Queda de avião deixa 1 morto e 8 feridos em pista de resort de luxo na Bahia

Uma pessoa morreu e outras oito ficaram feridas, entre elas uma criança, após a queda de um jatinho durante o pouso na pista de um resort de luxo no distrito de Barra Grande, município de Maraú, no sul da Bahia.

Segundo informações da Prefeitura da Maraú e da Polícia Militar, que confirmou a morte de um dos ocupantes da aeronave, o acidente ocorreu por volta das 14h desta quinta-feira (14). De acordo com a prefeitura, as vítimas foram socorridas para um posto de saúde de Barra Grande.

Os feridos aguardam a chegada de uma aeronave do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) para transferi-los para a capital baiana, de acordo com a prefeitura local, que ainda não divulgou informações sobre o quadro de saúde dos pacientes.

Segundo a prefeitura, os ocupantes da aeronave foram socorridos por funcionários do resort, que passa por uma reforma e não está em funcionamento. Nem os nomes das vítimas nem as idades dos pacientes foram divulgados pela prefeitura.

Conforme informações da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o avião é um bimotor Cessna AirCraft, de prefixo PT-LTJ, modelo 550, fabricado em 1981, que está registrado em nome do empresário José João Abdalla Filho. Segundo a Anac, a aeronave teve autorização negada para táxi aéreo. Ainda não se sabe que tipo de voo a aeronave estava fazendo na hora do acidente.

José João Abdalla Filho é dono do Banco Clássico e acionista de empresas estatais como a Petrobras, dono de 1%, e das companhias elétricas Cemig e Engie, no qual detém entre 6% a 10%, além de ser o maior minoritário da Eletrobras, com 12,5% do capital. De acordo com o ranking de bilionários de 2018 da revista Forbes, José João Abdalla Filho é a 1561ª pessoa mais rica do mundo e 34ª do Brasil, com uma fortuna estimada de 1,4 bilhão de dólares.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas