Tribunal Superior do Trabalho declara a greve dos correios abusiva, mas a greve continua

Correio de Itiruçu – Blog Itiruçu Online

Esteve presente nesta manhã, 29 de setembro, na câmara de vereadores de Vitória da Conquista, um grupo de funcionários dos correios em estado de greve e aguardando uma decisão junto aos colegas dos correios do Rio de Janeiro. Uma assembléia foi marcada para segunda feira no centro do RJ, onde os funcionários irão decidir se voltam ou não ao trabalho.

Conforme informativo do sindicato, a categoria reconhece os avanços alcançados em relação às negociações com a ECT, mas o principal motivo da greve, é por ela (ECT) aceitar o reajuste do 13% salário somente a partir de 1º de janeiro, mas os trabalhadores querem o reajuste do aumento retroativo para a data base que é 1º de agosto.

Para Ronaldo Martins presidente do Sintect-RJ, a greve é uma alerta.

— Queremos que nosso reajuste seja retroativo à data base, que é em agosto. Se não for assim, teremos perda no salário — destaca Ronaldo Martins.

Caso o consumidor venha a pagar juros por falta do recebimento do boleto na data prevista, bem como recebimento de encomendas atrasadas, como exemplo de sedex, pode solicitar o ressarcimento ou abatimento do valor se houver atraso na entrega, sendo feita a reclamação a um órgão de defesa ao consumidor como o Procon. O consumidor pode exigir, em Juizado Especial Cível, indenização para ressarcimento de eventual prejuízo moral ou financeiro.

Para o sindicato dos trabalhadores dos correios do RJ. Sintect, 30% da categoria aderiu à paralisação, o que já causa demora na entrega de correspondências e encomendas. *Resenha Geral.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas