Justiça impede que homem que chutou jovem em show se aproxime

O homem que chutou a namorada enquanto ela dançava no palco durante o show do cantor de pagode ‘O Poeta’ está proibido de se aproximar da jovem. Uma medida protetiva que impede o agressor de se aproximar mais de 150 metros da vítima foi assinada por um juiz nessa quarta-feira (30). Tanto Rafael Alves, 18, quanto a adolescente e sua mãe já prestaram depoimento na Delegacia de Pojuca, cidade onde ocorreu a agressão. O homem está em liberdade e segue sendo investigado com base na Lei Maria da Penha.

Durante o depoimento, o agressor parecia tranquilo, respondeu aos questionamentos do delegado e foi liberado em seguida. O conteúdo da fala do suspeito não pôde ser divulgado para a imprensa a pedido de seu adovogado, que o acompanhou na delegacia. Na manhã desta quinta-feira (31), a vítima e sua mãe compareceram novamente à delegacia. De acordo com o delegado João Piton, a adolescente terminou o seu relacionamento com Rafael e não deseja nenhum tipo de aproximação com ele, por isso, o pedido pela medida protetiva.

De acordo com o produtor da festa, Jhon Santana, a segurança do clube AIP, onde ocorria a apresentação, era formada por policiais militares, que detiveram o agressor. “O que aconteceu é que o homem, que é namorado da moça, ficou com ciúmes ao vê-la dançando e, em um momento de distração da segurança, invadiu o palco e a agrediu. Entretanto, toda a segurança do evento, que era formada por policiais militares, imediatamente entrou em ação e deteve o elemento”, relatou Jhon.

A Delegacia de Pojuca continua investigando o caso. A expectativa é que nos próximos dias novas testemunhas sejam ouvidas – o que, segundo o próprio delegado, dificilmete irá alterar a linha de investigação, visto que diversos vídeos provam a agressão. Caso condenado, Rafael Alves poderá pegar de três meses a três anos de prisão. Leia mais sobre o assunto. 


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas