O jornalista jequieense Tiago Henrique é o novo ancora do programa UESB Notícias, da TV UESB de Vitória da Conquista. O jornalista é oriundo do curso de jornalismo da FTC Jequié. Há três anos, foi contratado pela TV UESB e tem se destacado na profissão, sendo escalado para o rodízio de apresentadores da TV.

Tiago Henrique trabalhou como jornalista em vários setores públicos e sindicais de Jequié. Também teve uma passagem como Diretor de Redação do Jornal Jequié. Antes de assumir o posto, Tiago Henrique exercia a função de repórter, comentaria esportivo e produtor na TV UESB e na UESB FM, que também é retransmitida em Jequié pela frequência 106,1 FM. Em Vitória da Conquista a frequência é 97,5 FM

Segundo informações, a direção da TV UESB, que retransmitiste a TVE, tem se articulado para que o sinal da TV conquistense chegue a Jequié e Itapetinga, locais onde tem os campi da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB. Tiago Henrique é o segundo jornalista Jequieense a apresentar telejornal em Vitória da Conquista. O primeiro foi o radialista Judson Almeida que apresenta o Bahia Meio Dia na TV Sudoeste, retransmissora da TV Globo.


Acompanhe como foi a sessão. 

Depois de muito debate e discussão, a Câmara de vereadores aprovou, na noite desta segunda-feira (10), o texto final do projeto que instituiu o serviço de Inspeção Sanitária Municipal, o SIM, de autoria do executivo municipal.

O texto sofreu alterações de emendas verbais apresentadas pelos vereadores. Uma, de autoria do vereador Paulo Ézio, altera o prazo para iniciar a vigência, saído de 90 para 120 dias.  A outra, do ex-presidente da Câmara Ezequiel Borges, garante a gratuidade do selo para os comerciantes. Uma terceira emenda, de autoria do Vereador Roberto Silva, que pedia a prorrogação na validade da Lei, sugerindo começar a valer com 01 ano, sob alegação de tempo para organização dos comerciantes,  foi rejeitada por 4 votos a 3.

Votaram pela aprovação do projeto os vereadores Aílton Oliveira, Agnaldo Lopes, Ezequiel Borges e Paulo Ézio. Já pela reprovação, os vereadores Izilio Vieira, Antonio Hélio e Roberto Silva. A sessão foi chefiada pelo vereador Jó de Jú, suprindo a ausência do presidente Nino Mota por questões de saúde.

Apesar das emendas, o município deve sancionar a validade da Lei a qualquer momento, pois tem até 120 dias para  tornar com efeito e, como é para regulamentar o município para convênios através do Convale, é necessário sancionar o quanto antes. Também, poderá ser feito através de Decreto por itens do projeto aprovado.

Sobre o SIM

Em 120 dias, os produtos de origem animal e vegetal comercializados no município, inclusive em escala industrial, serão obrigados a possuir o selo que atesta a qualidade da mercadoria. A carne, por exemplo, era fiscalizada pelo IMA e passará ao Município através do SIM. Aqueles produtos de outras cidades e estados ficam isentos do selo, mas serão fiscalizados pela vigilância sanitária municipal. O projeto iniciou sua discussão na última semana e se estendeu até o dia de hoje, quando houve uma reunião com produtores e comerciantes   resistentes à aprovação com técnicos do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale Jiquiriçá, realizada no período da manhã na Câmara de Vereadores.

Mudanças com o Serviço de Inspeção Sanitária

Assim todos os produtos, de origem de animal, pescados, leite, ovos, mel e vegetal, somente serão comercializados com o Selo SIM. A inspeção e fiscalização sanitária poderão ser feitas em parcerias de cooperação técnicas com o Consórcio, outros municípios e até mesmo com Governo do Estado, ficando a cargo da Secretaria de Agricultura estabelecer as parcerias.

Penalidades

As infrações previstas na lei estão divididas entre advertência, apreensão, suspensão das atividades, interdição. O decreto regulamentará os casos de adulterações, fraudes ou falsificações.

Objetivo do SELO

Qualidade dos produtos, que antes de serem vendidos, deverão obedecer aos critérios sanitários adequados à produção do seguimento. As regras estabelecidas nesta Lei têm por objetivo garantir a proteção da saúde da população, a identidade, qualidade e segurança higiênico-sanitária dos produtos de origem animal destinados aos consumidores.

O Serviço de Inspeção Municipal trabalhará com objetivo de garantir a inocuidade, a integridade e a qualidade do produto final, em que a avaliação da qualidade sanitária estará fundamentada em parâmetros técnicos de Boas Práticas Agroindustriais e Alimentares, respeitando quando possível as especificidades locais e as diferentes escalas de produção, considerando, inclusive, os aspectos sociais, geográficos, históricos e os valores culturais agregados aos produtos.

É importante atentar-se aos que estarão sujeitos à inspeção, reinspeção, fiscalização e auditória previstas nesta Lei:

I – Os animais destinados ao abate, seus produtos, subprodutos e matérias-primas;

II – O pescado e seus derivados;

III – O leite e seus derivados;

IV – Os ovos e seus derivados;

V – Os produtos das abelhas e seus respectivos derivados


Desde o início da pandemia, o Brasil acumula 3.057.470 casos de covid-19, conforme balanço diário divulgado hoje (10) pelo Ministério da Saúde. Desde ontem, foram 22.048 novos casos informados pelas secretarias de saúde. Ontem(9), o painel apresentava 3.035.422 pessoas infectadas desde o início da contagem.

O número de mortes chegou a 101.752. Há ainda 3.569 óbitos em investigação. Nas últimas 24 horas, foram registrados 703 óbitos. Ontem, o sistema do Ministério da Saúde marcava 101.049 falecimentos.

Atualmente, 791.096 pacientes com covid-19 estão em acompanhamento. Já a quantidade de pessoas recuperadas chega a 2.163.812.

Os números diários de casos e mortes são menores aos domingos e segundas em função da dificuldade de pessoal para alimentação dos bancos de dados durante os fins de semana. Já na terça-feira, em geral, há mais casos pois o balanço diário traz o acúmulo dos casos registrados nos dias anteriores.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,3%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 48,4. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1454,9.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes em função da covid-19 são: São Paulo (25.151), Rio de Janeiro (14.108), Ceará (7.979), Pernambuco (6.970) e Pará (5.893). As Unidades da Federação com menos óbitos foram Tocantins (461), Mato Grosso do Sul (523), Roraima (547), Acre (562), Amapá (603).


Foto/Blog Itiruçu Online.

A Polícia Militar de Jaguaquara foi acionada na manhã desta segunda-feira (10) para averiguar uma situação atípica de suicídio no Entroncamento de Jaguaquara, quando um jovem de 28 anos, natural de Jundiaí-SP, parou o veículo que dirigia ao lado da BR-116, se trancou dentro e cometeu suicídio. O nome da vítima foi divulgado pela PM pelo nome de Emerson. Não há informações das motivações que levaram o rapaz a tirar a própria vida. Familiares serão avisados do ocorrido. O corpo foi encaminhado ao IML de Jequié.


Prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB) negou em entrevista a Rádio Sociedade, na última sexta-feira (7), que é adepto ao bolsonarismo. Segundo o Blog do Anderson, questionado se fazia parte do grupo político do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o político afirmou que na verdade é um “defensor de ideias”.

Mesmo crítico aos que se intitulam devotos de outros políticos, como os raulistas, bolsonaristas, pedralistas e carlistas, Gusmão garantiu que, em sua gestão como prefeito, irá manter o bom relacionamento com o presidente. “Eu defendo a ideia. Agora, defendo o Governo do presidente Bolsonaro. Eu defendo o Governo, o presidente Bolsonaro chegando aqui ele será muito bem recebido em Vitória da Conquista”, declarou.

Há pouco mais de um ano, Herzem e Bolsonaro estiveram juntos na inauguração do Aeroporto Glauber Rocha. Segundo a própria prefeitura de Vitória da Conquista, a participação do presidente foi viabilizada a partir de uma articulação de Gusmão com integrantes do governo federal.  Na ocasião, o governador Rui Costa (PT) decidiu por não comparecer a cerimônia e fez duras críticas a decisão de tornar o evento restrito às autoridades . Questionado sobre a ausência de Rui na inauguração, Herzem preferiu não comentar sobre o assunto na época . *Com informações do Bahia Notícias.


O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado e de governo para tratar das ações de apoio ao Líbano. Na última terça-feira (4), uma grande explosão na zona portuária de Beirute, capital do país, deixou um saldo de centenas de mortes e milhares de feridos. Ao detalhar as ações do governo brasileiro, Bolsonaro disse que convidou o ex-presidente Michel Temer, que tem ascendência libanesa, para coordenar a missão. 

“Nos próximos dias, partirá do Brasil, rumo ao Líbano, uma aeronave da Força Aérea Brasileira com medicamentos e insumos básicos de saúde, reunidos pela comunidade libanesa radicada no Brasil. Também estamos preparando o envio, por via marítima, de 4 mil toneladas de arroz, para atenuar as consequências da perda dos estoques de cereais destruídos na explosão. Estamos acertando, com o governo libanês, o envio de uma equipe técnica, multidisciplinar, para colaborar na realização da perícia da explosão. Convidei, como o meu enviado especial e chefe dessa missão, o senhor Michel Temer, filho de libaneses e ex-presidente do Brasil”, afirmou Bolsonaro.

Em nota, a assessoria de Temer informou que o ex-presidente “está honrado” com o convite. “Quando o ato for publicado no Diário Oficial serão tomadas as medidas necessárias para viabilizar a tarefa”, diz a nota.

A videoconferência foi iniciativa do presidente da França, Emmanuel Macron, e contou com a participação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, do presidente do Líbano, Michel Aoun, além dos líderes de países como Egito, Catar e Jordânia, entre outros. Em seu breve pronunciamento, Bolsonaro classificou a reunião como necessária e urgente, reafirmou suas condolências às famílias das vítimas da tragédia e destacou a relação histórica entre Líbano e Brasil.

“O Brasil é lar da maior diáspora libanesa no mundo, 10 milhões de brasileiros de ascendência libanesa formam uma comunidade trabalhadora, dinâmica e participativa, que contribui de forma inestimável com o nosso país. Por essa razão, tudo que afeta o Líbano nos afeta como se fosse o nosso próprio lar e a nossa própria pátria”, disse.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou, na manhã desta sexta-feira (07), 17 galos de briga e 03 galinhas, durante uma fiscalização em frente a Unidade Operacional da PRF em Jequié. O flagrante ocorreu após ordem de parada a um veículo FORD/KA Flex, com placas de Santana do Paraíso (MG). Após uma fiscalização detalhada, os PRFs encontraram os animais transportados no porta-malas do carro, encobertos e amarrados, com restrição de movimento, privação de luz e sem circulação de ar, ensejando condições evidentes de maus-tratos. As rinhas ou lutas ou brigas de galo são para alguns considerados um “lazer’, cuja prática é antiga no Brasil e tem como maior objetivo a questão do dinheiro. São realizadas apostas (jogo de azar) em ambientes clandestinos.

A prática envolve maus-tratos, mutilações, ferimentos e abusos físicos. Em muitos casos, as penas da cabeça e da parte superior da coxa são arrancadas para que fiquem expostas a fim de exibir a musculatura e há relatos de usos de substâncias químicas metabólicas a fim de aumentar sua “competitividade”, extremamente prejudiciais à saúde dos animais.

Diante dos fatos, o infrator de 47 anos infringiu o artigo 32 da lei 9.605 – Lei de crimes ambientais, em desfavor dele foi confeccionado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi informado das consequências dos seus atos, se comprometendo a comparecer em juízo quando intimado. Os animais foram encaminhados para a unidade do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) em Jequié. A PRF alerta que as denúncias nas rodovias podem ser realizadas através do telefone 191, que funciona em todo o Brasil. A ligação é gratuita e não é preciso se identificar.


Novo Decreto renova medidas em Itiruçu. Foto/Blog Itiruçu Online.

Através do novo DECRETO Nº 081 de 07 de agosto de 2020, o município de Itiruçu altera as medidas de enfrentamento da emergência decorrente da Pandemia do Coronavírus (COVID-19), no âmbito do Município, considerando a necessidade de adequação das ditas medidas objetivando o atendimento do interesse público municipal.

Confira o novo decreto:  informações não tem preço, é responsabilidade social. 

Art. 1º. Fica inserido no rol das atividades consideradas essenciais, o funcionamento de unidade de atendimento do programa de microcrédito, mantido pelo Banco do Nordeste do Brasil S/A.

Parágrafo único. Observadas as restrições previstas neste decreto, fica autorizado o funcionamento da unidade indicada no caput, bem como o ingresso no território do município, de agentes do referido programa, para fins de atendimento ao público local.

Art. 2º. Permanecem em vigor as medidas introduzidas pelo Decreto Municipal nº. 073, de 27/07/2020, de enfrentamento aos efeitos da pandemia COVID-19, no âmbito municipal, a saber:

  1. manutenção do horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, de acordo com a seguinte escala:
  2. a) Postos de Combustíveis, Farmácias, Drogarias e similares – de segunda a sábado e aos domingos e feriados, até as 18:00 horas;
  3. b) Supermercados, Mercados, Mercearias, Padarias, Confeitarias e similares – de segunda a sábado, até as 18:00 horas, e aos domingos e feriados até as 12:00 horas;
  4. c) demais atividades comerciais autorizadas – de segunda a sábado até as 14:00 horas.
  5. manutenção das condições e exigências anteriormente estabelecidas para as atividades com funcionamento autorizado, em especial: a) uso de máscaras de proteção, por funcionários, clientes e afins, nos estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços, bem como nos demais locais de acesso público, em ambientes fechados;
  6. b) aplicação de álcool em gel na recepção dos estabelecimentos de acesso público, bem como sua disponibilização em locais visíveis e de fácil acesso a todos os frequentadores;
  7. c) implantação de mecanismos que limitem o ingresso de pessoas ao quantitativo máximo de 01 (uma) pessoa por área de 2,00m² (dois metros quadrados), livre de 2 qualquer móvel, utensílio ou objeto, bem como que assegurem a qualquer móvel, utensílio ou objeto, bem como que assegurem a distância mínima de 02 (dois) metros entre as pessoas, inclusive nas filas de espera ou de acesso ao estabelecimento;
  8. d) proibição de consumo de produtos no local da compra, ressalvadas as atividades de restaurantes, churrascarias e similares;
  9. e) proibição do ingresso de pessoas com sintomas de gripes, resfriados ou similares. Parágrafo único. Permanecem suspensas as atividades de bares, lanchonetes, quiosques, toldos e similares.

 Art. 3º. Permanecem com funcionamento suspenso as unidades municipais vinculadas às áreas de esporte e cultura e promoção de eventos.


Duas carretas tombaram depois de colidir na BR-116, perímetro do município de Jaguaquara, na conhecida reta da coalhada. Um terceiro veículo, Fiat Touro conduzida por uma mulher se envolveu no acidente. Não houve vítimas fatais. A pista ficou interditada nos dois sentidos após o acidente, ocorrido por volta das 17h50 desta quinta-feira (06).