PM morta em acidente iria se casar; mulher foi enterrada vestida de noiva

acidentenoivos

A policial militar que morreu após ser atingida por um carro durante uma abordagem na BA-052, no norte da Bahia, iria se casar no civil na próxima sexta-feira, dia 12 de setembro. A informação foi confirmada por colegas do noivo de Geise Lima Santana, que presenciou o momento do acidente. A jovem, lotada na 24ª Companhia Independente da Polícia Militar de Jacobina, foi enterrada no final da tarde desta segunda-feira (8), com o vestido de noiva, véu e a aliança que usaria no dia do casamento. Ainda segundo colegas do noivo, que também é PM, a festa seria realizada no dia 20 de setembro.

“Ele está muito abalado, transtornado, está fora de si. Ele presenciou toda a situação”, relatou um colega do PM, que não quis ser identificado. O sepultamento foi realizado na cidade de Serrolândia, a 320 km de Salvador.
Segundo a polícia, o condutor do veículo que atropelou Geise Lima está foragido. O carro dele foi encontrado cerca de 50 metros depois do acidente que atingiu a PM. “O motorista não foi identificado e nem localizado ainda. Nós estamos fazendo diligências em busca dele”, relatou o PM.

Acidente

O acidente ocorreu na noite de domingo (7), na região entre os municípios de Tapiramutá e Morro do Chapéu. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Geise Lima estava ao lado da viatura em uma abordagem de rotina quando foi imprensada por um outro veículo, que saiu da pista e a atingiu. De acordo com a polícia, como o noivo socorreu a PM para o hospital de Piritiba, cidade próxima ao local da abordagem, e depois ela foi encaminhada para Salvador, mas não resistiu aos ferimentos. Informes Globo.com


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas