PF realiza Operação em Jequié para apurar denúncias de fraudes em licitações e desvio de verbas públicas

O prefeito de Jequié, no Sudoeste, Sérgio da Gameleira, deve ser afastado do cargo nesta quinta-feira (2). São cumpridos nesta manhã 17 mandados de busca e apreensão, além de seis medidas cautelares de afastamento de função pública expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) – uma delas para o prefeito Sérgio da Gameleira. Esse é uma das seis medidas cautelares cumpridas esta pela Polícia Federal (PF) e Controladoria Geral da União (CGU). Intitulada de Old School, a operação combate fraudes em licitações e desvio de verbas públicas em Jequié.

As investigações tiveram início no final de 2018, a partir de denúncia de vereadores. Segundo os edis, uma empresa estaria vencendo diversas licitações no município, sendo que em uma dessas licitações, para promover a reforma de 82 escolas nas zonas rural e urbana, os serviços estariam sendo executados de maneira manifestamente insatisfatória.

A partir daí a Polícia Federal iniciou a análise e apurou que o município de Jequié celebrara com a empresa em questão um contrato no importe de R$ 8.853.846,66 (oito milhões, oitocentos e cinquenta e três mil, oitocentos e quarenta e seis reais e sessenta e seis centavos), valor a ser pago com recursos de precatório do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e da Valorização do Magistério), e que, de fato, os serviços nas escolas eram de péssima qualidade. *Com informações do Jequié Repórter.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas