval havia furtado o aparelho e tomando rumo ignorado. Ao fazer rondas a guarnição  encontrou o  referido elemento próximo ao mercado municipal. Que o abordou, sem, contudo encontrar o celular. Ao ser indagado sobre a veracidade do fato, ele nos informou que de fato o havia furtado e que o aparelho celular estaria em sua residência.  A guarnição se deslocou até a referida residência e, com a permissão do conduzido, foi até o local por ele indicado. Num pequeno quarto, debaixo de um colchão, foi encontrado o aparelho celular, sem a bateria, de imediato foi dada a voz de prisão ao autor, sendo este conduzido até a Central de flagrante em Jaguaquara para serem adotadas as medidas cabíveis. Foi preso Joceval Bonfim dos Santos.