Itiruçu Online – Aqui Bahia Notícias de Itiruçu e Região

ONU premia jequieense Dado Galvão por vídeo de refugiados

Dado-je

Do Jequié Repórter.

O braço da ONU para os refugiados, o Acnur, premiou o vídeo do brasileiro Dado Galvão por unir o mundo na mesma dor humana. No vídeo minuto, as lonas da feira livre de Jequié são as mesmas utilizadas nos acampamentos espalhados pelo mundo. O vídeo alerta, por meio de uma linguagem universal, que o problema é de todos, independentemente de localização geográfica, seja você de Jequié, Porto Alegre ou Damasco. Foi ele quem trouxe a opositora moderada cubana Yoani Sánchez em uma histórica visita ao Brasil, assim que começaram a ser abertas as fronteiras da ilha socialista.

Exemplos de outras atuações do documentarista: ele esteve, em novembro de 2013, no hoje extinto acampamento dos haitianos em Brasileira, no Acre. Acompanhou o encontro do senador boliviano refugiado Roger Pinto com sua família também refugiada no Brasil, para o documentário Missão Bolívia. Em dezembro de 2015, realizou, com um grupo de ciclistas de Jequié, performance fotográfica com bonecos de plásticos denominada “Os refugiados e o Natal”, que foi “inspirada na fuga da Sagrada Família para o Egito”.

O vídeo “Ninguém fica de fora”/ “Nobody left outside”, premiado com o troféu Acnur/festival do minuto, será exibido com os melhores vídeos do concurso Refugiados no Cine MigrArte  no próximo domingo (19/6), às 15h,  no Cine Brasília/ evento realizado pelo coletivo Mais Pontes Menos Muros numa parceria com o Acnur. Dado Galvão participará da cerimônia de premiação em 18 de junho, às 13h, no SESC Vila Mariana (Rua Pelotas 141, São Paulo – SP), atividades que lembram o dia mundial do refugiado, comemorado no domingo (20/06). Fonte: Jornal Zero Hora/Rio Grande do Sul.