Uesb realiza 1º Festival de Direitos Humanos em Jequié

uesb

Ao construir uma rede de promoção e defesa de direitos humanos, multiplicando informações e difundindo junto à comunidade a importância desses direitos, o Curso de Formação de Educadores em Direitos Humanos, realizado pelo Programa de Educação em Direitos Humanos (Pedh), concluiu suas atividades em Jequié nesta sexta, 5, realizando o 1º Festival de Direitos Humanos do Pedh. “Iguais na Diferença” foi o tema do Festival, que aconteceu na Praça da Bandeira, no Centro de Jequié.

Segundo o educador e representante do Pedh em Jequié, Antônio Xavier, o Festival cumpriu seus objetivos. “A ideia era realizar uma atividade de encerramento do Curso de Formação de Educadores em Direitos Humanos. Hoje, em parceria com as instituições convidadas, estivemos aqui dando visibilidade a todas as instituições que atuam com direitos humanos em Jequié”, pontua.

Para Eduardo Fujikawa, consultor da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, esse evento deve ser visto como uma das principais das atividades da Uesb na área de Direitos Humanos. “O Festival vem para coroar uma série de atividades já desenvolvidas pela Uesb. Este programa específico em educação de direitos humanos realizado nos três campi reforça esse trabalho da Universidade na área de educação em Direitos Humanos. Jequié está recebendo uma oportunidade única de evidenciar todas essas questões”, avalia.

Para o professor Fábio Félix Ferreira, vice-reitor da Uesb, esse o é um momento de congraçamento. “O Pedh conseguiu mobilizar as três cidades onde mantemos nossos campi através de uma articulação com as instituições que trabalham com a comoção e proteção dos Direitos Humanos e da articulação com os movimentos sociais. Então, o programa se consolidou já no seu primeiro ano e o Festival é uma ação de encerramento que aproveita a data 10 de dezembro, que é destinada a comemoração internacional dos Direitos Humanos”, ressalta.

uesbs

A assistente social Izabela Prado, coordenadora do CRDH afirma ser este momento de extrema importância. “É extremamente importante porque é a culminância de todo um processo. Esse ano foi um ano de novidades e inovações no Centro de Referência e uma delas foi o acolhimento do PEDH, que o núcleo é constituído dentro do centro de referência e em parceria com a nossa equipe. Nós fizemos diversos trabalhos e um dos principais trabalhos executados pelo PEDH foi o Curso em Educação Popular em Direitos Humanos e a proposta do curso sempre foi esta que no final culminasse com um festival de direitos humanos onde todos os cursistas e a comunidade pudesse participar como é o que aconteceu aqui agora”, relata.

O vice-presidente da Associação de Deficientes Físicos de Jequié e Região e Amigos, Josué Santos Caldas, fez questão de parabenizar a Uesb pela iniciativa do Festival e pelas ações de inclusão. “Esse é um evento de grande importância porque fala da inclusão social das pessoas com deficiência, ele traz reconhecimento das entidades, a união das ONGs para poder explanar os seus direitos, isto é uma atitude louvável da Uesb e isso vem trazer o engrandecimento a todas as entidades e também trazer novos conhecimentos dos direitos que a pessoa com deficiência tem na sociedade”, assegura.

Assessoria de Comunicação/Uesb


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas