Professora é presa por crime de injúria racial em Jaguaquara

Na tarde desta quinta-feira (24), uma professora da rede Municipal de Ensino de Jaguaquara, foi presa em flagrante suspeita de cometer injúria racial contra um funcionário da administração pública local. A professora em uma conversa na live que estava sendo transmitida na Programação da Rádio Povo, com a pré-candidata a Prefeita da Cidade, se direcionou ao internauta e sugeriu que este saísse da senzala, o que foi condenado pelo público como injúria contra o cidadão.

Em razão da ofensa, a vítima imediatamente comunicou os fatos a Guarnição da Polícia Militar que conduziu a ofensora em situação de flagrância ao Departamento de Polícia Civil do Município de Jaguaquara. Conforme a Polícia Civil, a suspeita pagou a fiança e responderá o processo em liberdade. Em apoio a vítima, foram inúmeras as manifestações Jaguaquarenses de comoção e repúdio à agressão racista.

Lamentável que uma docente tenha tal postura com o ser humano em razões de crenças políticas partidárias.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas