Rui Costa: “O Ibope excluiu meu nome do questionário e conseguiu fabricar um fato historicamente inédito”

blog

O candidato do PT a governador, Rui Costa, ironiza o fato peculiar gerado pela pesquisa Ibope/TV Bahia divulgada nesta quarta-feira (27), que, inusitadamente, simulou segundo turno entre candidatos posicionados em primeiro e terceiro lugar. “O Ibope excluiu meu nome do questionário e conseguiu fabricar um fato historicamente inédito”, desdenhou, reafirmando sua convicção de vitória no 1º turno das eleições de 2014. Além do mais, lembra ele, “a  emissora que encomendou a pesquisa pertence a ACM Neto, aliado de meu concorrente Paulo Souto e o Ibope é o instituto que mais erros cometeu  em levantamentos eleitorais na Bahia”, para completar: “Alvoroçados com a aberração que produziram, fizeram a divulgação no telejornal do meio dia para conseguir incluir os dados no horário gratuito da noite”, disse. “Se esperassem até o noticiário noturno, como sempre fizeram, só poderiam usar os dados no horário gratuito da próxima sexta-feira”.

Em relação à pesquisa da Babesp, Rui ressalta que apresenta um quadro mais próximo daquele que ele e seus companheiros de chapa – Otto (senador) e João Leão (vice-governador) – observam nas ruas. “Mas pesquisas refletem um momento apenas. É nas ruas que enxergamos a vontade do povo de ver a Bahia mudar mais e melhor e não voltar para o passado de atraso, com saúde sucateada, estradas esburacadas e servidores maltratados, ganhando menos que o salário mínimo”, fala.  Rui afirmou, ainda, que a forma calorosa como ele tem sido recebidos durante as Caravanas 13, que já percorreu cerca de 100 municípios, mostra que há motivos reais para manter  a certeza de que ganhará a eleição no primeiro turno.

A pesquisa do Ibope será contestada pela coordenação jurídica da Coligação Pra Bahia Mudar Mais.  O advogado Adriano Soares argumenta que não existe justificativa técnica para excluir Rui da sondagem de segundo turno e que pesquisa eleitoral é mera expectativa, uma projeção de intenção de voto. “A lei eleitoral determina tratamento igualitário. Vamos tomar medidas contra a TV Bahia e o Ibope por prática de fraude e propaganda eleitoral disfarçada”, afirmou o advogado Adriano Soares.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas