PT decide lançar nome à presidência da Assembleia e disputa esquenta

resemberg

A briga esquentou pela chefia do executivo baiano. A bancada do PT na Assembleia Legislativa reunida nesta terça-feira, 4 – não participaram do encontro as deputadas Luiza Maia e Neusa Cadore – decidiu por unanimidade e com a presença do presidente do partido na Bahia, Everaldo Anunciação, lançar um nome para disputar a presidência da Casa, legislaturas de 2015-2016. O nome de consenso para competir com os candidatos já postos Marcelo Nilo (PDT), Alan Sanches (PSD) e pastor Isidório (PSC) é do líder do partido, deputado Rosemberg Pinto.

   Na opinião de Rosemberg, em entrevista ao BJÁ, “na verdade foi lançado um candidato para disputar o conceito de interrupção de reeleições”, o que significa dizer, um nome que possa se contrapor à reeleição de Marcelo Nilo, o qual deseja ser candidato pela quinta vez consecutiva. Embora, na interpretação de Nilo, em 2015, ele disputa uma nova eleição para a legislatura 2015-2016, só havendo a caracterização de reeleição se ele disputar, também, para a legislatura 2017-2018.

Foto/Blog Itiruçu Online.

Foto/Blog Itiruçu Online.

 Já o deputado Marcelo Nilo (PDT) vai continuar tocando sua reeleição e já tem uma relação de 25 nomes de parlamentares que o apoiam. Segundo sua assessoria, se conseguir chegar a um número que garanta-lhe a reeleição não ficará esperando o PT até a undécima hora como aconteceu na eleição anterior. Ou seja, Marcelo vai constituir sua chapa à Mesa e se lançar. Há tempo para isso, pois, a eleição ainda é em fevereiro de 2015.

A oposição ainda não tomou uma posição sobre as eleições da Mesa 2015-2016. Para o deputado Sandro Régis (DEM) provavelmente na próxima semana vamos nos reunir para discutirmos os primeiros movimentos. É provável que a oposição decida por votar em Marcelo Nilo para que o PT não faça o presidente da Casa.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas