PROMOTOR PEDE A JUSTIÇA ANULAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO EM JAGUAQUARA


Uma Ação Cautelar Inominada dada entrada através da Vara dos Feitos e Relação de Consumo, Cíveis e Comerciais da Comarca de Jaguaquara, pelo Promotor de Justiça Substituto, Dr. Lúcio Meira Mendes, nesta segunda-feira (4), poderá determinar a anulação do resultado, já divulgado, do concurso público realizado em duas etapas nos dias 22 e 29 de maio passado, pela Prefeitura de Jaguaquara, através da empresa Conpevem-Concursos Públicos, Pesquisas, Eventos e Marketing, com sede na cidade de Itabuna. A ação que aponta indícios de irregularidades em maior parte da relação de 121 aprovados, recebeu acatamento e despacho de medida liminar, pela Juíza de Direito da Comarca, Dra. Andréa Padilha Sodré Leal Palmarella, devendo ser publicada no Diário Oficial da Justiça, de terça-feira (5). Na ação do representante do Ministério Público Estadual-MPE, são qualificados como réus o prefeito Aldemir Moreira e a empresa Conpevem. Constam entre os indícios de irregularidades do processo seletivo para o qual foram disponibilizadas 131 vagas, das quais, 10 não foram preenchidas porque os candidatos não alcançaram a pontuação mínima necessária, que “entre as 121 vagas preenchidas, 70 candidatos aprovados são ligados diretamente ao prefeito municipal, inclusive ocupando cargos comissionados ou através de contratação”. A Polícia Federal-PF, também está sendo acionada na ação para acompanhar o desdobramento do processo. Leia mais aqui Marcos Franhm


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas