Política itiruçuense: nomes surgem como opção para 2016

Política já é acirrada nos bastidores. Foto/Blog Itiruçu Online
Política já é acirrada nos bastidores. Foto/Blog Itiruçu Online

A praticamente dois anos das eleições municipais, já é intensa a movimentação nos bastidores políticos em torno da especulação dos possíveis nomes que poderão disputar o cargo de prefeito de Itiruçu em 2016.

Além do prefeito Wagner Novaes (PSDB), que naturalmente deverá ir para a reeleição, ou indicar seu candidato, surgem nos cenários nomes que deverão protagonizar uma das campanhas mais disputadas dos últimos anos pela majoritária nas chapas. Na questão de sucessão pela base do atual governo, devem priorizar, além do prefeito, o nome da vice-prefeita Dra. Rita Novaes ou de seu esposo Aílton Cezarino, que geriu o município de 2005 a 2009. Outros nomes na base também estão sendo cogitados, a exemplo do vereador Val Caetano e Paulo Ézio, além da primeira-dama Marlete Novaes.

Na semana passada, durante uma entrevista concedida para o Itiruçu Online, o vereador Junior Petrúquio também disse ser uma das opções pela Oposição.  Junior afirmou que poderá lançar seu nome na disputa para prefeito em 2016. Com ele, centra na oposição atenção em torno da médica Lorena Di Gregório, ambos do PT, que ganhou um terceiro nome como possível candidato, Jorge Assis, preferência do ex-prefeito Carlinhos, também do PT. Para o ex-prefeito, resta apoiar um nome, pois durante os 04 anos a frente do município, conseguiu ter três contas rejeitadas e entrou no rol dos políticos ficha sujas. Clique aqui e veja lista.

Apesar de negar veementemente, o vereador Alexandre Maimone do PC do B, é um dos que sonha em comandar o executivo municipal. A oposição está de força revigorada com a eleição da Câmara Municipal, quando, na oportunidade, travou luta pela cadeira do Legislativo e cooptou um dos vereadores da situação para ser o presidente. Relembre aqui. O certo é que, apesar das articulações dos bastidores, todos os partidos optam por manter o silêncio.

Outro nome que afirmou para o Itiruçu Online pleitear o cargo é Edeildo Borges, o ‘DD’, que visa construir uma candidatura pelo SSD-Solidariedade, com ajuda o ex-deputado federal Luiz Argolo.

Edeildo Borges deixou o Partido Progressista-PP, sigla do atual vice-governador da Bahia, João Leão, o que deixa a sigla sem nome de força e respaldo de voto o suficiente para galgar o executivo, que nos dias atuais é representada pelas baixarias nas redes sociais, ventilando mentiras e acusações levianas aos desafetos. Segundo informações, o atual vice-governador já planeja uma nova comissão municipal para doar a sigla.  Se é verdade ou não, o certo é que o partido conta com alguns candidatos a vereadores, mas o líder não é aceito por nenhuma outra candidatura, nem pelo PT, nem pelo PSDB. Ou lança um nome, ou fica de fora da disputa, pois muitos políticos ameaçam não compor palanques com o PP local.


Comentários

Uma Resposta para “Política itiruçuense: nomes surgem como opção para 2016”

  1. Jailson

    Bom, fica evidente o desejo de uma mudança ( pelos novos nomes que aparece ) que venha romper com os velhos paradigmas que se perpetuaram até o presente.

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas