Plano Safra da agricultura familiar é apresentado na sede da UPB

Desde a manhã de ontem,  terça-feira, (26/9), prefeitos e agricultores de toda a Bahia conheceram os detalhes do Plano Safra da Agricultura Familiar 2017/2020, em evento realizado na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB). Este ano, o Plano Safra vai além do crédito rural e traz 10 eixos principais. São eles: crédito e seguros da produção; Novo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF); titulação de terras; regulamentação da Lei da Agricultura Familiar; agroecologia; apoio à modernização produtiva da agricultura familiar; comercialização dos produtos da agricultura familiar; Ater; agricultura urbana e periurbana e ações integradas no Semiárido.

“O Plano Safra é o principal instrumento que temos, junto à agricultura familiar, no financiamento da produção, e esse espaço visa exatamente entender, conhecer e estarmos atualizados quanto as mudanças que aconteceram esse ano. Uma das principais foi a manutenção das taxas de juros, cestas e alimentos, que permanecem com os juros de 2,5%. As demais linhas 5,5%”, disse Patrícia Bastos, Delegada Federal do Desenvolvimento Agrário.

Para Marco Aurélio Pavarino, Coordenador Geral de Agroecologia e Produção Sustentável da Subsecretaria de Agricultura Familiar, esse é um evento extremamente importante para os prefeitos, pois a Bahia é o estado com maior número de agricultores familiares do país, então é significativo se falar do Plano Safra no estado.

Presente no evento, Jeandro Ribeiro, representando o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, confirmou a parceria da secretaria com os municípios. “A secretaria é uma parceira do MDA, o que for preciso, será feito porque o nosso objetivo é comum, é o beneficio da agricultura familiar, dos assentados da reforma agrária. Temos uma parceria com os municípios para o desenvolvimento rural”, disse.

“A minha região sabe o que é conviver com a estiagem e com a agricultura familiar. Estamos precisando de uma atenção à agricultura familiar, falo isso porque sou agricultor. Além de está como prefeito, venho da agricultura. O Governo do estado faz o seu trabalho, não posso deixar de destacar”, disse Ricardo Maia, prefeito de Ribeira do Pombal e membro do conselho consultivo da UPB.

Atualmente, a agricultura familiar é responsável por mais de 50% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros, além de corresponder a mais de 30% do PIB Agropecuário, daí a importância de investir na produtividade do campo, destacou Maia.

Amanhã, (27/9), a partir das 8h, o público é convidado a participar do Simpósio Compras de Alimentos da Agricultura Familiar, que tem o objetivo de orientar os municípios sobre a modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

 


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas