Luto Maracaense: Aos 28 anos, morre o professor Dam Dias

Um professor da Rede Estadual de Ensino cometeu suicídio por enforcamento na cidade de Maracás. Com 28 anos de idade, Dam Dias lecionava redação no Colégio Estadual Edílson Freire, onde era muito querido pelos alunos, mas, mesmo assim, sofria depressão contra o preconceito. Em uma de suas postagens na rede social, reclamou que vivia numa sociedade preconceituosa, e por ser negro e gay, era um teste de sobrevivência.

“Sou um rio que poucos querem nadar. O ato de ser negro e gay uma sociedade preconceituosa como Maracás, é um teste de sobrevivência. E ainda dizem que estou fazendo ‘mimimi’, vocês têm noção do quanto palavras me afetam? Só me deixam viver minha vida. Passei a vida toda tentando ser o melhor filho, melhor irmão, melhor amigo e de nada adiantou. A sociedade é tóxica. Tenhamos consciência, somos seres humanos e não um bando de animais selvagens”, postou.

O corpo do professor foi encontrado na casa onde morava e recolhido ao IML para perícia. Não se sabe o horário que ocorreu o suicídio, mas informações dão conta de ter sido na madrugada dessa segunda-feira,20.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas