Petrobras anuncia reajuste de 3% no preço da gasolina e 5% do diesel

gasolina

A Petrobras anunciou no início da noite desta quinta-feira (6/11) reajuste de 3% no valor da gasolina e de 5% no do diesel.

O aumento já era esperado. Na última terça-feira, durante reunião do conselho de administração da companhia, a presidente Graça Foster chegou a dizer que “aumento de gasolina não se anuncia, pratica-se”. O reajuste entra em vigor a partir da meia-noite de hoje. Consumidores já começam a correr aos postos para encher o tanque antes da mudança nas tabelas.

O preço dos combustíveis apresentava uma defasagem de 17% entre janeiro e setembro, em relação aos preços internacionais: um prejuízo de R$ 60 bilhões. Em outubro, os valores se acomodaram. A alta anunciada pela Petrobras refere-se ao valor das refinarias, com impacto certo na bomba dos postos. O reajuste deve pressionar ainda mais a inflação, que já está acima do teto da meta estipulada pelo governo em 12 meses.

Assim que soube da confirmação do aumento, o servidor público Carlos Almeida, 32 anos, correu ao posto mais próximo para encher o tanque. “O reajuste da gasolina é um absurdo. E o pior é que sabemos que a qualidade não é boa”, reclamou ele, que gasta entre R$ 400 e R$ 500 por mês. Se levados em conta o preço médio atual da gasolina no Distrito Federal e o repasse integral do reajuste da Petrobras aos consumidores, o novo valor do combustível será de algo em torno de R$ 3,24.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas