Regina Duarte deixa a Secretaria Nacional de Cultura e assume Cinemateca em São Paulo

A atriz Regina Duarte vai assumir a Cinemateca, em São Paulo, já nos próximos dias, conforme anunciou ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na manhã desta quarta-feira (20), pouco após deixar a Secretaria Especial de Cultura. Em um vídeo na frente do Palácio da Alvorada, Regina diz que foi ao local descobrir se estava sendo “fritada” pelo presidente, como teria visto pela imprensa. “Eu vim perguntar para o presidente se ele está realmente me fritando, porque eu vi isso pela imprensa, que eu não acredito mais, mas de qualquer forma, queria que ele me disse pessoalmente”, questiona. Bolsonaro ri da situação e diz que “jamais fritaria” a atriz. “Regina, toda semana tem um ou dois ministros que, segundo a mídia, estão sendo fritados. O objetivo é sempre desestabilizar a gente e tentar jogar o governo no chão. Não vão conseguir”, responde.

Em seguida, a agora ex-secretária da Cultura conta que irá assumir a direção da Cinemateca, agradece ao presidente e diz estar feliz com a situação, pois agora poderá retornar para São Paulo e ficar ao lado da família. “Acabo de ganhar um presente que é um sonho para qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro… um convite para fazer cinemateca, que é um braço da cultura que funciona lá em São Paulo e é um museu que funciona toda filmografia brasileira. Ficar ali secretariando o governo, dentro da cultura, na cinemateca… Pode ter presente melhor do que esse?”, comemora.


Comentários

Deixar uma Resposta


Notícias Relacionadas