Moisés Simão comemora escala para 3ª final de Série B na carreira

*Foto: Geovan Santos / Ligeirinho no Esporte

Aos 42 anos, Moisés Ferreira Simão apitou, neste último  domingo (6), sua terceira final de Série B do Baianão na carreira. Ele foi sorteado para comandar a decisão da edição 2020, entre UNIRB e Colo-Colo, às 15h10, no Estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas.

Antes, o árbitro já havia atuado nas finais das edições 2015 e 2017 da competição. Apesar da experiência, o profissional não escondeu a emoção com mais uma escala.

“Primeiro me sinto muito honrado por fazer parte da Federação Bahiana de Futebol. E fazer parte desse cenário grande que é a Série B do Baiano, que é, também, a menina dos olhos da FBF, uma competição que o presidente Ricardo faz com muito carinho e muita responsabilidade, me deixa regozijado e grato, primeiramente a Deus. Agradeço, também, ao presidente Ricardo Lima, ao presidente da CEAF, Jailson Macedo, e ao vice-presidente Vidal. Agradeço, ainda, a todos os colegas que trabalharam comigo nos jogos, à minha mãe Edna e a todos os familiares e amigos que torcem por mim”, disse.

Árbitro da CBF desde 2016 e do quadro da FBF desde 2008, Moisés cresceu na profissão ao longo da carreira. Morador de Lajedo do Tabocal, no sudoeste da Bahia, ele deu seus primeiros passos na arbitragem no Campeonato Intermunicipal. Hoje, já atua em jogos de competições nacionais.

Ao lembrar a trajetória, o profissional do apito valorizou cada apoio que recebeu ao longo de mais de uma década. “A chave de tudo é gratidão, fé e foco. Agradeço muito a Deus. E não posso esquecer das cidades de Lajedo do Tabocal, onde moro, e Maracás, que é de lá a Liga que faço parte. Foi através da Liga de Maracás que iniciei no Intermunicipal, depois baiano e assim segue”, completou.

Na final entre UNIRB e Colo-Colo, Moisés Simão terá a companhia de Carlos Vidal Pereira de Oliveira e José dos Santos Amador, como assistentes, Eziquiel Sousa Costa, como 4º árbitro, e Wesley Silva Santos, como 5º árbitro. Fonte FBF.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas