Vitória é derrotado pelo Cruzeiro no Barradão pelas 8ªs da Copa do Brasil

BBuTuU

Três dias depois de se enfrentarem e empatarem pelo Campeonato Brasileiro, Vitória e Cruzeiro voltaram a se enfrentar, dessa vez pela terceira rodada da Copa do Brasil, e dessa vez no Barradão. Quem levou a melhor, contudo, foi o time mineiro, que venceu por 2 a 1. Willian foi o grande nome do jogo, tendo marcado os dois gols da vitória cruzeirense, sendo um em cada tempo. Diego Renan, de pênalti, foi o autor dos gols dos mandantes.

Com o resultado, o Cruzeiro pode empatar e até perder por 1 a 0 na partida de volta, que ocorre no dia 20 de junho, no Mineirão. Já o Vitória precisa vencer por dois gols de diferença, ao por um com o placar de 3 a 2 para cima.

Uma novidade, e uma repetição

Paulo Bento mudou meio time em relação a escalação de domingo. Uma das novidades foi Willian, e foi dele o gol que abriu o placar. Aos sete minutos, o atacante cortou o zagueiro e bateu da entrada da área, sem chances para Caíque.

Aos 14, contudo, Marinho foi fintar Allano e a bola pegou na mão do defensor cruzeirense. Pênalti que Diego Renan bateu com precisão para empatar para o Vitória. Assim como há três dias, o lateral deixou sua marca contra o ex-clube.

Allano falha de novo, Willian marca de novo

O Vitória voltou do intervalo disposto a sair com a vitória, e a alteração de Vagner Mancini, com Tiago Real no lugar de Victor Ramos, mostrou isso. O começo da segunda etapa, contudo, foi de domínio cruzeirense. Aos nove minutos, Willian teve chance clara para marcar seu segundo no jogo, mas parou em grande defesa de Caíque. O time mineiro ainda rondou a área adversária mais algumas vezes, mas a expulsão de Allano, aos 14 minutos, fez a pressão diminuir.

Diminuiu, mas não acabou. Robinho e Arrascaeta fizeram boa tabela e o uruguaio lançou Willian, que avançou livre e tocou na saída do goleiro.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas