Liverpool faz história, goleia Barcelona e é finalista da Champions

Você nunca caminhará sozinho, Liverpool! Com um Anfield pulsante e vibrante após sofrer um duro golpe por 3 a 0 no jogo de ida na Catalunha, os Reds conseguiram uma virada inacreditável, golearam o Barcelona por 4 a 0 e estão na final da Liga dos Campeões pela segunda temporada consecutiva. Origi (2) e Wilnaldum (2) marcaram os gols do time inglês.

O Liverpool, cinco vezes campeão da Liga dos Campeões, espera o vencedor do confronto entre Ajax e Tottenham, nesta quarta-feira, para saber quem será o seu adversário na decisão em Madri, no dia 1º de junho, no Wanda Metropolitano.

DÁ PRA ACREDITAR!

O cenário dos sonhos para o Liverpool conseguir a virada era marcar um gol antes dos 20 minutos de jogo, e foi exatamente esse roteiro que os Reds conseguiram escrever. Logo aos sete minutos de jogo, Alba falhou em recuo, Mané acionou Henderson que finalizou para defesa de Ter Stegen. No rebote, Origi completou para o gol vazio e encheu Anfield de esperança.

MURALHA BRASILEIRA

Apesar do gol sofrido no início, o Barcelona continuou no ataque e teve oportunidades de marcar um gol para complicar de vez a tarefa do Liverpool. Messi finalizou para fora, e Jordi Alba e Coutinho fizeram Alisson trabalhar de forma brilhante para evitar o pior com duas defesas magníficas.

TUDO IGUAL

Já na etapa final, o Liverpool precisava de dois gols em 45 minutos para igualar o placar da ida e levar o jogo para a prorrogação, mas conseguiu resolver em apenas 11. Aos nove minutos, Wijnaldum completou cruzamento perfeito de Alexander-Arnold e fez o segundo. E dois minutos depois, o mesmo Wijnaldum aproveitou bola levantada na área por Shaqiri e testou para as redes, igualando o confronto.

HISTÓRICO!

​Com o Barcelona atônito com a reação incrível do Liverpool, os Reds usaram de uma malandragem e esperteza de outro nível para conseguir chegar ao resultado perfeito para avançar à final. Aos 34 minutos, Alexander-Arnold cobrou escanteio com rapidez e encontrou Origi sozinho dentro da grande área. O atacante belga, sozinho, tocou para as redes para fazer história em Anfield


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas