Joe Biden é eleito presidente dos Estados Unidos

A campanha eleitoral nos Estados Unidos foi marcada pela crise do novo coronavírus e o impacto da pandemia na economia americana. Houve troca de ofensas entre os candidatos Donald Trump e Joe Biden e a votação antecipada foi recorde em alguns Estados-chave para a disputa de 2020.

Com as urnas fechadas, muitos Estados ainda não finalizaram a contabilização dos votos. No meio da apuração, mesmo incompleta, o republicano declarou vitória e disse que iria à Suprema Corte para contestar resultados. O democrata segue pedindo paciência até o fim da contagem e afirma que ninguém vai tirar a democracia dos EUA.

Joe Biden é confirmado presidente dos EUA

Com base em projeções, a rede de TV americana CNN acaba de confirmar que Joe Biden foi eleito o novo presidente dos Estados Unidos. A vitória do democrata também foi confirmada em projeções da CBS e da NBC.

A disputa acirrada em Estados-chave foi levada à Justiça por Trump, que argumenta ter havido fraude na eleição, sem apresentar provas. O republicano pede recontagem de votos no Wisconsin, onde Biden ganhou com cerca de 20 mil votos a mais, margem de vantagem semelhante ao que Trump obteve no Estado em 2016. Biden será o presidente mais velho a tomar posse nos EUA, com 78 anos – os quais completará no próximo dia 20. Ele foi eleito por um forte sentimento de aversão a Trump entre parte da sociedade americana, que decidiu que o presidente não merece mais um mandato no comando do país.

A campanha de Biden conseguiu recuperar parte do chamado Cinturão da Ferrugem que fez de Trump presidente em 2016 e abrir espaços no Cinturão do Sol, tipicamente republicano. Mas a diferença foi mais apertada do que as pesquisas indicavam.

O ex-vice de Barack Obama se apresentou como a solução para curar o país da crise de saúde, provocada pela pandemia de coronavírus, e também da extrema polarização social que divide os americanos. Para isso, prometeu restaurar o compromisso dos EUA com princípios fundadores da sociedade americana, com uma plataforma de busca pela restauração da integridade e da normalidade. O maior desafio que se apresenta ao democrata é a contenção da segunda onda de coronavírus e a reversão da crise econômica. Estadão.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas