Mortugaba: homem é preso pela Polícia Federal ao se passar por falso médico

Reprodução/Blog do Anderson

Reprodução/Blog do Anderson

Um estudante de medicina de 34 anos foi preso pela Polícia Federal (PF) na segunda-feira (19), ao se passar por falso médico no Hospital Municipal Santo Antônio, localizado na cidade de Mortugaba, região do centro-sul da Bahia. Segundo a PF, o suspeito estava descansando na unidade hospitalar quando foi flagrado utilizando o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) de uma outra pessoa, por quem ele se passava.

O suspeito, que é natural de Montes Claros (MG), trabalhou em regime de plantão no hospital. “Ele trabalhou poucas vezes como plantonista. Ele não é servidor. Foi contratado via cooperativa de médicos [contratada via licitação pela prefeitura]. Ele atuou dessa forma em vários municípios do interior”, afirma Heráclito Luiz Paixão Matos, prefeito da cidade.
Conforme a PF, a apuração de que suspeito estaria exercendo ilegalmente a função de médico está sendo feita desde de dezembro de 2014. Os policiais conseguiram realizar a identificação do estudante após ter acesso a uma escala de plantão do hospital.

A polícia ainda acrescenta que, ao localizá-lo, foram encontrados um diploma emitido por uma universidade da Bolívia, com o carimbo em nome da outra pessoa, e algumas receitas médicas emitidas pelo suspeito na farmácia localizada em frente a unidade hospitalar. A Secretaria de Saúde do município de Mortugaba informou que o suspeito foi indicado para trabalhar no hospital municipal pela prefeitura de Urandi, onde teria trabalhado. Ele também já atuou na cidade de Pindaí. Ainda conforme a Secretaria, os pagamentos feitos aos suspeito eram oriundos de verbas repassadas pelo Ministério da Saúde.
De acordo com a polícia, o estudante irá responder pelo crime nos artigos 282 e 299 do Código Penal, por exercer ilegalmente medicina.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas