UESB: aprovados no Reda vão ocupar a reunião que pode cancelar a seleção

Os candidatos aprovados no processo seletivo Reda/Uesb divulgaram nota informando que irão ocupar a reunião do Conselho Universitário (Consu) da Instituição, que será realizada nesta quarta (7) e na qual uma nova votação pode decidir o futuro da seleção. Conforme a nota, “em meio à disputa política interna que antes do conflito sequer era conhecida por grande parte dos aprovados, a reunião será também a oportunidade para os candidatos se encontrarem e buscarem a defesa da garantia dos seus direitos”.

“Dentre os 82 candidatos aprovados estão desempregados, pessoas que esperam pela definição do processo seletivo para se desligarem de outros empregos e alguns dos antigos prestadores de serviço da Instituição. Em muitos setores da Universidade, com os aprovados na seleção, as equipes são totalmente renovadas. Além de representar uma grande oportunidade em um período em que as taxas de desemprego assustam, os candidatos acreditam que essa é uma forma de oxigenar o serviço e contribuir de forma eficaz para a retorno da normalidade das atividades na Uesb”, explica a nota divulgada pelos aprovados na seleção.

A nota explica ainda que a “contratação por tempo determinado em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) é prevista legalmente e, por isso, é utilizada por muitas autarquias estaduais e federais e também por prefeituras. Ela tem o objetivo de suprir a carência de serviços cujas vagas ainda não foram preenchidas por concurso público. Trata-se de uma solução provisória. Para tanto é realizado um processo seletivo simplificado. São exemplos de outros órgãos do Estado que tiveram o Reda autorizado neste início de ano: Detran, Secretaria de Educação e Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)”.

“Como o processo seletivo é simplificado, por necessidades de celeridade e mesmo financeiras, a análise curricular tem sido a opção adotada pelos órgãos públicos da Bahia e de outras entidades públicas das diversa esferas do poder, bem como já foi a opção da própria Uesb, para a contração de técnicos de nível superior em 2014 (Edital 075/14) – seleção essa que não foi questionada pela Associação de Docentes (Adusb). Como a análise curricular se pauta na experiência profissional e formação dos candidatos, aqueles que atuam há muito tempo na área possuem vantagem frente aos demais. O Edital para contratação Reda/Uesb 2018 prevê a duração de dois anos para os contratos, podendo ser renovados pelo mesmo período”, finaliza a nota.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas