Um motorista caiu com o seu carro em uma vala de obra na Avenida João Durval Carneiro, no bairro Itiruçuzinho. O acidente ocorreu na noite deste último domingo (15), por volta das 21h e, segundo o condutor, a falta de sinalização facilitou a queda do veículo no buraco. Ele não ficou ferido. Moradores ajudaram a retirar o veículo. O motorista é morador de Itiruçu.

A obra, que por sinal é um velho problema na avenida, que sempre ocorre após as chuvas o entupimento da galeria e causa prejuízos aos moradores. Desta vez, uma demora no concerto provoca transtornos aos moradores que, além de ficarem com os dois sentidos da Avenida interditada, sofrem com o odor no local e a lama, oriunda de outra obra que é realizada no local: a terraplanagem para construção de 50 casas do Minha Casa Minha Vida.  Há 15 dias a avenida encontra-se interditada com a vale aberta e sem sinalizações em ambos os sentidos. Moradores da localidade enviaram áudios ao Itiruçu Online tecendo críticas pela demora na resolução do problema.


Foto/Blog Itiruçu Online.

Dois veículos colidiram no centro da cidade de Itiruçu no final da tarde desta segunda-feira (09).  O acidente ocorreu na travessa da Rua Juscelino Kubitscheck com a Jovino Gomes. O acidente foi motivado pela falta de atenção dos condutores, que não observaram as normas de trânsito para locais não sinalizados.  Os dois motoristas avançaram e colidiram lateralmente. Não houve feridos. O acidente atraiu curiosos para o local até a chegada da Polícia Militar.

 

Dicas e regras para saber de quem é a preferência num cruzamento não sinalizado

 

Segundo estatísticas, 60% dos acidentes de trânsito no Brasil ocorrem nos cruzamentos de vias. Em cruzamentos equipados com semáforos, placa PARE ou Dê a preferência, não há problema, basta respeitar a sinalização. Porém, e nos cruzamentos que NÃO tem nenhum tipo de sinalização, existem regras?

 

SIM, existem regras!

 

Ao contrário que muitos pensam a preferência de passagem em cruzamentos não sinalizados, não necessariamente será de quem transita por uma avenida ou rua mais movimentada. Vejamos o que diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

 

Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas: III – quando veículos, transitando por fluxos que se cruzem, se aproximarem de local não sinalizado, terá preferência de passagem:

 

  1. a) no caso de apenas um fluxo ser proveniente de rodovia, aquele que estiver circulando por ela;
  2. b) no caso de rotatória, aquele que estiver circulando por ela;
  3. c) nos demais casos, o que vier pela direita do condutor.

 

Então, no caso, à preferência de passagem é daquele veículo que trafegava a sua DIREITA, independentemente por qual tipo de via ele esteja transitando.


A criança e a avó que morreram em um acidente na BR-101, na manhã desta sexta-feira (30), haviam saído do estado de São Paulo, para passar o feriado da Semana Santa com parentes em Várzea do Poço, cidade que fica a 320 Km de Salvador. Rosemeire Maria Fonseca, 41 anos, e Kiuane, 4, morreram na hora. Marido de Rosemeire e avô de Kiuane, Arnold Fonseca viajava em um carro separado, um pouco a frente, quando deu falta do veículo onde a família estava. “Eles demoraram de se aproximar e eu voltei para ver o que estava acontecendo e aconteceu isso, essa tragédia. Infelizmente, perdi meus dois bens mais especiais: minha neta e minha mulher”, disse ele desolado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o pai da criança, que conduzia o veículo, contou à polícia que perdeu o controle da direção e bateu na lateral do caminhão que vinha no sentido contrário. Junto com ele estavam a esposa, a sogra e a filha. A PRF informou que, no momento do acidente, chovia forte na BR-101. O motorista do caminhão fugiu sem prestar socorro às vítimas. A suspeita da PRF é de que a criança estava no colo da avó e as duas estavam sem cinto, porque elas foram arremessadas para fora do veículo. As vítimas estariam no banco do passageiro, na frente, que teve a porta arrancada.

O corpo da criança foi encontrado cerca de 500 metros do local do acidente. A polícia acredita que ele pode ter ficado preso no caminhão e se soltado mais a frente. Ferida, a mãe da criança foi levada para o Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana. O estado de saúde dela não foi divulgado. O pai e uma segunda criança, que estava no banco de trás do veículo, também chegaram a ir para o hospital, mas não tiveram ferimentos. *Com informações do G1/Bahia.


Fotos/Leitor do Blog Itiruçu Online.

O  dentista, Caio Andrade, da cidade de Itaquara, acabou se envolvendo em um acidente na BR-116, na tarde desta terça-feira (27), no perímetro do município de Manoel Vitorino.

O veículo modelo Corolla ficou destruído e foi guinchado do local pela seguradora. Ainda não conseguimos obter o que provocou o acidente. O Veículo acabou saindo da pista e capotando. O médico foi socorrido após sofrer ferimentos. atualizares esta informação a qualquer momento.


Veículo da Vítima ficou destruído.

Uma colisão frontal entre um Caminhão Baú e um veículo de passeio, modelo Fiat, resultou na morte de uma pessoa na manhã desta segunda-feira (26) na BR-420, trecho do município de Itaquara.  Sabe-se que o caminhão Baú seguia sentido Vale Jiquiriçá transportando embalagens plasticas. Já  o veículo Uno seguia sentido Jaguaquara. O caminhão Baú tombou após a colisão. O veículo Uno ficou destruído.

A Vítima fatal é um cidadão bastante conhecido na cidade de Jaguaquara, morador do Bairro Muritiba, identificado pelo nome de Jailson, apelidado de Itaquara.

De acordo com informações do repórter Silvio Senna, o motorista do caminhão foi identificado por Almiro Rebolcas Alves, de 53 anos, que viajava com a esposa Raimunda Abreu de Oliveira, de 57 anos. Ambos sofreram ferimentos e foram socorridos ao hospital de Jaguaquara. Ainda segundo as informações, o motorista do caminhão contou que Joílson ( vítima)  chegou a invadir a pista contrária antes da colisão e estaria dando atenção a alguma coisa dentro do veículo, tirando  a  visibilidade da estrada.


Foto/Blog Itiruçu Online.

Uma colisão entre duas carretas foi registrada deste sábado (17) na BR-116, no Entroncamento de Jaguaquara, no KM 633. Uma carrega que transportava produto químico tentou fazer a travessia de uma das vias fazendo retorno para seguir viagem sentido Salvador, quando outra carreta baú não conseguiu frear a tempo e acabou colidindo. Não houve feridos no acidente. A rodovia ficou interditada por alguns minutos.


Veículo ficou destruído. Fotos são do Blog Itiruçu Online.

Um capotamento na BA-250, perímetro do município de Itiruçu, deixou cinco pessoas feridas na noite deste domingo (11). Conforme informações colhidas pela reportagem do Blog Itiruçu Online.

João Moreira dos Santos, motorista que conduzia o veículo modelo Ford/Fiesta, de cor prata, placa JPE-7929, licenciado de Salvador, perdeu o controle da direção em uma curva, saiu da pista, quebrou a cerca de arame farpado e capotou por três vezes antes de o veículo parar, no trevo de acesso ao Entroncamento de Jaguaquara. O capotamento ocorreu por volta das 18h40. Com o impacto, um dos ocupantes chegou a ser arremessado para fora do veículo. O socorro médico foi acionado pelos próprios ocupantes do veículo, quando uma ambulância do HMPPR esteve no local para prestar socorro às vítimas.

Um dos ocupantes contou ao Itiruçu Online que havia saído do Bairro Real em Itiruçu e estariam indo para missa. Todos os ocupantes foram identificados com exclusividade pela equipe de reportagem do Itiruçu Online, única a colher dados na unidade hospitalar e no local do acidente.  Os cinco são moradores de Itiruçu.

Dois dos feridos foram encaminhados com graves ferimentos ao Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié: Gilmar Pinheiro, funcionário da empresa SD; e Marcelo de Jesus Santana, popular Betinha. Já os outros três ficaram internados em observação médica no Hospital municipal: o motorista, João Moreira dos Santos, que reclamava de dores no peito devido a fortes pancadas durante o capotamento, além de Edvaldo Menezes dos Santos e Ronaldo Santos Souza, que  foram medicados e permanecem em observação.


Um  motocicleta ficou ferido e foi encaminhado para a Unidade Hospitalar  de Lagedo do Tabocal com suspeitas de fratura na perna na tarde deste domingo (04).  De acordo com informações obtidas pelo Itiruçu Online, um Veículo Ford/Fiesta, de placa CMJ-2291, da cidade de Maracás, seguia na BA-250 sentido Maracás, quando foi atingido por uma moto modelo Pop100 de Placa NYW-9638, pilotada por um homem identificado por Bernabé, que saiu de um restaurante que fica a poucos metros da rodovia.

O veículo após ser atingido saiu da pista. O motorista foi identificado por Edson, morador de Maracás, que ainda tentou desviar da motocicleta. Ele (Edson) não ficou ferido. Uma Unidade médica do SAMU prestou socorro e encaminhou o ferido ao hospital.


Um motociclista morreu após colidir em um automóvel modelo Uno, no KM 761, da BR-330, próximo ao povoado de Palmerinha. A vítima fatal foi identificada como Aliomar dos Santos Palmito, de 29 anos, morador de Ipiaú. Ele não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Segundo informou ao GIRO, a Polícia Rodoviária Federal.

O carro modelo Uno, era ocupado por duas pessoas que não se feriram. Ainda segundo informações da PRF, a colisão entre a motocicleta e o carro teria sido provocada por conta de outro acidente ocorrido no local, cerca de meia hora antes.

Acidente anterior deixou 4 feridos
Conforme informações da Polícia, um carro ocupado por quatro homens saiu da rodovia e capotou numa ribanceira. Os quatro ocupantes foram socorridos pelo Samu e encaminhados para o hospital. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas. Os nomes dos feridos não foram informados. Após o primeiro acidente, parte de uma árvore caiu sobre uma das vias da pista. Aliomar que seguia sentido Ipiaú, não percebeu a os galhos e ao desviar acabou colidindo na lateral do Fiat Uno.  O corpo do jovem ipiauense foi removido do local pelo DPT e encaminhado para o IML em Jequié. Aliomar, conhecido também pelo apelido de Mazinho, trabalhava como mecânico de motos. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento. *Com informações do Giro Ipiaú.

Acidente foi provocado por ultrapassagem forçada do Micro-ônibus

Foi confirmada, no início da noite desta sexta-feira (16), a terceira morte de uma das vítimas da batida frontal entre um micro-ônibus e um caminhão, ocorrida na manhã desta sexta-feira (16), no Km-719 da BR-116, trecho da cidade de Manoel Vitorino, sudoeste da Bahia.

A terceira vítima foi identificada como Geraldo Souza de Jesus, que era passageiro do micro-ônibus. Ele estava internado em estado grave, no Hospital Prado Valadares, em Jequié. Ainda há outras duas vítimas em estado grave na unidade de saúde. A segunda vítima fatal foi identificada como Gleidson Souza Silva, de 20 anos. Ele era o motorista do micro-ônibus. O corpo de Gleidson foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica de Jequié (DPT), para ser periciado.

Motorista do caminhão, primeiro a morrer após o acidente, tinha 30 anos . (Foto: TV Sudoeste)

A primeira morte confirmada foi do motorista do caminhão, identificado como Matheus Souza Chaves, de 30 anos. Ele ficou preso às ferragens e morreu no local. Entre os anos de 2012 e 2014, Matheus atuou como meio-campo do time de futebol Associação Desportiva Jequié.

No momento do acidente, além da morte de Matheus, os 32 ocupantes do micro-ônibus ficaram feridos. Destes, 15 foram levados ao Hospital Prado Valadres, sendo quatro em estado grave. Gleidson e Geraldo, segunda e terceira vítimas fatais confirmadas, estavam entre os feridos graves. A polícia já iniciou as investigações sobre as causas do acidente e trabalha com duas hispóteses: uma aponta para uma ultrapassagem proibida do microônibus, enquanto a outra levanta a possibilidade da pista molhada ter ocasionado a colisão. Por conta do acidente e do posterior socorro às vítimas, um engarrafamento de 15 quilômetros foi formado no local. A retensão no trânsito durou cerca de duas horas.

Inicialmente, a PRF informou que o micro-ônibus havia saído de São Paulo. No entanto, um dos passageiros informou que o veículo partiu do Rio de Janeiro, mas que fez paradas em vários lugares. A cidade destino do transporte não foi revelada. A polícia averigua se o transporte dessas pessoas era regularizado. Assista aqui reportagem sobre o acidente, na TV Sudoeste.