Serra do Mutum fora do ranking da PRF dos trechos de rodovias mais perigosos da Bahia

Início da Serra do Mutum, na BR-116, trecho de Jaguaquara. Foto/Blog Itiruçu Online.

Os sete quilômetros da BR-116, da conhecida Serra do Mutum, entre os municípios de Jequié (Km 644) e Jaguaquara (Km 637), em que pese o número elevado de acidentes automobilísticos e de mortes, não está incluído no ranking das rodovias da morte na Bahia. Com 156 mortes em 2017, a BR-101 é a que mais teve acidentes com vítimas fatais no ranking das rodovias federais e estaduais na Bahia, no ano passado. Os trechos mais perigosos, segundo a PRF, são na divisa entre Espírito Santo e Bahia, no Km 957, até Itamaraju (Km 806), passando por Teixeira de Freitas (Km 880); o trecho iniciado no Km 793, em Itamaraju, até o 717, em Eunápolis, passando por Itabela (Km 745) e Itagimirim (Km 702). Outros trechos que concentram mais acidentes são a cidade de Itapebi, na altura do Km 660; Santo Antônio de Jesus, no Km 180; e Itabuna, no Km 505. (Correio)


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas