Campanha PRF contra o câncer infantil finaliza com a entrega de 2,5 toneladas em doações

A tarde de terça-feira (23) foi muito especial para as crianças e adolescentes que fazem tratamento contra o câncer no GACC da capital baiana. Assim como em anos anteriores, o dia 23 de novembro é a data marcada por um momento de muita festa e alegria com os pacientes, transmitindo aos pequenos guerreiros as simbologias de poder e autoridade que os policiais carregam, incentivando-os a serem as autoridades da própria cura. Foram desenvolvidas diversas atividades e brincadeiras com os pequenos guerreiros que combatem o câncer. A animação contou ainda com show de música, sendo também realizada apresentação de personagens infantis e super-heróis, que trouxeram muita esperança e alegria.

No local, foram montadas tendas com exposição de viaturas e motocicletas utilizadas na atividade operacional. Junto com as equipes, as crianças operaram o rádio de comunicação, ligaram a sirene e conheceram como funcionam os equipamentos da polícia. Todos puderam interagir e posar para fotos. O Grupo de Operações com Cães da Guarda Municipal de Salvador participaram da ação.O encontro contou ainda com a presença do Camaradinha Rodoviário, mascote da PRF e personagem sempre presente nas atividades de educação para o trânsito. Este ano, uma novidade foram as caricaturas feitas pelo PRF Fabiano. Com apenas grafite e folha de papel, ele desenhou o rosto dos pequenos guerreiros que ficaram entusiasmados ao verem o resultado. Um dos momentos mais marcantes, foi quando as crianças ajudaram a raspar o cabelo dos policiais, como um gesto de solidariedade aos pacientes.

Durante a celebração, os policiais rodoviários federais fizeram a entrega de 2.500 quilos de produtos como itens de limpeza, leite em pó, fraldas geriátricas e gêneros alimentícios que foram arrecadadas durante a campanha e que beneficiaram mais de 500 crianças em tratamento. A festa encerrou com um lanche para os pequenos. A ação, além de conscientizar a todos sobre o câncer infanto-juvenil, seus sinais e sintomas, chama a atenção para uma doença que tem cura, mas que é essencial que seja diagnosticada precocemente.Todas as atividades aconteceram respeitando todos os protocolos de segurança e com todas as precauções necessárias, adequando-se ao cenário da pandemia. Texto e Foto: Ascom PRF BA


Comentários

Deixar uma Resposta


Notícias Relacionadas