Jaguaquara: Equipe da prefeita Edione Agostinone emplaca sobrinho e nora

Após expectativa em torno da equipe que irá compor a gestão da primeira mulher prefeita de Jaguaquara, Edione Agostinone (PP), o Diário Oficial trouxe, ontem,  terça-feira (5), decretos que confirmam a lista de secretários municipais, diretores e chefes de setores da administração pública, iniciada neste mês de janeiro de 2021. Contudo, a equipe anunciada não traz muitas mudanças, ocorrendo trocas pontuais em poucas secretarias e remanejamento em setores do governo.

A nova gestão municipal trouxe grande parte da equipe do ex-prefeito Giuliano Martinelli (PP), padrinho político de Edione e irmão do genro dela, que deixou o cargo em (31) de dezembro de 2020, depois de oito anos de gestão. Além de manter parte do secretariado do antecessor, a gestora também recorre a critérios pouco aconselháveis para quem ocupa cargos públicos, como a nomeação de parentes para exercer funções-chaves da administração direta. A prefeita nomeou, para duas pastas importantes, o sobrinho e a nora. Hemerson Oliveira Di Labio (sobrinho) – secretário de Saúde e Danielle Batista Ferreira Agostinone (nora) – secretária de Governo. Na Secretaria de Infraestrutura, foi nomeado Nelson Matos Teixeira, que já exerceu cargo de vereador no vizinho Município de Itaquara e entra na gestão de Jaguaquara para substituir o tio do ex-prefeito, Antônio Andrade. Outra nomeação com grau de parentesco com a prefeita, conforme publicação do DO, é a de Vitor Romeu Agostinone, para Chefe de Divisão de Estradas e Rodagens.

Remanescentes

Foram mantidos na administração: Geisa Silva Santana Martinelli, ex-primeira-dama, que na gestão anterior chegou a acumular funções em duas secretarias: Governo e Desenvolvimento Social e permanece na segunda pasta, que já foi ocupada pela prefeita. Eliomar da Paixão Lima continua a comandar a Secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Judison Matos continua como Controlador Geral do Município, na Educação permanece Juliana Santiago Ferreira, Mônica Pryscilla Oliveira de Moura continua no cargo de Procuradora-geral, Núbia Gardênia Louzado dos Santos volta para a Secretária de Cultura, Esportes e Lazer, pela qual já passou como titular no primeiro mandato de Martinelli e agora substitui Tâmara Lemos, Romildo Oliveira Fagundes atuará como Chefe de Gabinete ( este já integrava a gestão, porém, em outra função e é considerado nome leve e habilidoso nos meios políticos) e outra figura que permanece na Prefeitura é Selma Rodrigues Marques Bomfim, esta na Secretária de Administração e Finanças. Uellington Souza Reis foi nomeado para o cargo de assessor da prefeita.

Em relação aos parentes nomeados pela gestora, prática adotada pelo seu antecessor e muito contestada à época, embora nada impeça que Edione Agostinone utilize tais critérios de livre escolha, desde que os nomeados tenham qualificação técnica, esse tipo de nomeação é considerada imoral, pois corrobora com o aumento da renda familiar de quem comanda postos em máquina pública.  Com informações do Blog Marcos Frahm.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas