Marcelo Nilo chega a 51 assinaturas de apoio; Rosemberg fica isolado ao PT.

Marcelo Nilo em recente entrevista para o Itiruçu Online disse que 5º mandato é a vontade popular.

Marcelo Nilo em recente entrevista para o Itiruçu Online disse que 5º mandato é a vontade popular.

Repercute em toda imprensa do estado os apoios que o presidente da Assembleia Marcelo Nilo tem recebido dos partidos para seu 5º mandato.

Com o anúncio de apoios de PSD, PTN, Pros, PRP, PR, PV, PRB e PSC, com o deputado Wando, o deputado Marcelo Nilo (PDT) está a passos largos de ser reeleito para o quinto mandato consecutivo como presidente da Assembleia Legislativa da Bahia.

São contabilizados cerca de 50 apoios, porém ainda existe a expectativa de chegar a 52 – na conta apenas deputados do PT, ligados ao também candidato Rosemberg Pinto (PT), e o deputado Pastor Sargento Isidório (PSC) não entram na lista de assinaturas. Procurado, Nilo evita falar em isolamento dos dois adversários que ainda mantém o nome na disputa, ainda que Rosemberg tenha recebido apoios limitados a parlamentares petistas.

Segundo ele, é cedo falar em resultado da disputa – a oposição, por exemplo, ainda não tornou oficial a posição de apoio à continuação da Era ‘Nilista’ no legislativo estadual. Há a perspectiva de um encontro entre a minoria e Rosemberg nesta terça-feira (25) e, em seguida, com o próprio Nilo para só então acontecer o anúncio.

No entanto, nos bastidores da Assembleia é dada como certa a adesão da oposição, que permaneceria com a 1º Secretaria, posto atualmente ocupado por Paulo Azi (DEM). O presidente, todavia, trata o caso como rumor. “A 1ª Vice será do PSD”, resumiu Nilo ao ser questionado sobre composição da eventual mesa. O deputado Rosemberg Pinto não foi localizado para comentar sobre a eleição. Bahia Notícias.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas