Van transportava passageiros de Ipiaú para Jitaúna e Jequié (Foto: Giro Ipiaú)

Seis pessoas ficaram feridas em um acidente ocorrido na tarde dessa segunda-feira (14), por volta das 14h, na BR-330, nas imediações da entrada do distrito de Palmerinha, município de Aiquara.  Um caminhão que seguia sentido Ipiaú colidiu frontalmente com uma Van que transportava passageiros de Ipiaú para Jitaúna e Jequié. Com o impacto, os veículos foram parar fora da pista. O condutor da Van, Ericleiton Gomes, 32, sofreu várias escoriações e ficou com a perna presa nas ferragens.  Ele foi retirado pelo Corpo de Bombeiros da cidade de Jequié. O motorista e o passageiro Valter Sérgio, de 38 anos, foram socorridos pelo Samu e encaminhados para o Hospital Prado Valadares em Jequié.

Outros quatro passageiros tinham sido socorridos por populares até o Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Jitaúna. Deram entrada na unidade hospitalar jitaunense; Jeferson Vasconselos, de 22 anos, sua companheira Damara Raissa Santos, de 18 anos, Jocinaldo Souza Santos, 27 (os três moradores de Ipiaú), e Naijane Simona dos Santos, de 29 anos, moradora de Jitaúna. Segundo informou o hospital ao GIRO, os quatro tinham suspeitas de fraturas e foram transferidos para o Hospital Prado Valadares.

 

O motorista do caminhão, segundo informou a Polícia Militar, não ficou ferido. O acidente pode ter sido provocado por buracos nesse trecho da pista que liga o distrito de Palmerinha à Jitaúna. As causas serão apuradas pela Polícia Rodoviária Federal. (Giro Ipiaú)


Após buscas por informações do site Itiruçu Online para identificação da vítima fatal do acidente ocorrido na manhã deste sábado na serra do Mutum, BR-116, Perímetro do município de Jaguaquara, que vitimou Leandro Oliveira da Silva, 29 anos, natural de Solanea-PB.

Fique por dentro das notícias primeiro, curta nossa página no Facebook. Clique aqui

Leandro pilotava uma moto Titan 160 de Placa GKD/ 4570, com licenciamento de São Paulo quando colidiu na traseira de uma carreta e foi arremessado, batendo com a cabeça na pista e falecendo no local. O corpo foi recolhido ao IML e aguada familiares para  fazer o translado.


Um motociclista ainda não identificado morreu na manhã deste sábado (12) na rodovia Santos Domunt, BR-116, perímetro do município de Jaguaquara. A moto pilotada pela vítima é uma Titan 160 de Placa GKD/ 4570, com licenciamento de São Paulo. O Itiruçu Online busca informação para saber a causa do acidente e a identificação da vítima. Volte em instantes.


Quase que diariamente motoristas de carretas caem na Vala da Serra do Mutum na rodovia Santos Dumont, trecho entre Jequié e Jaguaquara. As valas foram construídas para escoamento das águas das chuvas, mas tem causado estes citados acidentes, que geralmente, na sua maioria, ocorrem no período noturno, quando os motoristas cochilam ao volante e acabam tombando ao lado da via.

O caminhão (foto) acima tombou na madrugada desta segunda-feira (07). Não houve vítimas.


Três irmãos morreram após uma colisão entre um carro de passeio e um ônibus, na manhã deste domingo (6), no município de Jitaúna, na região sudoeste da Bahia. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a batida ocorreu no km-750 da rodovia, pouco depois das 9h.

Ainda não há informações sobre as circunstâncias do acidente, que ocorreu no sentido Jequié e bloqueou o trânsito na região. Todas as pessoas que morreram estavam no carro de passeio, que era conduzido por Fabiano Justiniano dos Santos. Os outros dois irmãos,  Fábio Justiniano dos Santos, 47, e Florisvaldo Justiniano da Silva Santos, 56, eram irmãos e residiam no bairro Joaquim Romão, em Jequié. Eles viajavam com destino a Ipiaú. Não foi informado o motivo da viagem. O carro ocupado pelos irmão bateu de frente com um ônibus da viação Cidade Sol.. As vítimas tinha idades entre 43 e 56 anos.

Além dos homens mortos, a PRF disse que uma mulher que estava no ônibus e o cobrador ficaram feridos. O cobrador teve uma fratura na perna. Já o ferimento da mulher foi sem gravidade. Ambos foram socorridos por ambulâncias e encaminhados para um hospital em Jequié. Não há informações sobre o estado de saúde.


Criança foi encaminhada ao HGPV. Foto/Blog Itiruçu Online

Uma criança de 10 anos de idade, Leonan Alves da Silva, filho de Maria de Lourdes Alves, foi vítima de um atropelamento na tarde desta terça-feira (01), em frente ao Hospital Pedro Pimentel Itiruçu, Itiruçu. 

De acordo informações colhidas pelo Itiruçu Online, a criança saiu do Mercadinho  Econômico  e correndo atravessou à Rua, momento que foi atingido por uma moto. Ao cair levou uma forte pancada na cabeça, sendo levado socorrido  para o Hospital pelo próprio motociclista, tendo recebido os primeiros atendimentos no HMPPR e sendo encaminhado ao Hospital Prado Valadares em Jequié.

O estado de saúde da criança até o fechamento desta edição ainda não havia sido atualizado.


Jovem passará por procedimentos cirúrgicos

Não é o primeiro caso e certamente não será o último a ser noticiado pela imprensa relatando omissão de corro a vítima de trânsito, principalmente para os que se evadem dos locais após provocar acidente com vítimas para evitar o fragrante.

Fotos Leitor do Blog Itiruçu Online em Jaguaquara

Na noite deste domingo (30), em Jaguaquara, o jovem Rubens Silva Santos, 27 anos, sofreu fratura exposta na perna esquerda após ter sido atingido por um veículo modelo Corola, cor branca, sendo socorrido ao hospital da cidade pela Unidade do Samu e posteriormente encaminhado ao Prado Valadares, em Jequié.  Antes de ser socorrida pela Unidade de Saúde, a vítima não teve o auxilio do motorista que provocou o acidente, que até agora não teve o nome divulgado, exatamente por ter evadido do local sem prestar socorro às vítimas: dois jovens que estavam a bordo de uma motocicleta. Testemunhas afirmaram que o veículo é de propriedade do médico, vereador e presidente da Câmara, Dr. Hélio, que não dirigia o veículo.

 

Pedido de Justiça

Familiares já se manifestam em redes sociais, em especial, na página do Itiruçu Online no Facebook, clique aqui, cobrando justiça no caso e prometem seguir adiante no caso, para não ser apenas mais um caindo no esquecimento e deixando infratores do trânsito impune e às vitimas com sequelas para toda vida. Acompanhe as notícias em nossa rede, clique aqui. 

 

O crime de omissão de socorro

 

O crime de omissão de socorro, previsto no artigo 304 do Código de Trânsito (BRASIL, 1997), não raras vezes se confunde com o de fuga do local do acidente. Há algumas semelhanças, pois no caso de omissão de socorro, o condutor pode se afastar do local do acidente, contudo existe diferença no dolo do agente, conforme descrito nos tipos, pois quando se afasta do local do acidente, em se tratando do artigo 305 do Código de Trânsito (Brasil, 1997), o infrator da norma deseja fugir da possível responsabilização que possa lhe ser atribuída. Por outro lado, quem comete omissão de socorro comete o crime por não prestar auxílio à vítima acidentada, contudo, deve-se frisar que um crime não acarreta o outro necessariamente. Não se pode afirmar que o indivíduo que não tenha prestado socorro à vítima, tenha a finalidade de se afastar para fugir da responsabilidade penal, o grande problema é a prova desta finalidade. Já no caso de fuga, não há intenção do agente em não prestar socorro à vítima, pode ser que até mesmo o agente tenha prestado socorro ao acidentado e após tenha-se evadido do local, então, não se pode denunciar ou aplicar a pena de fuga do local do acidente a quem cometeu omissão de socorro pelo só fato de ter se afastado e ainda não se pode condenar em ambos os crimes se apenas cometeu a omissão de socorro até mesmo sob pena de punir-se duas vezes pela mesma conduta cometida, conduta esta que, na verdade, corresponde ao cometimento de um só crime.

 


Fotos Leitores do Blog Itiruçu Online em Jaguaquara

Um motorista com sinais de embriaguez  provocou um grave acidente no Centro de Jaguaquara na noite deste domingo (30),quando, segundo informações obtidas pelo Itiruçu Online , o homem havia saído de um BAR onde estava ingerindo bebida alcoólica e acabou colidindo o veículo contra uma moto no centro.

Rubens teve fratura exposta na perna.

Duas pessoas estavam na moto, tendo sofrido ferimentos leves e outro tendo fratura exposta.

Jardeu Neri, 20 anos,  sofreu  ferimentos leves. Já Rubens Silva Santos, 27 anos, sofreu fratura exposta na perna esquerda, sendo socorrido ao hospital da cidade pela Unidade do Samu e posteriormente encaminhado ao Prado Valadares, em Jequié.

Segundo informações Policiais o motorista infrator   evadiu-se do local sem prestar socorro às vítimas. A polícia tenta localizar o veículo,  que de acordo testemunhas, pertence ao presidente da câmara de Jaguaquara, Dr. Hélio Boa Sorte, mas o vereador e presidente do legislativo não era quem conduzia o veículo e nem estava no veículo. 


 

 

Seis pessoas morreram em uma batida frontal entre dois carros, por volta das 10h desta quinta-feira (27), na BR-324. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no KM-465 da rodovia, trecho da cidade de Tanquinho, a cerca de 161 km de Salvador.
Conforme a PRF, a batida envolveu um um Fiat Uno e um GM/ Vectra. Os veículos ficaram destruídos. Quatro das vítimas estavam no GM/ Vectra. Ainda não foi confirmado se as outras duas vítimas estavam no Uno. Os corpos serão encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana, onde serão periciados.

Após a batida, o trânsito ficou congestionado no trecho da rodovia. Policiais rodoviários foram deslocados para atender a ocorrência. A polícia ainda não tem informações sobre as circunstâncias do acidente ainda não estavam confirmadas. Não há detalhes sobre a identidade das vítimas. Informações do G1.