O ex-vereador e ex-secretário de obras do município de Condeúba, Diolino Telles Filho, segue foragido da Justiça após ter um mandado de prisão espedido pela justiça, pesando a acusação de ser mandante do crime de execução que vitimou o funcionário Público, Roberto Alves Moreira, caso ocorrido em fevereiro de 2017. Diolino Telles Filho trabalhou na gestão do então prefeito José Augusto – Guto do PT, quando ocorreram as acusações dos desvios de recursos.

De acordo com as investigações, o  advogado suspeito de mandar matar o  servidor público de Condeúba, após a vítima descobrir que ele desviou dinheiro da prefeitura da cidade e que participava de um esquema de venda ilegal de imóveis públicos municipais. A Vítima, Roberto Alves Moreira, presidia uma auditoria contábil na prefeitura de Condeúba e descobriu que o suspeito, identificado como Diolino Telles Filho, tinha desviado o dinheiro para a conta da esposa, que também é advogada.  Roberto Moreira foi morto em um bar, no centro de Condeúba. O servidor público estava acompanhado de um amigo, quando um homem chegou em uma motocicleta e atirou na direção dele. O suspeito fugiu em seguida. As investigações apontam que Diolino Filho encomendou a morte de Roberto Moreira, porque a vítima revelou os crimes para algumas pessoas próximas dele.

No entanto, após completar uma semana de uma operação da Polícia Civil para cumprir os mandados de busca e apreensão na casa de Diolino Telles e, também, o mandado de prisão temporária em seu desfavor, o acusado segue foragido.

Roberto Alves ocupava o cargo de diretor de Tributos do município e havia iniciado uma investigação para apurar possíveis desvios desses recursos. Em menos de 20 dias após a abertura do processo investigatório, o agente político foi executado em uma via pública da cidade. O mentor intelectual do crime tentou mudar a conotação a ação, fazendo parecer um ato passional, mas a polícia encontrou ligações de um aparelho celular da esposa de Diolino Telles com o chip que havia enviado mensagem momentos antes do crime à esposa de Roberto Alves, tentando desconfigurar a motivação do crime.

A esposa do acusado foi ouvida pelos policiais e em seguida foi liberada. As investigações continuam em busca de mais envolvidos com o crime e também para garantir o cumprimento do mandado de prisão, que segue em aberto.


O subtenente David Gomes retorna ao mando do 2º Pelotão da Polícia Militar – chefiado pela 93ª CIPM de Maracás. O PM já exerce as funções no pelotão desde o último dia 02. Quanto esteve frente as atividades da PM em Itiruçu, a comunidade aprovou a atuação, alinhada com a educação através de palestras nas escolas, rondas ostensivas na sede e zona rural, além de desenvolver campanhas sociais.

Foi o período que o município viveu o maior número de prisões e soluções em casos de furtos e roubos desvendados, inclusive homicídios, trabalho de parceria com a Polícia Civil.

Gomes participou de uma entrevista na Itiruçu FM, programa Giro Total, afirmando que volta a cidade com o mesmo pensamento: de trabalhar em parceria com à sociedade.

Acidente na BA-250

Nesta quinta-feira (05), quando se deslocava para a cidade de Maracás, onde participaria de uma reunião com o comandante da 93ª CIPM para tratar de assuntos inerentes a Itiruçu, o sub tenente sofreu um acidente ao tentar desviar de um homem que sinalizada a estrada para avisar sobre um veículo quebrado sobre a pista numa localidade sinuosa. O veículo saiu da pista e colidiu contra o barranco. Gomes sofreu apenas escoriações e já está nas atividades policiais.


Nesta quinta-feira (05)  o Vasco enfrenta o Bahia na Fonte Nova, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro.  O time que está concentrado em Salvador, convidou o pequeno vascaíno itiruçuense,  Raul Nunes Leão,  para buscar sua carteira de sócio no hotel onde estão os jogadores e a comissão técnica. A carteira foi entregue pelo treinador Vanderlei Luxemburgo. O pequeno torcedor fez parte da campanha de associação que tornou o Vasco maior clube em sócios do Brasil, chegando ao recorde com mais de 155.000 associados. Raul é filho de Simone Carvalho Nunes e neto do saudoso Jovino Gomes Neto.

Programa de Sócios: Saiba como ser sócio-torcedor do Vasco. 

Nesta quinta-feira (05) o Vasco da Gama chegou a 151 mil sócios-torcedores, ultrapassou o Schalke 04-ALE e se tornou o 5º clube com mais associados no mundo, atrás apenas de Bayern de Munique-ALE, Benfica-POR, Barcelona-ESP e Manchester United-ING.


Foto/Blog Itiruçu Online
Nesta sexta-feira, (6), o governador Rui Costa passa o dia no sudoeste baiano para diversas entregas às comunidades da região, a começar por Jequié, às 9h, onde inaugura a pista de atletismo no 19° Batalhão da Polícia Miltar (19° BMP), a nova sede do Colégio da Polícia Militar Professor Luiz Cotrim, entrega cinco viaturas para a Companhia de Policiamento Especializado e 17 ambulâncias para os municípios de Aiquara, Barra Rocha, Brejões, Cordeiros, Gongogi, Ibicuí, Itagibá, Itambé, Itapitanga, Itiruçu, Jequié, Milagres, Presidente Jânio Quadros, Uruçuca e Vitória da Conquista.
O evento acontece em solenidade no colégio da Polícia Militar (Rua Maria Adélia Melem, Jequiezinho), onde o governador faz também o lançamento do sinal digital da TVE, entrega de equipamentos de saúde para as prefeituras de Barra do Choça, Jiquiriçá e Lajedo do Tabocal, entrega de 347 títulos de terra para a comunidade de Vila Esperança e assinatura de ordens de serviço para obras de pavimentação e drenagem de ruas, construção de creche no bairro Brasil Novo. Rui Costa finaliza as atividades em Jequié com visita à quarta edição da Feira de Saúde “HGPV na Comunidade” no Hospital Geral Prado Valadares.
Às 14h, viaja até Ipiaú para inaugurações de pavimentação das ruas da cidade, da sede da Ronda Maria da Penha com entrega de novas viaturas, realiza a entrega da área de convivência do Hospital Geral de Ipiaú e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), faz a entrega de novas ambulâncias para as prefeituras de Dário Meira, Ipiaú e Coaraci, assina ordens de serviços e anuncia publicação de editais.

Salvador foi a cidade baiana com o maior número de casos de Aids diagnosticados em 2018, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O mês de dezembro é referência na conscientização e combate à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids). A condição crônica é causada pelo vírus HIV, que danifica o sistema imunológico e interfere na habilidade do organismo de lutar contra outras infecções.

Durante todo o ano de 2018 o estado da Bahia registrou 736 novos casos de Aids. A capital concentrou 313 deles. Feira de Santana, no Portal do Sertão, aparece com o segundo maior índice ao atingir os 54 casos. Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), e Teixeira de Freitas, no extremo sul, aparecem em seguida com 20 casos cada uma.

As maiores cidades do estado aparecem entre as 10 com os maiores números de casos. Não por coincidência, mas por concentrarem um maior contingente populacional.

Os dados indicam que Vitória da Conquista, no sudoeste, contabilizou 18 novos registros em 2018, e Itabuna, no litoral sul, 17 casos. O município seguinte na lista das dez cidades baianas com maior incidência de novos casos de Aids é Lauro de Freitas, também na RMS, com 14 ocorrências.

Juazeiro, no norte da Bahia, e Porto Seguro, no extremo sul, empatam com 13 registros. Por fim está Simões Filho, na RMS, que somou 11.

Na Bahia, a Sesab vai realizar durante todo o mês de dezembro ações que buscam sensibilizar a população quanto à importância do acesso à informação adequada sobre HIV, sobre a evolução dos métodos de prevenção e de tratamento.

Nesta quinta-feira (5), haverá distribuição de preservativos na Fonte Nova, antes do jogo do Bahia com o Vasco da Gama e também acontecerá o IV Seminário Posithivamente, na Associação Baiana de Medicina (ABM), promovido pela Unaids.

Até o dia 16 de dezembro, o calendário de atividades na capital baiana prevê também a inauguração de uma nova farmácia municipal com dispensação de antirretrovirais, no Comércio, e a realização do Seminário de Atualização em HIV e AIDS para gestores de saúde de Salvador – do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem Salvador, feito em parceria entre GAPA Bahia, UNICEF, UNAIDS e Secretaria Municipal de Saúde, através do SAE São Francisco. Além disso, neste dia, das 8h30 às 12h, acontecerá Sessão Solene da Câmara dos Vereadores de Salvador, em alusão ao 1° de dezembro Dia Mundial de Luta contra Aids. *Bahia Notícias.


O Juiz  de Direito Rodrigo Medeiros Sales, em decisão datada de 4/12/2019, no julgamento de Mandado de Segurança Coletivo requerido pela APLB/Sindicato, decidiu pelo indeferimento da  suspensão do pagamento da gratificação/regência dos servidores da Educação Municipal, que foi iniciada no mês de julho deste ano. No despacho, o Juiz intima a Prefeitura de Jequié, para num prazo de 3 dias, a partir da data de recebimento da notificação cumprir a decisão restabelecendo os pagamentos.  A APLB é intimada a encaminhar planilha indicando os valores acompanhando comprovante do exercício do Magistério, num prazo de 10 dias. A APLB/Sindicato publica na sua página no Facebook, o texto abaixo. Do Jequié Repórter.


Faleceu no Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, o policial Militar Stélio Gomes da Silva, natural de Mundo Novo/BA, integrado a corporação da Cipe Central, base regional de Jequié. Stélio foi socorrido a Unidade depois de ter passado mal no inicio da semana. O corpo será velado na Pax Internacional, ao lado do Colégio Social, na cidade sol. Após isso, o corpo será transladado a seus familiares na terra natal.

Em nota à imprensa, o Comandante da Cipe Central, o Major Fábio Rodrigo, em nome da Cipe Central, lamentou a morte do colega.

“Nossos sinceros e profundos sentimentos pela perda desse nobre, amigo e OPERADOR RURAL, STÉLIO “TANQUE DE GUERRA”. Que Deus em sua infinita bondade e misericórdia, possa derramar o seu Bálsamo de consolo e paz aos familiares, amigos e a todos os integrantes da Polícia Militar, em especial ao 19° BPM / Jequié, Colégio da Polícia Militar Jequié, CIPE CACAUEIRA e CIPE CENTRAL, que tiveram ao longo dos anos o prazer de conviver com esse grande, amigo e leal COMBATENTE. Pessoa de um coração enorme e de bondade infinita! Vá defender nossas linhas em outros planos, bravo “TANQUE DE GUERRA”.


O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (4) o  projeto de lei do pacote anticrime (PL 10372/18). O texto-base foi aprovado por 408 votos a favor, 9 contra, e 2 abstenções e, posteriormente, os parlamentares rejeitaram um destaque do partido Novo, que pedia a retirada do texto da figura do juiz de garantias, um magistrado responsável pelo controle da legalidade da investigação criminal e que não fará o julgamento do mérito do fato.

O PL segue para análise do Senado.

Mais cedo, os deputados aprovaram um pedido de tramitação em regime de urgência do PL, que foi aprovado por 359 votos a 9.

Os deputados aprovaram o substitutivo do deputado Lafayette de Andrada (Republicanos-MG), seguindo o texto do relator do grupo de trabalho, deputado Capitão Augusto (PL-SP). O grupo de trabalho analisou dois textos sobre o assunto encaminhados ao Legislativo. Uma das propostas originais foi elaborada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, e a outra pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Para chegar ao texto final, o grupo de trabalho retirou temas polêmicos, como a definição de que não há crime se a lesão ou morte é causada por forte medo (o chamado excludente de ilicitude) e a previsão de prisão após condenação em segunda instância.

Entre os pontos que constam no projeto estão o aumento de 30 anos para 40 anos no tempo máximo de cumprimento da pena de prisão no país e o aumento da pena de homicídio simples, se envolver arma de fogo de uso restrito ou proibido (como fuzis), que passará de 6 anos a 20 anos para 12 anos a 30 anos de reclusão, entre outros casos em que há aumento de penas.

Outra alteração é que a concessão da liberdade condicional  dependerá também de o condenado não ter praticado falta grave no presídio nos últimos 12 meses dessa liberação e o comportamento deverá ser considerado bom em vez de satisfatório.

O projeto também aumenta o número de casos considerados como crimes hediondos, em que o condenado não pode contar com anistia, graça ou indulto e deve começar a cumprir a pena em regime fechado. Passam a ser considerado esse tipo de crime, entre outros, homicídio e roubo com arma de fogo de uso restrito ou proibido; furto com uso de explosivo; comércio ou tráfico internacional de arma de fogo e organização criminosa para a prática de crime hediondo. Entretanto, deixou de ser hediondo a posse ou porte de arma de uso restrito por aqueles que não podem fazê-lo.

O direito à progressão de regime, quando o condenado pode passar de um cumprimento de pena mais rigoroso (fechado, no presídio) para outro menos rigoroso (semi-aberto, somente dormir no presídio, por exemplo), dependerá do tipo de crime. Com as novas regras, o tempo exigido varia de 16%, para o réu primário cujo crime tenha sido sem violência à vítima, a 70%, no caso de o condenado por crime hediondo com morte da vítima ser reincidente nesse tipo de crime.

* Com informações da Agência Câmara


Os coordenadores dos cursos avaliados pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2019 tem até amanhã (6) para preencher o Questionário do Coordenador de Curso. As respostas serão analisadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em conjunto com outros dados do Enade, como o Questionário do Estudante e as provas, aplicadas aos estudantes no dia 24 de novembro.

O Questionário do Coordenador de Curso está disponível no Sistema Enade.  O Enade deste ano avalia mais de 8 mil cursos pertencentes a 29 áreas de conhecimento, ofertadas por 1.953 instituições de educação superior.

O exame foi aplicado para mais de 390 mil estudantes, que corresponde a 89,6% dos participantes inscritos. Aqueles com inscrição homologada que não compareceram às provas devem fazer a solicitação de dispensa  para o coordenador de curso da instituição, de 2 de janeiro de 2020 a 5 de fevereiro, também pelo Sistema Enade.

A prova e o preenchimento do questionário são componentes curriculares obrigatórios para que o estudante obtenha o diploma da graduação. O questionário desse ano foi respondido por 93,7% dos participantes. As instituições de ensino inscrevem os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição do Enade. Apenas os concluintes precisam fazer a prova.


Com as presenças do governador Rui Costa e da primeira dama Aline Peixoto, a cidade de Jequié vai viver nessa sexta-feira (6) um dia de festa, marcado pela inauguração do novo Colégio Militar da cidade, que receberá o nome do professor e poeta Luiz Neves Cotrim, que se tornou conhecido na região como o Poeta Dourado. “É uma justa homenagem que prestamos a um grande homem, poeta e educador, que muito contribuiu para a formação de gerações de homens e mulheres íntegros e para o fortalecimento da cultura de nossa região” disse o deputado Zé Cocá (PP), autor do projeto que alterou o nome do Colégio da Polícia Militar Professor Magalhães Neto para Colégio da Polícia Militar Professor Poeta Luiz Neves Cotrim.

Zé Cocá explicou que o Colégio Militar de Jequié será inaugurado totalmente renovado, com infraestrutura adequada, laboratório, biblioteca, refeitório, quadra coberta, campo society, com condições dignas para oferecer educação de qualidade. “É um novo e importante equipamento que requalifica a educação em Jequié e região”, comemora o deputado.

O parlamentar destaca a história de vida do homenageado, lembrando que Luiz Neves Cotrim nasceu em Caetité, mas ainda jovem mudou-se para Jequié, onde faleceu aos 94 anos, deixando exemplos de honra, trabalho e dignidade. “Ele foi vereador por três mandatos, numa época em que vereador não recebia salário”, disse Cocá, destacando que o Poeta Dourado foi sócio-fundador da Associação Jequieense de Imprensa (AJI), membro fundador da Academia de Letras de Jequié (ALJ), e ainda patrono da cadeira 25 da Academia Caetiteense de Letras, além de professor de Português do então Instituto de Educação Régis Pacheco.

Durante décadas Cotrim colaborou com o Jornal de Jequié escrevendo crônicas sociais, e com a Rádio Bahiana de Jequié, onde lia suas crônicas e encerrava sempre com a frase  “Uma rosa vermelha e bom dia para você”. Também foi colaborador da Rádio Cidade Sol FM.